Relacionamento com Jesus e autoaceitação

 Não existe cura interior sem conversão, sem encontro pessoal com Jesus

Padre Adriano Zandoná
Foto: Paula Dizaró/cancaonova.com

Você foi criado por Deus para ser uma ovelha do Seu rebanho, para pertencer a Ele. Mas, muitas vezes, apenas ouvimos falar e não O conhecemos de verdade, porque não tivemos o encontro profundo e pessoal com Jesus. Se você já teve esse encontro é preciso renová-lo dia após dia.

Conhecer o Pastor faz a diferença. Tem gente que conhece a Bíblia inteira, mas não conhece o Autor Divino. Outros conhecem a Canção Nova, mas não conhecem o dono dela que é Jesus Cristo. É preciso ter um conhecimento do Pastor que é Jesus e, então, nasce a cura interior. Você tem vivido um relacionamento com Deus? É o relacionamento com o Senhor por meio do encontro pessoal com Jesus  que nos fortalece diante das dificuldades.

Cultivar a resiliência pelo relacionamento com Jesus

Resiliência é a atitude que precisamos ter para cultivar o relacionamento com Jesus e permanecer em pé diante da tempestade. Todos nós, homens e mulheres, somos chamados a sermos resilientes e ter atitude de nos dobrarmos sem nos quebrarmos. De voltar ao lugar e enfrentar tempestades sem deixar que elas nos destruam.

Dificuldades vão acontecer, dores virão, mas passarão. Não existe cura interior sem resiliência, precisamos nos fortalecer em Deus. O mundo acompanhou a história dos jovens que ficaram presos por dezoito dias dentro da caverna e todos se salvaram, eles deram uma lição de resiliência ao mundo. Resiliência é uma virtude que precisamos cultivar por meio do relacionamento com Jesus.

Confira as fotos do acampamento

Ouça a voz do Pastor que te criou

No Evangelho de Mateus 10, 24-33, Jesus afirma que cuidará de nós todos os dias. Tudo o que você vive, não passará despercebido diante de Jesus. Há situações que Deus não vai te tirar, porque servirão de processo de maturidade, mas Ele estará contigo. Deus cuida dos pardais, mas cuida muito mais de você. Talvez você precisa enfrentar situações difíceis no dia de hoje, mas precisa ouvir a voz do Pastor.

Muitas das nossas feridas nascem de palavras tóxicas lançadas contra nós. Para cada palavra negativa lançada contra nós, a Bíblia traz centenas de palavras positivas a nosso favor. Não podemos dar tanto peso para o que as pessoas falam contra nós, devemos dar mais ouvidos à voz do Pastor.

Somente o perito que te criou sabe o real valor que você tem, então, escute o Pastor, escute Aquele que te criou.

Não existe cura sem a autoaceitação

Temos um Pastor que nos ama, mas para a cura interior acontecer, cada um de nós precisa viver um processo de aceitação. Deus sabe dos teus defeitos e qualidades e Ele já te aceita do jeito que é; e enxerga o que você poderá ser.

Um renomado psiquiatra europeu chegou a uma conclusão muito triste. Depois de muitos anos de pesquisas, concluiu que quando a gente não se aceita, não aceita nossa história, a gente gasta mais de 60% da nossa energia psíquica e emocional para reprimir tudo o que não aceitamos em nós e em nossa história e, por isso, cada vez mais as pessoas estão adoecendo emocionalmente.

Para vivermos o processo profundo de cura interior, precisamos dar passos no processo de autoaceitação. Tem gente que não aceita sua família, seu corpo, mas Deus te fez lindo do jeito que é, conhece sua história e te aceita como és. Não existe cura sem a autoaceitação. Pior inimigo do real é o desejo ardente pelo ideal, pela idealização. Deus vai te levando além e a partir da sua verdade. Qual é a sua verdade? Qual é a ferida que está dentro de você?

Confira a homilia completa:

 

Leia também:
Investir na cura das nossas feridas
Reanimados pela verdade

Transcrito e adaptado por Ângela Menezes

 

 

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo