Entenda o real sentido do Natal

Missa com Padre José Augusto - 269x329

Padre José Augusto. Foto: Arquivo CN

É preciso entender o real sentido do Natal

Hoje nós entramos no mistério do Natal. Na verdade é o mistério do nascimento de Jesus e nós precisamos entender o motivo de tudo isso. Por que Ele teve de nascer? Você já fez essa pergunta? Para quê Ele teve que nascer? Pois, imaginem meus irmãos, Deus nascer? Deus não nasce, porque Ele é o criador. Não teve o dia marcado na eternidade que o Pai nasceu e foi gerado. Deus não nasce; nós nascemos, porque nós somos criados.

Mas no próximo dia 24, vamos celebrar os 2017 anos do nascimento de Deus. A liturgia de hoje nos fala sobre isso. O salmo diz: “o Rei da glória é o Senhor onipotente, abri as portas para que Ele possa entrar”. O salmo está se referindo ao mistério do Natal. É preciso que Jesus entre nesse mundo. Deus não estava nesse mundo. Quando Adão e Eva pecaram no paraíso foram banidos do mundo.

O mundo ficou sem Deus, porque o homem se afastou de Deus. Quando o homem peca, Deus se afasta. Deus precisa entrar novamente, mas como Ele vai entrar? A porta para Deus entrar é por meio de uma virgem que foi Maria. Um anjo foi enviado até a Virgem Maria para anunciar que ela foi a escolhida.

Entenda o significado do Natal

Esse é o mistério do Natal, que começa com a virgem escolhida, que é Maria. O outro mistério é que ela será mãe de Deus, o Salvador. O homem, não aceitando que ela seja a mãe de Deus, não vai tirar o mérito dela ser a mãe do salvador, porque ela é. Maria pergunta como que isso aconteceria, pois ela não conhecia homem nenhum. Ela estava prometida a casamento a um homem chamado José, mas eles não moravam juntos. E o anjo disse: “o Espírito Santo descerá sobre ti e a sombra do Altíssimo te envolverá.” Deus é concebido sem o auxílio de outro homem, mas do próprio Deus. Ela não precisou de um espermatozóide.
Depois da anunciação e do Sim de Maria, ela ficou grávida de Jesus. Agora, Ele está conosco. A Virgem Maria se sujeitou a ser como nós, mas por quê? Por que será que Deus quis ter carne e osso como nós? Pois Deus é Espírito, Ele não tem carne.

Missa com Padre José Augusto - 595x420

“Não posso me achar salvo, preciso continuar lutando” (Padre José Augusto). Foto: Arquivo CN

Ao ficar grávida, ela foi para a casa de sua prima Isabel para cuidar dela que já estava grávida há seis meses. Maria ficou lá alguns meses e ao voltar para sua casa, já dava para ver a sua barriguinha. Quando José viu aquela barriga ele pensou: “ela me traiu”. Naquela época tinha uma lei que dizia que a mulher que traía o marido precisava ser apedrejada e José decidiu abandoná-la em segredo para que ela não sofresse essa pena. Ao dormir o anjo explicou para ele que a gravidez era obra do Espírito Santo.

Então meus irmãos aqui é o ponto fundamental de nós irmos para o natal dia 24 a noite, para agradecermos ao menino Jesus por ter vindo ao mundo para nos salvar, nos tirar o pecado. Tem gente que vai para agradecer um carro que ganhou, outros vão para agradecer uma cura que recebeu, pode fazer isso? Sim, mas é muito mais do que isso.

Deus está conosco para nos defender da ira de Deus porque ele é o eterno advogado, ele se coloca ao nosso lado para dizer ao pai: “Pai não deixa o padre José Augusto ir para a morte”, pois o salário do pecado é a morte, mas que morte? É a morte eterna, pois depois que passarmos por essa morte terrena passaremos por um julgamento e aquele que morreu em pecado mortal vai para a segunda morte.

Jesus morreu na cruz para nos salvar

Na morte de cruz, Jesus pede perdão a Deus pelos nossos pecados para não sermos condenados para a morte eterna. Você já percebeu que tudo que vamos fazer de errado, Deus diz: “não faça”, nos alertando para não nos perdermos? Dá a impressão de que Deus é mau, mas Ele não é mau, Ele é justo.

A segunda morte depende de nós, depende de como nós vamos viver, depende da resposta que vamos dar. Tem gente que não muda, tem gente que muda, então é preciso entender que precisa-se lutar. Espero que todos que estão aqui mudem para melhor.

No dia 24, preciso chegar naquela manjedoura e dizer: “obrigado Senhor, pelos 2017 anos nessa Terra, pois o Senhor morreu por mim. Tem muitas coisas que não consegui mudar, misericórdia Senhor, mas parabéns para o Senhor nessa data querida.” Ainda tem muita coisa que eu preciso melhorar, estou lutando e peço a Deus que Ele tenha misericórdia de mim.

O que as pessoas dizem de você? Não é que nós devemos prestar conta para as pessoas, pois nós só prestaremos conta para Deus. Mas, será que o que as pessoas dizem não é verdade? Precisamos melhorar, pois Jesus nasceu para nos salvar do pecado. Eu preciso ser melhor. Portanto, no dia 24 de Dezembro, celebraremos o nascimento do menino Jesus e O agradeceremos por nos ter salvado, mas dizendo: “Senhor, eu preciso melhorar”.

Leia mais:

:: Preparai o caminho do Senhor


Transcrição e adaptação: Fernanda Zapparoli

Assista essa pregação pelo Canção Nova Play

contribuicaocn1


Padre José Augusto


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo