Quem tem fome de justiça será saciado

O Senhor nos retira do sofrimento, intervém em favor dos fracos, dos pobres, daqueles que têm sede e fome de justiça

Márcio Mendes. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Márcio Mendes. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A Palavra de Deus é comparada com uma luz que nos ajuda a pensar, tomar decisões; age como o bálsamo que nos consola. Por isso, é muito importante que continuemos, nestes dias, com o espírito da Semana Santa.

A Palavra meditada está em Lucas 16,19-31: “Havia um homem rico, que se vestia com roupas finas e elegantes e dava festas esplêndidas todos os dias. Um pobre, chamado Lázaro, cheio de feridas, ficava sentado no chão junto à porta do rico. Queria matar a fome com as sobras que caíam da mesa do rico, mas, em vez disso, os cães vinham lamber suas feridas. Quando o pobre morreu, os anjos o levaram para junto de Abraão. Morreu também o rico e foi enterrado. Na região dos mortos, no meio dos tormentos, o rico levantou os olhos e viu de longe Abraão, com Lázaro ao seu lado. Então gritou: ‘Pai Abraão, tem compaixão de mim! Manda Lázaro molhar a ponta do dedo para me refrescar a língua, porque sofro muito nestas chamas’. Mas Abraão respondeu: ‘Filho, lembra- te de que durante a vida recebeste teus bens e Lázaro, por sua vez, seus males. Agora, porém, ele encontra aqui consolo e tu és atormentado. Além disso, há um grande abismo entre nós: por mais que alguém desejasse, não poderia passar daqui para junto de vós, e nem os daí poderiam atravessar até nós’. O rico insistiu: ‘Pai, eu te suplico, manda então Lázaro à casa de meu pai, porque eu tenho cinco irmãos. Que ele os avise, para que não venham também eles para este lugar de tormento’. Mas Abraão respondeu: ‘Eles têm Moisés e os Profetas! Que os escutem!’ O rico insistiu: ‘Não, Pai Abraão. Mas se alguém dentre os mortos for até eles, certamente vão se converter’. Abraão, porém, lhe disse:‘ Se não escutam a Moisés, nem aos Profetas, mesmo se alguém ressuscitar dos mortos, não acreditarão’”.

Nós, muitas vezes, não acreditamos que o nosso sofrimento encontre consolo em Deus. No decorrer de nossa vida, o Senhor nos retira do sofrimento, intervém em favor dos fracos, dos pobres e daqueles que têm sede e fome de justiça.

Se você tem enfrentado uma injustiça, precisa ter fé, porque onde não há confiança corremos o risco de perder a vitória. A Palavra de Deus é verdadeira e nunca falha!

Onde entra a força bruta, as forças humanas, o Espírito Santo se retira. Já dizia São Paulo: “Na fraqueza, aparece a força de Deus!”.

Você acredita que o Senhor virá em seu socorro?

Pode ser que o Senhor o atenda hoje, amanhã ou depois. Mas, muitas pessoas têm dificuldade de acreditar que Deus lhes fará justiça.

Se repararmos, várias homens das Sagradas Escrituras eram poderosos. Davi e Salomão, por exemplo, tinham riquezas e sabedorias, e isso não foi problema para eles.

Nossa Senhora dizia que “Deus derruba os poderosos de seus tronos”. E como isso acontece? Deus os deixa sós, ficam somente com suas riquezas e vão inflando como uma bolha de sabão; e basta apenas um sobro de vento, para ela estourar.

Muitas pessoas com dinheiro estão angustiadas, porque uma pequena mudança social faz com elas percam tudo na vida. Porém, um dia, voltaremos para Deus como chegamos a este mundo: sem nada! O caixão não tem gaveta, não levaremos nada do que conquistamos aqui para a eternidade. Levaremos conosco apenas as boas ações.

Deus nos pedirá conta de todo bem que poderíamos ter feito a alguém e não o fizemos. A injustiça se separará da justiça no final, e quem viveu uma vida injusta não poderá estar junto daqueles que viveram justamente.

Você erra?

Todos nós erramos. É preciso sabedoria para vermos a presença de Deus em tudo! Ele está agindo  na situação difícil que você tem vivenciado.

É fácil ver Deus agindo quando nos é concedido exatamente o que pedimos a Ele. Entretanto, Ele não está sempre a fazer a nossa vontade, tudo do modo que queremos. Em grande parte da nossa vida, o Senhor nos guia em meio aos sofrimentos.

Peregrinos participam do "Acampamento Semana Santa" na Canção Nova. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Peregrinos participam do “Acampamento Semana Santa” na Canção Nova. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Por que Deus nos governa nas pressões terríveis?

Em primeiro lugar, essas situações nos revelam muitas coisas. Só quem está no meio da humilhação experimenta a presença de Nosso Senhor. Com as dificuldades, Deus nos faz crescer e entender que está a nosso favor. A nossa confiança deve estar n’Ele, porque é mais forte que o nosso pecado, que a morte e o inimigo.

Enfrente o momento de prova com fé e confiança em Deus, isso servirá para experimentar como Ele o ama e é suficiente para livrá-lo dessa situação. Os que estão a sua volta verão o que Ele fez em seu favor, e aqueles que o odeiam ficarão escandalizados.

A força salvadora de Deus está em nós, mas somos “vasos de barro”, somos um vaso velho, mas dentro de nós há um tesouro incalculável. Deus está dentro de nós, porque Ele carrega em Seus braços não o forte, mas o fraco; não o santo, mas o pecador!

E quem Jesus pega no colo?

Jesus pega no colo a “ovelha” perdida e teimosa, que insiste no caminho errado.

A dureza da vida nos faz ver como é belo estar inteiramente em Deus. Confie que, um dia, todas as suas orações serão multiplicadas pelas vezes em que foram pedidas e que receberá do Céu um grande prêmio.

Quem não se põe nas mãos de Deus, cai nas mãos do atormentador. O nosso lugar é nas mãos de Deus! A nossa vida não acaba quando o plano não dá certo. Se, dessa vez, não deu certo, Deus tem um plano melhor ainda!

Por que somos provados?

Porque estamos na escola da fé e, diante do que enfrentamos, a força de Deus só se manifesta quando a nossa acaba. Nunca seremos esquecidos e abandonados por Ele.

Sabe o que Cristo viu na cruz? Nada! Sentiu-se abandonado e fez a oração que nós não temos coragem: “Meu Deus, por que me abandonastes?”.

Talvez as pessoas que o odeiam estejam pensando: “Ele está acabado!”. O que elas menos imaginam é que Deus o levantará, pois há um tesouro muito valioso para você!

Ninguém pode retirar de nós a fé. Com ela, enfrentaremos qualquer dificuldade! Somos honrados pelo que Deus nos revela e não pelo sucesso desenfreado deste mundo.

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida

Adquira essa palestra pelo (12) 3186-2600

contribuicaocn1


Márcio Mendes


Missionário da Comunidade Canção Nova, teólogo e escritor

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo