Os passos para o perdão

Os passos para o perdão

Padre Fernando Santa Maria prega na Quinta-feira de Adoração. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Padre Fernando Santa Maria prega na Quinta-feira de adoração e fala sobre os três passos para o perdão

Vou usar a pedagogia do tripé e citar três passos para o perdão. Isso, no entanto, não quer dizer que são somente três, mas sim os mais importantes. O primeiro passo é ir ao encontro do Senhor misericordioso. O segundo é ir ao encontro do irmão. O terceiro passo é querer perdoar sempre, mesmo doendo.

Ir ao encontro do Senhor é o 1° passo para o perdão.

Precisamos ir ao encontro d’Ele como discípulos. Perdoar não significa esquecer, porque, mesmo tomando a decisão de perdoar, lembramo-nos do que nos aconteceu, daquilo que nos machucou. Precisamos tomar a decisão de perdoar diariamente, pedindo essa graça ao Espírito Santo. Perdão é decisão.

O segundo passo para o perdão é ir ao encontro do irmão

Deus habita em nossos corações, Ele tudo vê e tudo sabe. Se eu dou o primeiro passo, que é ir ao encontro do Senhor, consigo ver a pessoa que me ofendeu como um irmão, um filho de Deus, e assim consigo perdoar. Ao darmos o perdão, não podemos olhar no defeito do irmão ou na situação que nos machucou, precisamos olhar para o Senhor e, pela fé, conseguir perdoar, ver em nossa frente alguém que precisa da misericórdia de Deus e da nossa.

Muitas vezes, não vamos ao encontro do irmão, porque, instintivamente, temos medo de sermos machucados novamente. Não podemos agir por instinto, mas por decisão; primeiro por Deus, depois pelo irmão.

Os passos para o perdão

O perdão não é um sentimento, é um decisão. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

O terceiro passo é perdoar sempre, mesmo que doa

Nosso Senhor Jesus Cristo não se cansa de nos perdoar, sempre com compaixão. Precisamos olhar com essa mesma compaixão os nossos irmãos. Às vezes, aquela dor vai demorar a passar, mas se você não perdoar, ela não vai passar. Você quer ser discípulo? Perdoe! Você quer ser perdoado? Perdoe! Não estou falando que é fácil, mas necessário.

Deus habita em nosso coração, e isso quer dizer que não estamos sozinhos. Se não conseguimos perdoar sozinhos, precisamos recorrer a Deus e pedir a graça por intermédio Espírito Santo. 


Padre Fernando Santamaria


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Facebook

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo