Não podemos oferecer a Deus algo que não custe nada

Não podemos oferecer a Deus algo que não custe nada

Materia---P---269x329

Padre Fábio Camargos – Foto: Wesley Almeida\cancaonova.com

Queremos rezar com poder, como pessoas avivadas pelo Espírito Santo. Quando nos dispomos a viver de forma concreta com o Senhor, Ele nos dá o Espírito Santo. A oração não tem nada a ver com palavras mágicas, secretas. A oração tem a ver com estar diante de Deus para adorá-lo.

Oração tem a ver com estar no esconderijo, na intimidade com o Senhor. Mas se o irmão tem algo contra nós, como o evangelho nos pede, precisamos deixar nossa oferta ali no altar, nos reconciliarmos e voltarmos com o coração para o Senhor.

Muitas pessoas vão diante de |Deus com a vida estropiada e como se nada tivesse acontecido. Marido e esposa que comungam sem conversar um com o outro, irmãos que não conversam. Como você pode ir ao altar de Deus e continuar com a vida imunda?

Ornã disse a Davi: Tome-a, pois, o meu senhor e rei, e faça o que lhe parecer bom! Aqui tens os bois para o holocausto, e o carro e o jugo dos bois para lenha. O servo de meu senhor e rei, dá-lhe tudo. E Ornã ajuntou: Que o Senhor, teu Deus, te seja propício! Não assim, disse o rei; mas pagar-te-ei o seu justo valor. Não oferecerei ao Senhor, meu Deus, holocaustos que não me tenham custado nada. E Davi comprou a eira e os bois por cinqüenta siclos de prata. Levantou ali um altar ao Senhor, e ofereceu sobre ele holocaustos e sacrifícios pacíficos. O Senhor compadeceu-se da terra, e cessou o flagelo que assolava Israel. (II Samuel 24, 22)

Veja tamanho arrependimento de Davi depois de cair em si e tomar consciência de seu pecado. Chega a ponto de afirmar: “Não vou oferecer a Deus um sacrifício que não me custe nada”.

No evangelho diz que se o irmão tem algo contra você que você vá ao irmão se resolver, veja bem que não é se você tem algo contra ele, mas se ele tem contra você. Reconciliar custa? Então ofereça a Deus.

“Quanto aos tempos e momentos, não precisais que vos escrevamos mais. Vós mesmos sabeis, perfeitamente, que o dia do Senhor vem como um ladrão”

Você que reza e não tem o coração como o de Davi, disposto a oferecer muito a Deus, cuidado! A pessoa quer todos os tesouros das mãos de Deus, mas não quer se comprometer. Cuidado, quando a tribulação cair sobre você.

Missa no Santuário do Pai das misericórdias - Foto: Wesley Almeida\cancaonova.com

Missa no Santuário do Pai das misericórdias – Foto: Wesley Almeida\cancaonova.com

Quando você levar sua oferta ao altar, leve a Deus algo que te custe muito! Muita gente com o pretexto de silêncio de Maria está vivendo, na verdade, é a indiferença.

As pessoas evitam resolver problemas, mas cristãos não vivem assim. Precisamos falar, não deixar as coisas entulhadas dentro de nós, mas dizer aos outros se há algo no relacionamento com as pessoas e não vai bem. Não podemos desembanhar a espada justiceira e acertar a todos, mas devemos viver a verdade, a transparência com caridade.

A oração poderosa tem a ver com coração puro, disponível para que Deus haja.

Não podemos oferecer a Deus algo que não custe nada. O que ele está pedindo a você? Perdão?

Quantas vezes nos aproximamos do altar indignos de receber o Senhor? Não queiramos mais oferecer a Deus um sacrifício que não custe nada.

 


Padre Fábio Camargos


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo