Confiar só em Deus

Bendito é aquele que confia em Deus

ConfiarsoemDeus

Padre Anderson. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

A primeira quinta-feira do tempo da Quaresma, tinha o mesmo refrão deste salmo de hoje e eu falava sobre a felicidade que Deus oferece e a felicidade que o mundo nos oferece.

Muitos, neste tempo, estabelecem metas a serem alcançadas, fazem jejum, fazem penitências, o que não é ruim. Mas, para não nos perdermos no caminho, precisamos traçar um caminho a seguir.

Devo não apenas fazer coisas, pois tudo isso sem uma direção a seguir não vai me levar a lugar algum. O percurso de Quaresma é trilhar um caminho que me leva ao céu, preciso voltar o meu olhar para o céu e para lá caminhar.

O salmista nos diz como ser feliz, simples: “É feliz quem a Deus se confia!”. Para ser feliz preciso confiar em Deus, mas confiar em Deus não é simples.

Aqueles que não confiam em Deus: “Maldito o homem que confia em outro homem, que da carne faz o seu apoio e cujo coração vive distante do Senhor!” (Jeremias 17,5). Esse maldito significa que é melhor que não tivesse existido. Os que não confiam em Deus, não querem ser feliz. Maldito o homem que confia nas coisas que passam. É uma palavra dura, mas é só para aquele que não quer ser feliz. Você quer ser maldito? Onde é que você tem colocado sua confiança? Você tem confiado em quem ou em que?

Por outro lado, bendito o homem que confia no Senhor, cuja esperança é o Senhor. Maldito quem confia no carro que tem, no auge que chegou na sua vida. Se você está confiando no lugar onde chegou, maldito, seria melhor que você não tivesse existido. Mas, bendito aquele cuja esperança é o Senhor, a minha esperança não está, simplesmente, no Senhor, a minha esperança é o Senhor.

Se eu quero ser feliz eu confio a minha vida no Senhor, espero tudo que Ele tem para me dar. E o que Ele tem para nos dar é Ele mesmo, é Ele que se doa a cada um de nós. Bendito é aquele que o Senhor olha e diz: “Vem logo para mim!Vem, bendito que confiou em mim!”.

A quem você tem confiado os seus problemas?

A quem você tem confiado aquilo que te inquieta? Bendito aquele que espera o Senhor! Aquele que confia no Senhor, primeiro, tem a sua identidade bem clara, sabe quem é. Segundo, tem valores que não passam, valores imperecíveis, valores que direcionam a sua vida. E terceiro, rege a sua vida.

“Naquele tempo, disse Jesus aos fariseus: “Havia um homem rico que se vestia de púrpura e linho finíssimo, e que todos os dias se banqueteava e se regalava. Havia também um mendigo, por nome Lázaro, todo coberto de chagas, que estava deitado à porta do rico” (Lucas 16, 19-20). O rico não tem nome, o pobre tem um nome, Lázaro. Quem confia no Senhor tem sua identidade, não pelas coisas que tem, mas por aquilo que ele é. O mundo conhece você pelas coisas que faz, pelo cargo que ocupa, pelo dinheiro que você tem.

O pobre não é apenas existencial, ou financeiro, o pobre é quem dá espaço para Deus dentro de si. Quem não é pobre, não tem tempo para Deus. Quem confia no Senhor não espera aplausos, não espera status. Quem confia no Senhor tem um nome e sabe muito quem é. Ninguém se descobre fora de Deus, só vamos descobrir o que somos no Senhor, porque quem busca sua identidade fora de Deus, constrói uma identidade falsa.

É Deus quem revela a sua identidade. Quem confia no Senhor não tem sua identidade pelo cargo que ocupa. A primeira coisa que Deus faz quando você confia Nele é dizer quem você é. Lázaro, mesmo sendo pobre, quis ser feliz, quis confiar em Deus. Somente no inferno, no mundo dos mortos que o rico reconheceu o que ele era.

“Abraão, porém, replicou: ‘Filho, lembra-te de que recebeste teus bens em vida, mas Lázaro, males; por isso ele agora aqui é consolado, mas tu estás em tormento” (Lucas 16, 25). Não queira ir para lá, queira confiar em Deus hoje. O rico recebeu os bens durante a vida e depois tormento. Quais são os valores que temos na vida?

Confiarsoem_Deus

“Se eu quero ser feliz eu confio a minha vida no Senhor, espero tudo que Ele tem para me dar” (padre Anderson). Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Hoje, existe uma verdadeira inversão de valores, pelo simples fato de querem matar Deus

Quantas pessoas querem riquezas, o carro, a casa dos sonhos. Lázaro preservou no coração os verdadeiros valores, não deixou que os valores se invertessem. Não são as coisas que conquistamos que nos fazem caminhar, mas as coisas que recebemos de Deus, pois tudo é graça, todos os outros bens somem, se perdem.

Se eu tenho valores como a família, a vida, o casamento, a educação dos meus filhos, o respeito aos meus pais, se tenho esses valores, eles vão permanecer em mim. Os valores que eu deixo no meu coração, não passam. O que temos cultivado no coração? Se queremos ser benditos, o Senhor nos mostra os verdadeiros valores que não passam. Não queira galgar riquezas, queira galgar o céu, foi para isso que fomos criados.

“O rico disse: ‘Rogo-te então, pai, que mandes Lázaro à casa de meu pai, pois tenho cinco irmãos, para lhes testemunhar, que não aconteça virem também eles parar neste lugar de tormentos’. Abraão respondeu: ‘Eles lá têm Moisés e os profetas; ouçam-nos!’ O rico replicou: ‘Não, pai Abraão; mas se for a eles algum dos mortos, arrepender-se-ão’. Abraão respondeu-lhe: ‘Se não ouvirem a Moisés e aos profetas, tampouco se deixarão convencer, ainda que ressuscite algum dos mortos’” (Lucas 16, 27-31).

Quem confia no Senhor tem um nome, quem confia no Senhor não confia nos bens que conquista e se deixa reger pelo Senhor. Se não me deixo reger pelas coisas de Deus, vou ser regido por qualquer maestro, minha vida vai ser uma verdadeira desafinação, a minha vida vai ser falida. O que Deus prometeu a mim e a você? Ele não nos prometeu vida tranquila. O meu negócio não é com quem está deitado em uma rede é com quem está pregado em uma cruz.

O rico não se deixou ser conduzido pela Palavra de Deus, mas Lázaro sim. Não permita que o mundo diga a você quem você não é! Se eu tiro Deus, eu me coloco no lugar de Deus. Se eu tiro Deus que é Pai, perco minha identidade de filho. Os valores que temos no coração, esses é que nos levam para o céu. Mas, para isso é preciso deixar que Deus seja o regente da nossa vida, basta cultivar os valores que Deus mesmo coloca no seu coração e deixar que aquilo que passa, passe. É preciso deixar que Deus conduza nossa vida pela Sua Palavra, pela Sua misericórdia. É ter a coragem de confiar somente em Deus, na situação da sua vida hoje, nas dificuldades, nos problemas.

Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE (12) 3186-2600


Padre Anderson Marçal


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo