Não coloque ídolos no lugar de Deus

A aliança de Deus conosco é de amor

Padre Anderson Marçal. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Padre Anderson Marçal. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Há duas palavras que nós poderíamos resumir toda a Bíblia. Para o Antigo Testamento, a palavra “aliança”; para o Novo Testamento, “amor”.

Sabe aquele momento em que você pensa que Deus sumiu? O Salmo de hoje lhe responde: “O Senhor se lembra sempre da Aliança!” (Sl 104).

Nós ouvimos, na primeira leitura, a história de Abrão, quando Deus vai ao encontro dele. O Senhor lhe disse: “Eis a minha aliança contigo: tu serás pai de uma multidão de nações. Já não te chamarás Abrão, mas o teu nome será Abraão, porque farei de ti o pai de uma multidão de nações” (Gn 17,4-5). Depois, Ele termina dizendo: “Guarda a minha aliança, tu e a tua descendência para sempre”. (Gn 17,9)

Fui pesquisar no dicionário o que significa a palavra “aliança”: o que une duas partes sem a introdução de uma terceira parte. Deus quer fazer uma aliança comigo e com você. Para que sejamos fiéis à Sua aliança conosco, não podemos permitir uma terceira parte entre nós. A aliança de Deus conosco é de amor, não de interesses.

Como está a sua aliança com Deus? Se a palavra “aliança” significa aquilo que une as duas partes sem a entrada de uma terceira, como está a sua aliança com Ele? Para sabermos responder essa pergunta, precisamos ir ao Evangelho.

“Se alguém guardar a minha palavra, jamais verá a morte.” (Jo 8,51) Para sabermos como está nossa aliança com Deus, a primeira pergunta que temos de fazer é: “Eu tenho guardado a Palavra de Deus?”. Tudo que Ele espera de nós está na Sua Palavra. Guardar a Palavra significa colocá-la em prática, não guardar no bolso, mas fazer o que está escrito na Sagrada Escritura.

Guardar a Palavra de Deus

A primeira coisa para vermos se estamos fortalecendo nossa aliança com Deus, é verificar se estamos guardando Sua Palavra. Muitas vezes, ficamos sem saber o que fazer, mas a Palavra de Deus nos guia.

O ladrão quer roubar nossa alma e zombar de Deus, mas para não sermos roubados, a primeira coisa que temos de fazer é ter a Palavra como luz para nos guiar.

Seria interessante se percorrêssemos a Bíblia e víssemos quantas perguntas foram respondidas! Eu digo que todas, pois Deus revela toda a verdade que gostaríamos que ficassem escondidas.

Guardar a Palavra de Deus é fortalecer a aliança com Ele, para não sermos roubados por um terceiro. Se quisermos fortalecer essa aliança de amor que Deus fez com os antigos profetas, precisamos colocá-la em prática.

No primeiro domingo da Quaresma, o diabo tentou Jesus ao usar a Palavra de Deus. Quantos católicos se vendem, porque usam da Palavra de Deus sem conhecimento! Se não a conhecermos, seremos roubados de Deus.

"A aliança de Deus conosco é uma aliança de amor, não de interesses" Padre Anderson Marçal. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

“A aliança de Deus conosco é uma aliança de amor, não de interesses” Padre Anderson Marçal. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Conhecer a Deus

A segunda coisa para fortalecermos a aliança com o Senhor é conhecê-Lo. “Se glorifico a mim mesmo, minha glória não vale nada. Quem me glorifica é o Pai, aquele que vós dizeis ser o vosso Deus. No entanto, não o conheceis. Mas eu o conheço e, se dissesse que não o conheço, seria um mentiroso, como vós! Mas eu o conheço e guardo a sua palavra. Vosso pai Abraão exultou, por ver o meu dia; ele o viu, e alegrou-se.” (Jo 8,54-56)

Quem não conhece Deus cria ídolos e deixa que, nessa aliança com Ele, entre uma terceira parte. Se não conhecermos Deus, Ele passará despercebido por nós. O Senhor nos visita, muitas vezes, no momento de dor, mas se não O conhecermos, não perceberemos Sua presença. Se não O conhecermos, sempre perguntaremos: “Onde Deus está?”. Se não O conhecermos, Ele passará em nossa vida e estaremos preocupados com os cachorros. Deus vai passar em nossa vida e estaremos preocupados com as coisa que passam.

Quem não conhece Deus cria ídolos, mas quando o conhecemos, fortalecemos a aliança com Ele e não permitimos que um ídolo se ponha entre nós.

Leia mais:

:: É agora o momento favorável, é agora o dia da salvação
:: “Não recebas em vão a graça de Deus” (2 Cor,6,1)

Assumir Deus como Senhor da sua vida

A terceira coisa para fortalecermos a aliança com o Deus é assumirmos que Jesus é o Senhor.

“Em verdade, em verdade vos digo, antes que Abraão existisse, eu sou.” (Jo 8,58)

Temos de guardar a Palavra, conhecer esse Deus e assumir que Jesus é o Rei de nossa vida. Se não fizermos isso, até teremos Deus em nossa vida, mas Ele não reinará em nós.

Transcrição e adaptação: Regiane Calixto

Adquira essa pregação pelo telefone (12) 3186-2600


Padre Anderson Marçal


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo