A segunda vinda do Senhor está próxima

Monsenhor Jonas Abib - Foto: Wesley Almeida

Monsenhor Jonas Abib – Foto: Wesley Almeida

“Fala que Teu servo escuta. Fala-me, Senhor, que Teu servo escuta”. Queremos que o Senhor nos fale, por isso Lhe abrimos nossos ouvidos e nosso coração. Que o Senhor esteja nos meus ouvidos e no meu coração para que eu bem escute a Palavra do Santo Evangelho.

O Evangelho de hoje é escolhido em comemoração à dedicação da Basílica de Latrão. Nesta passagem, vemos que Jesus fez um chicote de cordas e expulsou os vendedores que estavam emporcalhando o templo. Fazer um chicote leva tempo, e Ele o fez para mostrar que agiu no ímpeto. Os vendedores formavam quadrilhas que exploravam o povo para obter lucros.

Jesus purificou aquele templo e quer purificar os de hoje. Mas quais são eles? “Acaso não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus mora em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá, pois o santuário de Deus é santo e vós sois esse santuário.” (1 Coríntios 3,16-17). Havia, naquele tempo, o santo dos santos onde Deus habitava, e você é este santo dos santos, porque Deus habita em você.

Você é santuário do Senhor e precisa levar isso a sério. “Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá”, porque o santuário do Senhor é santo.

monsenhorJonas

“Você é santuário do Senhor e precisa levar isso a sério”, exorta monsenhor Jonas – Foto: Wesley Almeida

Se fosse um domingo normal, o Evangelho seria outro, seria a parábola das dez virgens, e esta nos ajuda a compreender a Palavra de hoje. Antigamente, às vésperas do casamento, as amigas da noiva iam ao encontro do noivo, e assim começava a festa do casamento. Esta parábola no fim diz: “Vigiai, pois, não sabeis nem o dia nem a hora”.

Não podemos ser como as virgens imprudentes, pois o Senhor está às portas. Quando Ele vai chegar, não sabemos, mas ele está dando sinais para que estejamos preparados e vigilantes.

Interessante que esta parábola vem logo depois de Jesus falar a respeito do fim dos tempos. Uma das frases claras que Ele diz é esta: “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem. Todas as tribos da terra baterão no peito e verão o Filho do Homem vir sobre as nuvens do céu cercado de glória e de majestade. Todas as tribos da terra baterão no peito e verão o Filho do homem vindo do céu com poder, e majestade.” (Mateus 24, 30)

Imagine que lindo quando o Senhor voltar e todos os mortos ressuscitarem e irem ao encontro do Senhor nos ares! Os que estiverem vivos, explica São Paulo, não precisarão morrer, porque serão transformados e receberão um corpo glorioso. É isso o que nos espera.

“Então se verá o Filho do homem vindo sobre as nuvens com poder e glória”. No início do capítulo 4 da carta de São Paulo aos Tessalonicenses, ele afirma que esta é a vontade de Deus: a vossa santificação. Esta é a maneira acertada para nos prepararmos para a vinda do Senhor. Por isto, é necessário ser cada dia mais santo, crescer em santidade de vida. Um pouco mais à frente deste mesmo capítulo, o autor afirma que Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade.

Precisamos dizer um solene não às impurezas que entram em nossas casas. Não sei como você ainda assiste ao lixo que são as novelas. É como um caminhão basculante que encosta na sua casa todas as noite e despeja impurezas, promiscuidades e homossexualismo. O pior é que nossos filhos, nossas  crianças, adolescentes e jovens recebem todo esse caminhão de lavagem e de impureza.

monsenhorJonas

“Queira seu casamento, seus filhos e sua família limpos e santos”, afirma monsenhor Jonas – Foto: Wesley Almeida

Jesus, hoje, quer fazer uma limpeza em sua casa e tirar toda a impureza dela, impedir que esse lixo infectado entre em sua vida. O que Deus quer de você é pureza e santidade para sua família. Que não seja necessário Ele entrar em sua casa e fazer como fez no templo em Jerusalém. Faça você mesmo uma faxina na sua vida antes que seja tarde e Jesus mesmo precise fazê-la.

Queira seu casamento, seus filhos e toda sua família limpos e santos. Peça a Deus a graça da santidade cada vez mais crescente.

São Paulo escreve aos Filipenses:Nós, porém, somos cidadãos do céu. De lá aguardamos o nosso Salvador, o Senhor Jesus Cristo. Ele transformará o nosso corpo humilhado e o tornará semelhante a seu corpo glorioso” (Filipenses 3,20-21). Veja que maravilhosa verdade é esta, a certeza que a Palavra de Deus nos dá.

O Papa Francisco falou claramente a respeito da vinda de Jesus não como algo distante, mas agora em nossos tempos. Tudo mostra que estamos,  justamente, nesse contexto. O Papa ainda falou que o Senhor transformará nosso corpo, e este semelhante a Seu corpo glorioso.

Há algumas semanas atrás, o Papa, igualmente, falou a respeito da vinda de Jesus. Você duvida que seja o Espírito Santo que esteja inspirando o Papa a falar a este respeito?

É por isso, justamente, que tem acontecido muitas coisas dolorosíssimas. “Por isso alegrai-vos, ó céus, e todos que aí habitais. Mas, ó terra e mar, cuidado! Porque o Demônio desceu para vós, cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta. O Dragão, vendo que fora precipitado na terra” (Apocalipse 12, 12 – 13). Se a palavra para o céu é “alegrai-vos”, para a terra é “cuidado”, porque o “demônio desceu para vós ”.

O demônio sabe mais do que nós, ele sabe que Jesus está vindo e está próximo. Sabe que sua vinda está iminente. A ira de satanás já é terrível, mas agora ele vem cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta. Neste tempo, você não pode dar bobeira, de maneira nenhuma, porque pouco tempo lhe resta. Por um lado, o Senhor virá, mas, por outro, satanás tem vindo sobre nós com grande ira, sabendo que pouco tempo nos resta.

Monsenhor Jonas

“Pouco tempo nos resta”, exorta o fundador da Canção Nova – Foto: Wesley Almeida

“Vi, então, um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra desapareceram e o mar já não existia. Eu vi descer do céu, de junto de Deus, a Cidade Santa, a nova Jerusalém, como uma esposa ornada para o esposo. Ao mesmo tempo, ouvi do trono uma grande voz que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens. Habitará com eles e serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles.” (Apocalipse 21, 1-3)

Afirme para si mesmo que você quer que isso aconteça com toda a sua família e com você. Quando o Senhor voltar, Ele “enxugará toda lágrima de seus olhos e já não haverá morte, nem luto, nem grito, nem dor, porque passou a primeira condição. Então o que está assentado no trono disse: Eis que eu renovo todas as coisas. Disse ainda: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras” (Apocalipse 21,4-5). Sim, o Senhor vai fazer novas todas as coisas. “Novamente me disse: Está pronto! Eu sou o Alfa e o Ômega, o Começo e o Fim. A quem tem sede eu darei gratuitamente de beber da fonte da água viva. O vencedor herdará tudo isso; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho” (Apocalipse 21,6-7).

O Senhor diz coisas muito gloriosas, muito lindas, e as coloca em primeiro lugar, mas, porque ele é Pai, também mostra o avesso, “Os tíbios, os infiéis, os depravados, os homicidas, os impuros, os maléficos, os idólatras e todos os mentirosos terão como quinhão o tanque ardente de fogo e enxofre, a segunda morte” (Apocalipse 21, 8). Que a segunda morte não aconteça para ninguém, nem para mim nem para você.

O Senhor nos diz: “Sim, eu venho depressa”. E nós dizemos: “Vem, Senhor Jesus!”.

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair


Monsenhor Jonas Abib


Fundador da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo