Deus escuta o teu clamor

A Palavra de Deus não descansa enquanto ela não germina na terra do seu coração.

Fábio Lira

Fábio Lira / Foto: Daniel Mafra

“Jesus partiu dali e retirou-se para os arredores de Tiro e Sidônia. E eis que uma cananeia, originária daquela terra, gritava: Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim! Minha filha está cruelmente atormentada por um demônio. Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Seus discípulos vieram a ele e lhe disseram com insistência: Despede-a, ela nos persegue com seus gritos. Jesus respondeu-lhes: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. Mas aquela mulher veio prostrar-se diante dele, dizendo: Senhor, ajuda-me! Jesus respondeu-lhe: Não convém jogar aos cachorrinhos o pão dos filhos. Certamente, Senhor, replicou-lhe ela; mas os cachorrinhos ao menos comem as migalhas que caem da mesa de seus donos. Disse-lhe, então, Jesus: Ó mulher, grande é tua fé! Seja-te feito como desejas. E na mesma hora sua filha ficou curada” (Mateus 15,21- 27).

A passagem bíblica conta a história de uma cananeia. Os cananeus não eram um povo escolhido, era um povo pagão, que tinha outros deuses. Havia um problema na casa daquela mulher. Ela era uma mãe e, quando uma mulher vê o seu filho doente, ela faz de tudo.

Talvez ela já havia levado aquela menina a muitos lugares, pedindo a cura aos deuses. E nada do demônio a deixar, então ela sobre que o Senhor Jesus ia passar por lá. Na Palavra está escrito que a menina ficou curada na mesma hora em que a mãe foi a Jesus. A Palavra nos remete ao “Kairos”, ao tempo da graça. Fico imaginando aquela mulher contando à vizinha que o Senhor Jesus iria passar por lá, pois certamente alguém a avisou.

Eu não sei o que você tem feito, mas eu sei que o seu dia – a sua graça  chegou! Talvez você já tenha tentado de tudo para conseguir essa graça, mas talvez não tenha tentado o Médico dos médicos. Você pode ter tentado ir a todos os médicos e pessoas para consegui-la, mas é Jesus de Nazaré quem tem a última palavra sobre a sua história.

Aquela mulher talvez tenha duvidado, questionado, mas algo em seu coração pode ter lhe soprado: “Hoje é o seu dia”. Com certeza, ela foi atrás do Senhor porque lhe contaram algo sobre Ele. Aquela mulher viu o Senhor e, certamente, começou a gritar: “Jesus, Filho de Davi, salve minha filha!”

Sabe por que Jesus não respondeu aquela mulher na hora em que ela O procurou? Porque Ele quer nos provar na oração e na fé. Quanto tempo você tem rezado pela conversão dos seus? Talvez você tenha desistido. Mas Deus quer provar a sua fé. Não se aflija se Ele não tem atendido o clamor da sua oração.

Meus amados, nós ainda não resistimos até o sangue, queremos um Deus imediatista. Santo Agostinho diz quer a oração é a força do homem e a fraqueza de Deus. Quando você ora e insiste com Deus, como aquela cananeia, Ele se derrete por você  e se compadece. Ele está à procura de pessoas que orem. Isso nos remete a Santa Mônica, ela orou mais de trinta anos pela conversão de Santo Agostinho, seu filho. Certa vez, ela procurou Santo Ambrósio por estar cansada de rezar, e ele mandou que ela continuasse rezando, e disse a ela: “Não é possível que um filho de tantas lágrimas se perca”.

Clamando por milagres

Fiéis participam do Acampamento “Clamando por Milagres” – Foto: Daniel Mafra

Santa Teresa de Jesus afirma: “Espera, ó minha alma, espera. Ignoras o dia e à hora. Vigia cuidadosamente, tudo passa com rapidez, ainda que tua impaciência torne duvidoso o que é certo, e longo um tempo bem curto. Considera que, quanto mais pelejares, mais provarás o amor que tens a teu Deus e mais te alegrarás um dia com teu Bem-Amado numa felicidade e num êxtase que não poderão jamais terminar” (Santa Teresa de Jesus, Excl., 15,3).

Voltando à Palavra, a mulher cananeia pediu a Jesus que se compadecesse de sua filha, pois o demônio a atormentava. O Senhor nada lhe respondeu, e os discípulos pediram que Ele a mandasse embora, porque ela os estava incomodando. Não sei o que estão dizendo a você, talvez estejam lhe dizendo que você deva se conformar com a situação em que está, porque já não tem mais jeito. Isso é mentira de satanás, pois, quem tem a última Palavra em sua vida é Nosso Senhor Jesus Cristo!

Precisamos ser como Jacó, insistir com o Senhor, ele não saiu da presença do Senhor sem a bênção nas mãos. Deus pede que você clame e O incomode com a sua oração. Qualquer lugar é lugar de oração. Conta-se que, certa vez, Santa Teresa entrou no banheiro e o demônio lhe apareceu e dizendo-lhe que era uma vergonha ela rezar nesse lugar. Então, ela ordenou que ele se calasse lhe dizendo que o que era da cintura para cima era para Deus e da cintura para baixo era para ele [o demônio].

“Orar é sempre possível: O tempo do cristão é o de Cristo Ressuscitado, que está connosco todos os dias(Mt 28, 20), sejam quais forem as tempestades . O nosso tempo está na mão de Deus: É possível, mesmo no mercado ou durante um passeio solitário, fazer oração frequente e fervorosa; sentados na vossa loja, a tratar de compras e vendas, até mesmo a cozinhar” (Catecismo da Igreja Católica, n. 2.743).

Meu irmão, mais que uma cura física o Senhor quer curar sua alma. Porque uma cura física pode até acontecer e você ir para o inferno do mesmo jeito, mas se acontecer a cura em sua alma você se salvará.

Aquela mulher andava atrás de Jesus gritando e pedindo-Lhe que a ajudasse e não estava nem um pouco preocupada com o que pensariam dela. Da mesma forma, não estou nem um pouco preocupado com o que vão pensar de mim, eu sou de Jesus Cristo e ponto final!

Talvez você já tenha orado tanto como aquela cananeia, mas o Senhor permanece calado.
Insista. Aquela mulher permaneceu e se prostrou-se diante do Senhor, e Jesus disse a ela que não poderia tirar o pão da boca dos filhos para dar aos cães. Naquele tempo, os cananeus eram chamados de cães, não era Jesus quem a chamava assim, era da cultura daquele povo. Do que as pessoas tem chamado você? Cuidado com as mentiras de satanás!

Nem mesmo diante da resposta de Jesus ela desistiu, disse a Ele que os cães comiam das migalhas que caíam da mesa. Então o Senhor se compadeceu dessa mulher porque ela se prostrou diante d’Ele e persistiu em seu pedido.

Enquanto você está na presença de Deus, saiba que Ele já mandou um anjo ao seu lar para salvar os seus, porque o seu lar será chamado “casa de oração”! A mulher da Palavra meditada hoje tem a atitude de se prostrar diante do Senhor. São Jerônimo diz: “Chama-me de cachorro, me trata como um, mas dá-me o alimento do céu”. O seu lugar é aos pés do altar!

O Senhor, vendo o tamanho da fé daquela mulher, cura aquela criança. Fico imaginando o alvoroço naquela cidade depois da cura. Certamente aquela mulher não guardou a bênção só para ela. Com certeza, ela voltou para casa e quebrou todos os altares que ela tinha para outros deuses e contou o que havia acontecido a todos.

Clamando por milagres1

“Quanto tempo você tem orado por dia?”, interpela Fábio / Foto: Daniel Mafra

Você pode pensar que não sabe rezar como convém, mas o Espírito ora em nós como convém. Você que tem pedido pelos seus, saiba que é hora de começar a orar com violência. Onde está o seu clamor?

Você pode até pensar: “Quanto mais eu oro, mais assombração me aparece”. Nunca vi frase mais diabólica que essa! Isso é semente de satanás. Volte a orar e a acreditar no poder da oração, muitas vezes, acreditamos muito mais na oração do outro do que na nossa própria oração. Insista com Deus, insista!

Estamos à beira de um avivamento, cremos que o Senhor está prestes a enviar um avivamento espiritual à nossa nação. Deixe-me propor a você uma coisa? Que a partir de hoje você vire um teimoso, uma teimosa no poder do Espírito de Deus. Que você pense: “Eu vou orar porque em breve o Senhor esmagará satanás embaixo de nossos pés. Vou orar porque as correntes e os grilhões do inimigo serão quebrados.”

Quanto tempo você tem orado por dia?

Quero pedir a Deus que lhe conceda hoje o dom da oração. Para rezar não precisa ter vontade, Santo Agostinho diz que, ao rezarmos quando temos vontade, rezamos por nós mesmos, mas se o fazemos quando não temos vontade, então rezamos por Deus.

Se você quer, e se você acreditar, os demônios que o atormentam serão expulsos em nome de Jesus. Se você acreditar, hoje a sua vida nunca mais será a mesma!

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair


Fábio Lira


Missionário da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo