Tomai ânimo, não temas

“Eis o Deus que me salva, confio e nada temo”! (Is 12,2 )

lancaiforaomedoedesanimo

Irmã Maria Eunice. Foto: arquivo/cancaonova.com

Não temos nada a temer, e nada é nada. Porque somos conduzidos por Deus. Estamos sendo conduzido por ele. Tenho confiança e nada temo! Diga rezando, com convicção: “- tenho confiança e nada temo”

Se Deus está comigo, quem está contra mim? Não é isso que São Paulo fala? Ele chegou ao auge do amor de Deus: nada pode me separar do amor de Deus. Na minha decisão, na minha alma, ninguém pode tocar, somente Deus, disse Paulo. Por isso, repita comigo: “- Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo”. O Senhor está conosco, nada temos a temer.

“Eis o Deus que me salva, tenho confiança e nada temo.” (Is 12, 2)
Esse versículo é libertador. A partir deste momento, a todo tempo você o dirá.

Abandone-se no coração de Deus, com as palavras do profeta Isaías. Com o Senhor, nós podemos tirar a água da fonte, que está no próprio Coração de Jesus, na chaga do Seu Coração. Se eu confio, eu posso ir na fonte da salvação. No poder do Espírito Santo, o impossível acontece. E quem é o Deus do impossível? Jesus! Nada é impossível para Ele. Até mesmo no deserto, Ele fez brotar água. Então, o Deus todo poderoso está aqui, o Pai está aqui, Jesus está aqui, o Espírito Santo está aqui, Maria, nossa mãe, está aqui, os anjos estão aqui, todos eles estão no meio de nós. Então nós não estamos sozinhos, ninguém aqui, está sozinho. Alegria, o Rei está aqui! Onde quer que você esteja, Ele está a te ouvir, tenha certeza disso.

“Tomai ânimo e não temas, eis o vosso Deus”(Is 35,3-4).

A palavra de Deus está dizendo: tende ânimo, por isso eu preciso ter ânimo, pois a Palavra tem o poder de curar. Tem o poder de levantar você que está prostrado, numa cama, numa cadeira, num hospital. Tende ânimo e vereis a libertação que o Senhor vai operar. Deus é muito fiel a sua Palavra. Ele está dizendo: vou agir hoje na sua vida. Deus administra o nosso hoje!

Quantas barreiras você teve que vencer, para ouvir esta pregação? É como um sacrifício benéfico, que muitas vezes nos faz sofrer. O sofrimento é bom, se ele não fosse bom, Deus não colocaria seu Filho na cruz. Se o sofrimento não nos levasse para o céu, não seria necessário. Quando fazemos um esforço, tudo tem valor, é como o tesouro escondido no campo. Então, tomai ânimo, porque o Rei está aqui.
Diga comigo: “-Senhor Jesus, eu preciso hoje de ânimo, têmpera, solicitude, diligência. Eu preciso HOJE, sair daqui revigorado(a), com muita confiança em ti.”

O medo não vem de Deus

No evangelho de São Marcos, capítulo 6, a partir do versículo 45 e seguintes, diz que o medo deixa o nosso coração insensível. O medo não vem de Deus, por isso que a Bíblia é repleta destas palavras: não tenhas medo, não temas. Pois o medo, nos faz ver as pessoas como um fantasma. Jesus de repente vai ao encontro dos discípulos na barca, eu também imaginaria que Jesus seria um fantasma. A palavra nos mostra que os discípulos estavam trabalhando para o sustento da família, mas a alma deles estava sedenta de Deus.

Jesus sempre se recolhia para orar, para estar com Deus. A noite Ele orava, e pela manhã tomava as decisões. Durante a noite, não é tempo de decidir nada, mas de orar. Quando me recolho para orar, eu entro na vontade de Deus, eu O escuto, Deus começa a falar comigo e assim o Senhor orienta as minhas decisões durante o dia.
Será que Jesus não está vendo a gente remar? Será que Ele não vê o vento contrário, e a agitação a nossa volta? Claro que Ele vê! E é por isso que Ele vem em nosso socorro, que caminha conosco, é por isso que Ele é “o Deus conosco.”

Jesus parecia um fantasma, mas não era um fantasma. E tem muita gente por aí, que pensa que Jesus é um fantasma. Mas Ele está dizendo: Coragem, sou eu, não tenhais medo! É isso que o Senhor grita para nós. Se Deus está conosco, não há crise que venha nos perturbar. Se você tem confiança em Deus, Ele vai prover, Ele está cuidando. Não podemos nos desesperar diante das situações. Jesus “gritou” para que os discípulos não se desesperassem. Por isso, se tranquilize, não se desespere.

As forças do inferno estão por aí abalando as famílias, os grupos religiosos, balançando a Igreja, o relativismo, o secularismo. Hoje, troca-se o certo pelo errado, o bonito pelo feio, a alegria pelo triste, o medo por uma falsa alegria. Você fez a escolha certa de vir aqui entregar para Jesus seus medos, seus receios, aquilo que estava esvaziando a fé, dos consagrados, religiosos, seminaristas. Até nas famílias cristãs surgem situações que nos envergonham, mas que vamos nos conformando. E não podemos aceitar, pois tem princípios que não mudam, são eternos, só Deus pode mudar. (a mulher é que tem útero, e não os homens. Deus já fez tudo bem ajustado, certinho. Mas, porque temos o prazer de bagunçar tudo o que Deus fez? De destruir?) Não tenha medo de ser diferente. Não tenha medo de caminhar para Ele, de andar na linha, sem exageros. Deus é simples, tudo é muito simples, não precisamos inventar tantas coisas. Porque preciso ter uma ideia e querer que todos sigam minha ideia?

lancaiforaomedoedesanimo_

Irmã Maria Eunice prega na Canção Nova. Foto: Arquivo/CN

Não ter medo, não significa cruzar os braços.

Jesus nos diz: “No mundo tereis aflições, coragem, eu venci o mundo” (Jo 16, 31). O demônio tem duas armas poderosas nas mãos: o medo e o desânimo. Se você folhear a Bíblia, vai ver várias palavras como essa: Não temais, não tenhais medo. Para nos abandonar nesta “viagem”, Jesus deu-se a Si mesmo como pão, para que eu possa buscá-lo no silêncio do sacrário. É ali, que Ele nos cura, até das doenças emocionais: do medo, da angústia, das aflições; que podem nos trazer enfermidades físicas. Ali, o Senhor nos traz uma fé carismática, além da fé natural (na qual você sabe que existe). Mas a fé carismática é crer sem ver, é um salto na escuridão. E você precisa pedir, mesmo sem ver e agradecer, sem ter ainda seu pedido nas mãos. Precisamos crescer na fé carismática. Dizer: – “Eu te louvo Senhor, porque sei que se for para o meu bem, isso acontecerá.” É crer sem vê. Quando os discípulos estavam na barca no meio da tempestade, Jesus pediu a eles que tivessem coragem, valentia, destemor, ânimo, firmeza, ousadia, intrepidez. O mesmo Deus que disse, faça-se a luz e a luz se fez, é o mesmo Deus que estava na barca com os discípulos, é o Deus do impossível. É o mesmo Deus, que no livro de Ezequiel, capítulo 37, soprou vida sobre os ossos ressequidos, e pela palavra do profeta os ossos se levantaram e formaram um poderoso exército. Esse é o Deus poderoso que levanta os cadáveres. E é, preciso que o Espírito tome posse dessas pessoas.
Quem crê, a fé vai além, supera os limites. “Coragem, não temas”. Só podemos levar parrésia, se tivermos parrésia. Só podemos levar confiança, se temos confiança.

Oração

Ore em línguas, pois só o Espírito de Deus poderá te convencer dessa verdade: que você não precisa temer nada, pois o Senhor está comigo! Ninguém pode parar o poder de Deus que está agindo agora em nosso meio. O que pode nos causar tanto medo? Porque ter tanto medo? Se Aquele que pode tudo está aqui! Porque tanto medo do amanhã, se o Deus conosco, está aqui!


Irmã Maria Eunice


Missionária da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo