Bethânia, Casa de Misericórdia

Bethânia é Casa de misericórdia e de hospedaria

Padre Vicente Foto: ArquivoCN/cancaonova.com

Padre Vicente Neto
Foto: ArquivoCN/cancaonova.com

Você é o alvo mais importante da misericórdia para o Senhor. Mesmo caído, humilhado pelas suas faltas e misérias, o Senhor olha para você como alguém privilegiado e diz: “Tem jeito, tem solução. Não desista, vá adiante! O mundo pode virar as costas para você, mas Eu jamais o abandonarei”.

Jesus deseja estar com você e com sua família em todas as situações. O maior erro que você comete é fixar seus olhos em seus próprios pecados, pois se esquece de que há um Deus que acredita em você e espera que tenha a coragem de levantar-se e recomeçar. O Senhor quer fazer do seu coração morada da misericórdia!

Abra sua Bíblia no Evangelho de Lucas 10,25 ss:

“Levantou-se um doutor da lei e, para pô-lo à prova, perguntou: Mestre, que devo fazer para possuir a vida eterna? Disse-lhe Jesus: Que está escrito na lei? Como é que lês? Respondeu ele: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu pensamento (Dt 6,5); e a teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18). Falou-lhe Jesus: Respondeste bem; faze isto e viverás. Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: E quem é o meu próximo? Jesus então contou: Um homem descia de Jerusalém a Jericó, e caiu nas mãos de ladrões, que o despojaram; e depois de o terem maltratado com muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o meio morto. Por acaso desceu pelo mesmo caminho um sacerdote, viu-o e passou adiante. Igualmente um levita, chegando àquele lugar, viu-o e passou também adiante. Mas um samaritano que viajava, chegando àquele lugar, viu-o e moveu-se de compaixão. Aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; colocou-o sobre a sua própria montaria e levou-o a uma hospedaria e tratou dele …”

O Evangelho nos resgata e gera em nós homens novos, que precisam ser forjados na Sua misericórdia. Olhar para esse Evangelho nos ajuda a descobrir os contornos de Bethânia, casa de misericórdia.

Quando vamos visitar uma casa, uma construção ou casarões antigos, Igrejas e museus, ficamos curiosos para saber o que há dentro deles. Ao chegarmos, temos vontade de olhar tudo, e assim acontece também em Betânia. Se você observar, Bethânia foi pedagogicamente planejado por padre Léo. O convite de Deus é que você entre nessa casa de misericórdia e conheça os detalhes, os contornos.

Bethânia significa, literalmente, “casa”, casa do miserável. E casa, por si só, é acolhimento, é lugar para receber. Mas receber quem? Essa casa que é feita para aqueles que não têm ninguém por eles, aqueles que sabem que Deus é o Salvador, o Cuidador dos que não tem nada, é Aquele que tem o Seu olhar voltado para as misérias. Isso é casa da misericórdia na sua raiz!

A parábola do Bom Samaritano mostra a misericórdia na sua essência. Misericórdia de cura da indiferença, da autossuficiência e insensibilidade. Ser misericordioso é quebrar todo egoísmo e voltar o coração para o outro, pois vivemos num tempo de fechamento muito grande, onde somos educados a pensar primeiro em nós mesmos; segundo, em nós mesmos; terceiro, em nós mesmos; e se sobrar um pouquinho, pensamos no outro.

Talvez a pergunta que você faça hoje para o Senhor seja: “Senhor, o que eu preciso fazer para ser feliz?” Precisa amar a Deus sobre todas as coisas! E hoje, domingo, dia do Senhor, podemos perguntar: “O Senhor é o primeiro na minha vida ou tenho o coração dividido?”. Deus tem de estar acima de tudo. Enquanto você não estabelecer a hierarquia e não colocar o Senhor em primeiro lugar, dando a cada coisa o seu peso, você continuará sendo um escravo, um idólatra.

O mandamento diz: “Amar a Deus sobre todas as coisas”. Mas se não deixarmos de querer ser o centro do mundo para sentir a dor do outro, se não nos colocarmos no lugar do outro, vamos nos fechando em nós mesmos; por isso, em nossas famílias, vivemos um desajuste tão grande.

O grande dilema das nossas famílias é que estão deixando de ser família para ser “fam- ilhas”, cada um dentro do seu mundinho, ilhado em si mesmo. Em quantas casas o celular já agravou ainda mais a ausência do diálogo entre esposos! Pois muitos casais conversam muito mais pelo virtual do que olho no olho, porque não precisam se encarar, e assim é mais fácil, pelo virtual. Mas a misericórdia quebra em nós essa insensibilidade.

Somos chamados a ser hospedaria

A palavra diz que o samaritano levou aquele homem para a hospedaria e cuidou de suas feridas. Jesus é o Bom Samaritano que passa para curar nossas feridas, e a Igreja é a hospedaria onde Jesus leva cada um para ser cuidado. Papa Francisco diz que a Igreja precisa ser um hospital de campanha, pois são muitos os feridos na estrada.

Aqueles que vêm até nós (Comunidade Bethânia) são os que estão vivendo em situações precárias, nas cracolândias da vida. Ah, se eles soubessem que esse dinheiro o demônio da com a mão e tira com o rabo! É por isso que os nossos filhos estão pelo meio da estrada. É preciso que Jesus, O Bom Samaritano, venha com compaixão, dando de Si, para acolher esses filhos.

Método da misericórdia

Método vem do grego que significa “caminho”. O método misericordioso de Jesus é para aqueles que estão caídos à beira do caminho, e Ele faz isso com cada um de nós.

O que fazemos com os nossos filhos em Bethânia é um método de cura interior, por causa de tantas machucaduras e más escolhas. Em Bethânia, esse Bom Samaritano é Jesus, que passa por cada consagrado da comunidade, que é chamado por Deus a servir em Betânia e exercer o método da misericórdia.É esse método que aprendemos com padre Léo, que aprendeu com Jesus.

Leia mais:
:: Deus nos quer semeadores e intercessores
::Papa Francisco e o Ano da Misericórdia
:: Consagrados, sinal da misericórdia de Deus no mundo

Não olhe de longe, aproxime-se como Jesus fez. É Ele quem trata as feridas e, para isso, usando de nós. Somos chamados a aplacar as dores dos nossos filhos e filhas.
Os consagrados são chamados a ser “pais e mães”, pois há um vazio muito grande em nosso filhos, por causa de suas histórias. Eles experimentam o poder que tem essas palavras “pai e mãe”.

O Evangelho continua dizendo que o Bom Samaritano leva aquela pessoa para a hospedaria, e assim é Bethânia, leva os seus filhos para a hospedaria. Somos chamados a amar, acolher e ser misericórdia.  Somente sendo misericórdia faremos a diferença nesse mundo!

Bethânia é uma profecia para o mundo de hoje.

Transcrição e adaptação: Claudia Lima

Adquira essa pregação pelo telefone (12) 3186-2600


Padre Vicente Neto


Sacerdote da Comunidade Bethânia

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo