O Espírito Santo é a força dos fracos

Padre Fábio Camargos. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Padre Fábio Camargos. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Hoje é um dia especial porque é Domingo, dia do Senhor; e foi num dia assim que o Espírito Santo desceu sobre a Virgem Maria e os apóstolos. Vamos abrir a palavra em Atos dos Apóstolos, capítulo 2.

E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;
E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.
E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu.
E, quando aquele som ocorreu, ajuntou-se uma multidão, e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.E todos pasmavam e se maravilhavam, dizendo uns aos outros: Pois quê! não são galileus todos esses homens que estão falando?
Como, pois, os ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos?
Partos e medos, elamitas e os que habitam na Mesopotâmia, Judéia, Capadócia, Ponto e Asia,
E Frígia e Panfília, Egito e partes da Líbia, junto a Cirene, e forasteiros romanos, tanto judeus como prosélitos, Cretenses e árabes, todos nós temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus. E todos se maravilhavam e estavam suspensos, dizendo uns para os outros: Que quer isto dizer?
E outros, zombando, diziam: Estão cheios de mosto.
Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a sua voz, e disse-lhes: Homens judeus, e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras. Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo a terceira hora do dia. Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel:
E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos sonharão sonhos; E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão; E farei aparecer prodígios em cima, no céu; E sinais em baixo na terra, Sangue, fogo e vapor de fumo. O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor; E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Atos 2,1-21).

Estamos celebrando, com toda a Igreja, a Solenidade de Pentecostes. Essa festa não é uma festa eminentemente cristã, ela tem sua origem judaica. Moisés já havia decretado um dia onde todos os judeus deveriam sair das suas casas e ir até Jerusalém para adorar o Senhor de Israel.

Os judeus iam no templo oferecer a Deus os produtos de suas colheitas e colocavam fogo em tudo, porque aquela fumaça que subia era oferenda a Deus. Já pensou em você, que trabalha o mês inteiro, depois que pegar o seu salário, tomar uma parte generosa, acender uma vela e começar a queimar esse dinheiro?

Então, os judeus, ao fazerem as ofertas, viram os apóstolos orando em línguas e começaram a caçoar deles porque acharam que eles estavam embriagados. E ali, Pedro fez a sua primeira pregação cheio do Espírito Santo.

Leia mais:

:: Santa Missa direto da Terra Santa – Monsenhor Jonas Abib
:: O Espírito Santo, mistério de força e ternura – Márcio Mendes
:: O Espírito Santo nos torna paráclitos – Padre Roger Luis

Irmãos, quantas vezes acordamos e não temos vontade de viver, de trabalhar, de lutar? Parece que você está dentro de casa e está sem lugar. Padre, estou na minha casa mas eu não tenho vontade de estar em lugar nenhum. As vezes você chega no trabalho e tem aquele colega invejoso que fica falando mal de você pelas costas. É como um trator derrubando a nossa vida.

O Senhor está te dizendo, ainda que na tua vida tem passado a babilônia destruindo a sua cidade, hoje é dia de Pentecostes. A promessa do Senhor para Pentecostes é que ele fará chover na sua vida e transbordará os frutos na sua história.

Irmãos, precisamos estar aqui, no dia de hoje, alegres e felizes dando ao Senhor o melhor que temos. No seu coração tem tanta coisa boa e preciosa. Não estou falando da teologia da prosperidade, no qual você vem para a Canção Nova e Deus vai te dar fartura de bençãos e vida. Não! Deus não deve nada para você; se Ele te der a fartura de vida é porque Ele é bom e misericordioso.

Deus é capaz de tirar um bem maior de todo mal que nos atinge. Deus, quando permite uma doença, um mal em nossa vida, é para um bem muito maior. “Tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus”.

O que Deus tem te dado com as lutas que você tem vivido? Hoje chegou um tempo em que devemos colocar nos ‘cestos’ de nossas vidas aquilo que a nossa cruz tem nos ensinado, aquilo que o sofrimento tem nos dado. Eu posso viver a tribulação que for, mas em todo tempo me acompanha a mão poderosa de Deus. “A minha mão está te acompanhando em todo tempo com a minha benção” diz o Senhor.

Transcrição e adaptação: Fernanda Soares

Adquira essa pregação pelo telefone (12) 3186-2600

contribuicaocn1


Padre Fábio Camargos


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo