Fazei tudo o que Ele vos disser (Jo 2,5)

Fazei_tudo_o_que_ele_vos_disser

Ivanildo Silva. Foto: Deividson Francisco/cancaonova.com

Católico de verdade tem a consciência do papel de Maria que diz: “Fazei tudo o que Ele vos disser”.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Convido você a pegar a Palavra de Deus no Evangelho de João 2, 1-12, do qual retiramos o tema do nosso acampamento: “Fazei tudo o que Ele vos disser”.

“Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galiléia, e achava-se ali a mãe de Jesus. Também foram convidados Jesus e os seus discípulos. Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho. Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou. Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser. Ora, achavam-se ali seis talhas de pedra para as purificações dos judeus, que continham cada qual duas ou três medidas. Jesus ordena-lhes: Enchei as talhas de água. Eles encheram-nas até em cima. Tirai agora , disse-lhes Jesus, e levai ao chefe dos serventes. E levaram. Logo que o chefe dos serventes provou da água tornada vinho, não sabendo de onde era {se bem que o soubessem os serventes, pois tinham tirado a água}, chamou o noivo e disse-lhe: É costume servir primeiro o vinho bom e, depois, quando os convidados já estão quase embriagados, servir o menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora. Este foi o primeiro milagre de Jesus; realizou-o em Caná da Galiléia. Manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele. Depois disso, desceu para Cafarnaum, com sua mãe, seus irmãos e seus discípulos; e ali só demoraram poucos dias”.

Enquanto rezava para pregar sobre essa passagem bíblica, eu me senti um personagem dessa história. E me vi naquela cena como um dos empregados, que estavam agoniados por ter acabado o vinho. E uma convidada, com um olhar atento, olhou para cada aflição e viu que faltava vinho lá na cozinha daquele lugar onde estava acontecendo a festa de casamento.

Ela vai até onde estava Jesus e cochicha: “Eles não têm mais vinho”. Jesus ainda não havia realizado nenhum milagre até aquele momento. E disse a ela: “Minha hora ainda não chegou”.

A certeza de que Jesus faria algo era tão grande que aquela Senhora voltou para a cozinha e disse aos empregados (sendo eu um deles, já que me coloquei como personagem desta história): “Está vendo aquele rapaz lá?”, e eu perguntei-lhe: “Aquele de barba grande?”, e ela disse: “Exatamente Ele! Fazei tudo o que Ele vos disser”.

E, nós, os empregados, fomos até Ele e perguntamos: “E o que devemos fazer?” ao que Ele nos respondeu: “Vão encher as talhas de água”. Quem conhece aquela região, especialmente naquele tempo, sabe que não havia torneiras. Todos costumavam buscar água em poços, os quais não ficavam perto das casas onde moravam as pessoas; eles ficavam a uma distância de quinhentos metros a um quilômetro. E lá fomos nós, os empregados, encher essas talhas.

Enchemos as talhas. E Jesus nos disse: “Tirem a água e a levem ao chefe dos serventes”. E quem teve que levar a água? Eu! Nós, empregados, ficamos nos questionando se deveríamos levar-lhe simplesmente água, ainda mais ao chefe dos serventes, mas lembrei-me do que Maria, aquela Senhora, havia nos dito na cozinha: “Fazei tudo o que Ele vos disser”.

E lá fui eu e, de repente, veio o elogio do chefe dos serventes: “Tu guardaste o vinho bom até agora!”.

Mesmo sem saber o que virá, se eu me disponho a fazer o que Jesus diz, a água será transformada em vinho e o milagre acontecerá! Maria nos pergunta: “Você quer um milagre na sua vida?” Fazei tudo o que Ele vos disser.

Nossa Senhora nunca quis ocupar o lugar de Jesus, porque o coração da Mãe se alegra quando o Filho é exaltado. Católico de verdade tem a consciência do papel de Maria que diz: “Fazei tudo o que Ele vos disser”. Maria é uma serva obediente. Ela sabe o lugar dela. Se Maria disse: “Fazei tudo o que Ele vos disser”. Vamos, então, ao Evangelho para saber o que Jesus disse a seguir.

Será que estamos fazendo o que Jesus nos disse? Será que eu estou deixando que Jesus norteie as regras da minha vida? Irmão e irmã, deixem as rédeas da sua vida nas mãos de Jesus!

Tomemos a Palavra em Mateus 4, 7: “Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus”. Sabe por que, algumas vezes, o milagre não acontece? Porque, como diz São Tiago na Palavra, não rezamos do jeito certo. Entenda: Deus realiza o milagre que você precisa e não o que você apenas quer. Responda para mim: Por que você leva seu (a) filho (a) para tomar vacina? Por que ele (a) quer? Não, mas porque é preciso para a saúde da criança. Jesus tem as doses certas para lhe dar. Por isso pare de ocupar Deus com besteira! Ele é especialista em matéria do impossível.

Sabe como que acontece a hora da graça, o kairós, o tempo de Deus? Você já passou por uma situação que parecia que quanto mais você rezava tanto mais a situação ficava mais complicada ainda? Até chegar uma hora em que você disse: “Senhor, Tu não estás me ouvindo?”. Muitas pessoas, cujos amigos e familiares estavam muito doentes, já ouviram o médico lhes dizer: “Não tem mais jeito!”. E é nesses momentos, quando tudo parece perdido, que Deus vem com a hora da graça. A hora da graça acontece quando nós não temos mais o que fazer, aí Ele vem e faz o impossível!

Em Mateus 4, 10 está escrito:“Respondeu-lhe Jesus: Para trás, Satanás, pois está escrito: ‘Adorarás o Senhor teu Deus, e só a ele servirás’”.

Muitas pessoas veem Deus como prestador de serviços, ao qual elas procuram somente quando precisam de alguma coisa, como se o Senhor tivesse a obrigação de lhes dar o que pediram.

Fazei_tudooqueele_vos_disser

Peregrinos acompanham pregação no Acampamento com a Obra de Maria. Foto: Deividson Francisco/cancaonova.com

Adorar a Deus não é nos colocar na presença d’Ele somente quando precisamos de algo, mas fazer isso sempre, e os milagres vêm em consequência disso. Muitas vezes, o Deus da vida para muitas pessoas é alguém, é o dinheiro, ou qualquer outra coisa…

Os grandes homens de Deus são como placas de trânsito que nos levam para o Senhor, mas eles não são Deus. Um dia, esses homens podem errar, porque todos podemos cometer erros, e vamos nos decepcionar com eles, por isso não podemos parar nas placas, porque elas apenas nos apontam para um destino, mas não são o destino.

Entraremos no céu se seguirmos o conselho de uma Mulher que disse: “Fazei tudo o que Ele vos disser”. Você quer ser feliz? Faça tudo o que Ele lhe disser! Se nós fizermos o que Ele nos disse teremos a vitória. Escolha viver o conselho de Nossa Senhora.

Mateus 5,20: “Na mesma hora abandonaram suas redes e o seguiram”.

Muitas vezes, nós queremos ser o próprio Espírito Santo na vida dos outros, contudo, a nossa justiça, muitas vezes, mesmo sendo pessoas de Deus, não se diferencia em nada de quem não é de Deus. Muitas vezes, queremos dar lição de moral no outro, mas a nossa vida não está sendo reflexo de Deus. Se a minha luta para ser de Deus não se supera em nada, se a minha vida não é outra, se ela não mudou, me desculpe, então ela não serve de nada! É como um sal que não tem gosto.

Jesus disse: “Vós sois o sal terra e a luz do mundo”. Se a comida está boa e gostosa, você nem se lembra do sal, mas se ela está salgada ou sem sal, na hora você percebe. O sal tem que estar na medida certa. Seja sal! Ser sal é isto: nem aparecer de mais nem aparecer de menos.

Jesus também disse: “Seja a luz do mundo”. Lembramo-nos da luz quando ela está forte demais ou está muito fraca, mas quando está na medida certa nem a notamos. Então, ser luz não é aparecer de mais nem de menos. Faça o que Jesus disse: Seja luz na vida das pessoas na medida certa!

“Eu, porém, vos digo: não jureis de modo algum, nem pelo céu, porque é o trono de Deus;
nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei. Nem jurarás pela tua cabeça, porque não podes fazer um cabelo tornar-se branco ou negro. Dizei somente: Sim, se é sim; não, se é não. Tudo o que passa além disto vem do Maligno” (Mateus 5, 34 – 37).

Não queira ser uma pessoa que não tem crédito. Quando nós não temos uma vida pautada naquilo que Jesus disse, quando somos mentirosos, fofoqueiros e inventamos calúnias sobre os outros, nós perdemos o crédito.

As pessoas que não têm crédito dizem logo: “Eu juro pela minha mãe morta!”. Mas o que Jesus nos ensina é que não precisamos jurar. Que seu “sim” seja “sim” e que seu “não” seja “não”!

Nossa geração, muitas vezes, tem perdido a força do compromisso com a Palavra de Deus. Você quer ser feliz? Diga “sim” quando for “sim”; e diga “não” quando for “não”. Se fizermos o que Jesus nos disse seremos felizes!

Em todas as aparições de Nossa Senhora, reconhecidas pela Igreja, ela não vem falar de algo novo, mas sempre vem nos recordar do que Jesus nos disse no Evangelho, na Palavra de Deus, e para nos pedir que rezemos.

Meu irmão, talvez, na sua casa, na sua família, esteja faltando o “vinho”, talvez o milagre de que você precisa esteja demorando a acontecer. Faça a sua parte e Deus o ajudará e, na hora da impossibilidade, saiba que Ele estará de plantão para tomar à frente e fazer o impossível acontecer.

Transcrição e adaptação: Tatiane Bastos

contribuicaocn


Ivanildo Silva


Missionário da Comunidade Obra de Maria

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo