Cuidado com a astúcia do mal

Roberto Tannus
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Conheça dez orientações contra a astúcia do mal (cf. 2 Tess 2,8-12)

Em maio deste ano, um bispo da diocese da Pensilvânia e um exorcista publicaram um documento com dez cuidados em defesa contra a astúcia do mal. São eles:

1ª Aversão ao pecado:

Tenhamos aversão ao pecado e não frequentemos locais contrários à doutrina cristã.

Precisamos respeitar as pessoas de outras religiões, mas não podemos frequentar ambientes contra a Palavra de Deus.

2ª Nunca falar diretamente com o demônio:

O Catecismo da Igreja diz para não conversarmos, diretamente, com o demônio, pois ele é o pai da mentira, e os cristãos não podem se envolver com isso.

3ª Reconhecer como o demônio trabalha

O inimigo age por meio da tentação. Na oração do Pai-Nosso, peçamos a proteção e clamemos a Deus para não cairmos em tentação.  

 4ª Ter uma vida sacramental

Tenhamos uma vida sacramental, na qual deixamos os sacramentos vivos em nosso dia a dia.

5ª Usar os elementos sacramentais

A cruz, o sal exorcizado e a água benta são armas contra o demônio. Entretanto, não adianta ter em mãos esses elementos sacramentais como superstição. É preciso buscar uma vida de santidade.

6ª Orar

Peçamos auxílio a Deus por meio da oração. Não há como ficarmos livres do demônio sendo indiferentes a Deus.

7ª Abençoar o lar

Tenhamos momentos de oração em família e tornemos nosso lar um ambiente de Deus. Joguemos água benta em casa e proclamemos o nome de Jesus.

8ª Ter uma direção espiritual

Consultemos um sacerdote, constantemente, e tenhamos uma ligação com o padre por meio de um direcionamento espiritual.

9ª Fazer leitura espiritual

É importante termos livros cristãos em sua casa, pois eles são caminhos para a conversão.

10ª  Adorar

Visitemos e adoremos Jesus no Santíssimo Sacramento, pois, diante d’Ele, todas as trevas vão embora.  

Armas para se defender do inimigo

Esses foram os dez cuidados. Agora, falarei sobre as quatro melhores armas para nos defendermos do maligno.

1ª Palavra de Deus

A Boa Nova precisa ser levada ao coração e vivida na prática pelos atos diários.

2ª Confissão ao sacerdote

O sacramento da confissão pode curar. A confissão é um ato de humildade e reconhecimento.

3ª Rosário

Satanás odeia Maria mais do que tudo! Por meio do terço, o cristão pede ajuda a Mãe de Jesus.

4ª Santa Missa

O ideal é ir à Missa diária, entretanto, para quem não pode assumir esse compromisso, a Missa dominical é fundamental, pois ela é uma celebração bíblica.

Assista a um trecho da pregação:

Leia mais:

.: Mártir ou pagão, eis a questão!

.: Deus se levanta e Seus inimigos se dispersam

 

Transcrição e adaptação: Letícia Barbosa

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo