Prisioneiros das emoções

  É preciso cuidado para não sermos escravos de nossas emoções

Ir. Maria Eunice pregando no Acampamento de Cura e Libertação.

Ir. Maria Eunice pregando no Acampamento de Cura e Libertação. Foto: Arquivo Canção Nova

O que Jesus disse a este homem, Ele nos diz hoje: Vem para o meio! (Mc 3, 1-1). Esse homem deveria trazer muitos complexos. Porém, Jesus pediu que Ele viesse para o meio. Eu não sei onde a secura foi tomando conta da sua vida, mas hoje o Senhor te diz: “Estende tua mão para que Eu possa te curar”. O Senhor não nos quer secos, Ele quer nos salvar.


O nosso papa emérito, Bento XVI, diz que a cura mais perfeita é a cura do coração. Quantos estão caminhando, mas são prisioneiros dos próprios pecados, prisioneiros de sentimentos dolorosos guardados que despertam ódio e enfermidades.
Quanta gente presa nos próprios sentimentos.

Nós somos filhos amados de Deus, por isso precisamos nos deixar curar nos nossos sentimentos: abandono dos pais, desprezo na escola, abuso sexual. Nos deixar curar das palavras duras e malditas que foram lançadas sobre nós.

Temos muitas feridas porque sofremos por situações do passado.

Os sentimentos e emoções mais fortes começam a alterar até mesmo o nosso físico. As doenças psicossomáticas, como alguns casos de doenças respiratórias, lúpus, vitiligo e entre outras, são decorrentes de uma desordem emocional.

O Senhor quer curar as nossas emoções. Às vezes não existem grades em volta de nós, mas somos prisioneiros dos vícios: novela, bebida,  sexo, cigarro, palavras, mentiras, críticas, remédios. Todos em excesso tornam-se de tal modo escravizantes que nos sensibilizam e nos diminuem como pessoa.

Só Deus pode trazer para nós melhora e cura. É preciso que eu e você sejamos livres. O que nos torna prisioneiros não são as coisas, nem os muros, nem as grades, é a falta de uma chave. E Jesus é a chave, a chave do perdão e da cura, que abre nosso coração para o amor.

Leia mais:
.: Jesus, Médico dos médicos
.: O toque de Jesus nos cura

Reze com Ir. Maria Eunice:

imgpsh_fullsize (3)Transcrição e adaptação: Marcela Martins


Irmã Maria Eunice


Missionária da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo