O distanciamento de Deus

Emanuel Stênio. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Emanuel Stênio.
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Quando nos distanciamos de Deus passamos a viver um tempo de sequidão em nossas vidas

O carnaval é um período no qual se cometem pecados que entristecem o coração de Deus, é um tempo em que a alegria carnal ofusca a visão das pessoas e as afastam d’Ele. Se meditarmos no salmo primeiro veremos que a diversão deste mundo é passageira, mas aqueles que buscam viver a verdadeira alegria: que é à vontade de Deus, são como árvores plantadas junto a um riacho.

O sucesso e a alegria carnal são passageiros, mas quem quer ser realmente bem sucedido deve buscar à alegria em Deus. O carnaval é um período de seca, de falta de frutos e de êxito. Mas isso é vontade de Deus ou fruto das escolhas humanas?

Não podemos esperar de Deus que sejamos abençoados se somos infiéis. Se nossas vidas tem sido uma realidade de sequidão, de falta da água do Espírito, é porque nós nos afastamos d’Ele. A graça do Senhor está sempre sendo derramada, quem impede de usufruirmos dela somos nós mesmos!

A parábola do filho pródigo nos conta à história de uma pessoa que optou por deixar de usufruir das graças do pai, mas também fala de arrependimento, de retorno e de mudança. Vamos hoje mudar, retornar a vontade do Pai, deixar de fazer o que queremos e realizar o que Deus deseja!

Leia Mais:
Se alguém tem sede venha a mim e beba
Sereis banhados no Espírito Santo

imgpsh_fullsize (3)

Transcrito e adaptado por Jonatas Passos

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo