Libertos de toda vaidade

Vaidade é quando nós não temos Deus como nosso refúgio

Padre Anderson Marçal Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Padre Anderson Marçal Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

“Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós.” (Sl 89) Muito providencial esse Salmo diante dos tempos que estamos vivendo. Mas o que é refúgio? É um lugar onde podemos nos sentir seguros. Quando o salmista diz: “Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós” (Sl 89), ele está dizendo que nós não nos bastamos, não conseguimos nos esconder nem nos fazer desaparecer em qualquer momento. Quando Ele diz isso, fala que precisamos de Deus para nos esconder, para nos proteger.
Hoje, tudo nos expõe. Em tempos de redes sociais, tudo é exposto. Dentro desse mundo de pessoas que querem aparecer, cantar esse Salmo é ir contra a cultura atual, pois pedimos a Deus que nos esconda.

Vaidade é quando nós não temos Deus como nosso refúgio, quando nos deixamos levar para aquilo que nos mostra, deixamo-nos aparecer ainda mais. É um veneno que nos mata aos poucos. Se nós deixamos crescer a vaidade em nós, vamos morrendo aos poucos, pois não vivemos o que o Salmista está nos dizendo.

Se vivemos a vaidade, não vivemos o que o salmista nos diz, pois não precisamos nos esconder em Deus. Quem é o vaidoso? Continua o Eclesiastes dizendo: “O sol se levanta, o sol se deita, apressando-se para voltar a seu lugar, donde novamente torna a levantar-se. Dirigindo-se para o sul e voltando para o norte, ora para cá, ora para lá, vai soprando o vento, para retomar novamente o seu curso. Todos os rios correm para o mar, e contudo o mar não transborda; voltam ao lugar de onde saíram para tornarem a correr. Tudo é penoso, difícil para o homem explicar” (Eclo 1,5-8).

"Todos nós temos um pouco de vaidade" Padre Anderson Marçal. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

“Todos nós temos um pouco de vaidade” Padre Anderson Marçal. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Primeira característica

Vaidoso é aquele que quer explicar o inexplicável, porque quem explica quer ter domínio de tudo. Por isso, o Eclesiastes diz que ‘vaidade das vaidades! Tudo é vaidade” (Eclo 1,2). Ele tem resposta para tudo.

Segunda característica

“O que foi será; o que aconteceu, aconteceu: não há nada de novo debaixo do sol” (Eclo 1,9-10).

O vaidoso é fofoqueiro. Ele quer ter o gozo espiritual de ser o primeiro a dar a notícia. Ele quer ter o poder da novidade. Outras vezes, ele é aquele que descobre as coisas para poder lucrar com as descobertas. Quem é vaidoso quer dominar todas as novidades.

Terceira característica

“Eu mandei degolar João. Quem é esse homem, sobre quem ouço falar essas coisas?” E procurava ver Jesus” (Lc 9,9). Herodes não procurava Jesus para se converter, mas sim para O dominar. A pior característica é querer dominar Deus. Esse é o vaidoso que reza, mas, em nenhum momento, diz: “Que seja feita Sua vontade”.

O vaidoso se rebela contra Deus quando não consegue se livrar dos próprios problemas. Ele não consegue se colocar de pé para combater contra seus próprios problemas.

A vaidade é a pior erva daninha que podemos ter em nosso coração, pois ela nasce e cresce sem que percebamos. Hoje, qualquer um pode gravar um vídeo e ele se tornar viral. O vaidoso quer ser aplaudido.

Leia mais:
:: O tempo de Deus é agora
:: O dom da cura
::Papa Francisco e o Ano da Misericórdia

De vaidoso todos nós temos um pouquinho. Quem nunca quis ser aplaudido? Quem nunca quis explicar tudo? Quem nunca quis dominar Deus naquilo que pediu e não foi ouvido? Todos nós temos um pouco de vaidade.

Mas o que Deus nos pede é que busquemos n’Ele nosso refúgio. Sede, Senhor, nosso refúgio, pois a cruz nos pesa demais. Estamos sendo expostos, então, esconda-nos, proteja-nos, Senhor.

O vaidoso sempre vai pedir algo na certeza de que vai receber um ‘sim’, pois ele tem a certeza de que dominará Deus. Não sejamos vaidosos, mas tenhamos clareza. A melhor forma de lutarmos contra a vaidade é nos mantermos em Deus.

Transcrição e adaptação: Regiane Calixto

Assista essa pregação pelo cancaonova.com/play


Padre Anderson Marçal


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo