A graça que transbordou em nossa vida

Adriano Gonçalves Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Adriano Gonçalves
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

O tema da minha pregação é sobre a graça de Deus. Saiba que esses dias que você está na Canção Nova foram agraciados. Você é um agraciado, ou seja, cheio da graça de Deus.

A Palavra que me deram para refletir com vocês está 1 Timóteo 1,12. Nela, Paulo está dizendo que Deus confiou nele. Deus também confia em você. Isso é uma verdade!

Se você experimentou a graça de Deus, você já não é mais ou mesmo. Quero trabalhar com você alguns pontos, para que possa ser cheio da graça de Deus.

Primeiro ponto: Você precisa reconhecer quem é, para, aí sim, reconhecer quem é Deus.

Assim como Paulo, você precisa reconhecer o Senhor, precisa reconhecer quem é, conhecer-se de forma positiva, suas virtudes, qualidades. Talvez sua marca seja o acolhimento. Quando as pessoas chegam, sentem-se bem ao seu lado. Mas o que isso tem a ver com a graça de Deus? A graça do Senhor está no bom coração. Também você precise reconhecer aquilo que ainda não é tão bom. Reconhecer suas fraquezas.

O grande problema dos cristãos é que recebem a graça de Deus e acham que ela aniquila sua natureza, sobrepondo-a; mas isso não acontece, a graça não tira a natureza das pessoas.

Talvez, nestes dias de carnaval, você tenha deixado grandes vícios, mas a tendência está aí em você ainda. Seus pontos fracos são os objetos onde Deus quer trabalhar.

Primeiro ponto para ser cheio da graça Deus: Reconhecer-se. O segundo ponto: aceitar-se quem é. O terceiro ponto: integrar-se. Não basta reconhecer-se nem aceitar-se, é preciso integrar-se.

Veja um trecho da pregação e compartilhe.


Leia mais:
Configurando o homem novo
Cresça na vida de intimidade com Deus

imgpsh_fullsize (3)

Transcrito e adaptado por Adailton Batista


Adriano Gonçalves


Missionário da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo