O amor de Deus nos conduz de volta

A dinâmica do amor de Deus diz que podemos voltar

OamordeDeusnosconduzdevolta

Padre Evandro. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A liturgia de hoje, na primeira leitura, continua o mesma tema que temos observado durante toda a Epifania, o tema do amor. Deus é amor!

Se Deus é amor, se esta manifestação de Deus não pode ser nada diferente de amor, devemos colocar nossa confiança em Deus, porque o amor não decepciona, vai sempre à frente, e o amor tem cuidado de nós. Não podemos temer, quem ama não teme, pois compreende que sua confiança está naquele que é amor.

Quando São João diz que Deus é amor, precisamos entender que Ele, sendo amor, nos ama e quando assumimos este amor, podemos fazer a passagem que nos é pedido. Se entendemos este amor, compreendemos que amamos, porque antes Deus nos amou. Se o amor faz parte das relações humanas é porque Deus, em Sua infinita misericórdia, nos amou primeiro.

“Aquele que ama a Deus, ame também o seu irmão” é um mandamento. Quem experimenta este amor, não pode ficar da mesma forma. É preciso dar um novo passo, colocando em prática o amor que recebemos de Deus, atitudes de fé, de esperança, de amor.

Por mais que não façamos as coisas exatamente como Deus quer, por causa da nossa humanidade, nos sentimos incomodados. Talvez, o condutor seja você para manifestar o amor que está em ti. É tempo da manifestação do amor de Deus que está em nós!

O_amordeDeusnosconduzdevolta

Fiéis participam da Santa Missa com padre Evandro na Quinta-feira de Adoração. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Esta manifestação de amor deve passar por mim e chegar ao meu irmão

Relevar é saber que mesmo quando as coisas não estão bem, continua-se juntos. Amor é cuidado, e esse amor que conseguimos expressar é só uma faísca do amor de Deus. Eu O amo quando observo Seus mandamentos. O que Deus quer na vida de cada um dos Seus filhos é que possamos ser canal, recebendo todo esse amor, que ofereçamos este amor àqueles que estão perto de nós.

O Salmo 71 diz que todas as nações vão adorar o Senhor, a verdadeira adoração é manifestar este amor para com Deus e a condição para ser um adorador é amar. Quando falamos de amor, de adoração, Deus e irmão, precisamos levar em conta que “esta é a vitória que venceu o mundo: a nossa fé.” Se queremos ter atitudes de amor, colocamos nossa fé em movimento.

Quando entendemos essas coisas fica mais fácil viver, fica mais fácil a convivência. O Espírito Santo nos ajuda, Deus misericordioso vem falar em nosso coração, dizer o que precisamos ouvir, nos lembrar aquilo que já sabemos. O Espírito Santo é nosso advogado, nos leva a experimentar a santidade.

Deus é Pai e só um pai consegue nos ajudar para que possamos ficar cada vez melhor. A dinâmica do amor de Deus diz que podemos voltar, Deus nos dá sempre uma nova chance.

Ouça música e trecho da oração feita durante homilia:

 

Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

contribuicaocn1


Padre Evandro Lima


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo