Eu tirarei do meio de vós as enfermidades

Pregação Padre Roger Luís - 269x329Estamos vivendo uma neura de que vamos machucar os outros se dissermos a verdade. Jesus sempre dizia a verdade e nós não podemos arrefecer, precisamos ser como Ele, que é caminho, verdade e vida.

“Vou enviar um anjo adiante de ti para te proteger no caminho e para te conduzir ao lugar que te preparei. Está de sobreaviso em sua presença, e ouve o que ele te diz. Não lhe resistas, pois ele não te perdoaria tua falta, porque meu nome está nele. Mas, se lhe obedeceres pontualmente, se fizeres tudo o que eu te disser, serei o inimigo dos teus inimigos, e o adversário dos teus adversários. Porque meu anjo marchará adiante de ti e te conduzirá entre os amorreus, os heteus, os ferezeus, os cananeus, os heveus e os jebuseus, que exterminarei. Não adorarás os seus deuses, não lhes prestarás culto, imitando as práticas (desses povos), mas derrubarás os seus deuses e farás em pedaços as suas estrelas. Prestarás culto ao Senhor, teu Deus, que abençoará teu pão e tua água, e te preservarei da enfermidade. Não haverá em tua terra nem mulher que aborta nem mulher estéril. Completarei o número dos teus dias” (Êxodo 23, 20-26 ).

Deus, nesta Palavra, está falando a Seu povo. Este mesmo Moisés, que se encontrou com o Senhor na sarça ardente, estava deixando sua própria terra para ir em busca da terra prometida. Junto dele havia um povo pagão, por isso o Senhor deu todas essas ordens a eles.

Ele diz: “Servirá o senhor teu Deus e ele abençoará o teu pão e a tua água”. Creio que isso também sirva para nós neste tempo de seca. Vamos analisar a quem temos adorado, a quem temos servido. Esta Palavra também afirma que Deus afastará de nosso meio todas as enfermidades. Mas precisamos servir-Lhe. A função de um servo é obedecer o seu Senhor.

Hoje, sabemos, seja por estudos teológicos, científicos ou filosóficos, que não há apenas enfermidades físicas, mas também espiritais e psicológicas, as quais, quando somatizadas, fazem com que as pessoas as sintam no físico.

Quando levaram a Jesus aquele homem na maca, o Senhor lhe disse: “Seus pecados estão perdoados”. O homem foi curado fisicamente por causa de uma doença espiritual. Você está entendendo que as doenças são mais que somente físicas?

Quero que você leia o livro do Deuteronômio 7 para entender o quanto Deus nos fala a partir de nossas atitudes erradas. Jesus não anulou o Antigo Testamento, mas veio para dar pleno cumprimento dele.

Pregação Padre Roger Luís - 595x420

Fiéis acompanham pregação do padre Roger Luís – Foto: Daniel Mafra/ cancaonova.com

Não podemos permitir nenhuma idolatria, nenhum falso Deus em nossa vida. Ainda que haja alguma contaminação que venha de nossa família, de nossos antepassados, isso precisa parar agora. Somos um povo escolhido, pertencemos a Deus. Você quer que seus filhos e netos sejam abençoados? Adore a Deus. Se há transferência de idolatria na sua família, rompa-a agora.

“Quando o Senhor, teu Deus, te tiver introduzido na terra que vais possuir, e tiver despojado em teu favor muitas nações, os heteus, os gergeseus, os amorreus, os cananeus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus, sete nações maiores e mais poderosas do que tu; quando o Senhor, teu Deus, as tiver entregado e tu as tiveres vencido, então as votarás ao interdito; não farás pacto algum com elas, nem as tratarás com misericórdia.

Não contrairás com elas matrimônios: não darás tua filha a seus filhos, e não tomarás de suas filhas para teu filho, pois elas afastariam do Senhor o teu filho, que serviria a outros deuses; a cólera do Senhor se inflamaria contra ele e não tardaria a exterminar-vos. Mas eis como procedereis a seu respeito: destruireis seus altares, quebrareis suas estelas, cortareis suas asserás de madeira e queimareis suas imagens de escultura, porque és um povo consagrado ao Senhor, teu Deus, o qual te escolheu para seres o seu povo, sua propriedade exclusiva, entre todas as outras nações da terra.

Não é porque sois mais numerosos que todos os outros povos que o Senhor se uniu a vós e vos escolheu; ao contrário, sois o menor de todos. Mas o Senhor ama-vos e quer guardar o juramento que fez a vossos pais. Por isso a sua mão poderosa tirou-vos da casa da servidão, e livrou-vos do poder do faraó, rei do Egito. Reconhece, pois, que o Senhor, teu Deus, é verdadeiramente Deus, um Deus fiel, que guarda a sua aliança e a sua misericórdia até a milésima geração para com aqueles que o amam e observam os seus mandamentos, mas castiga diretamente aqueles que o odeiam, exterminando-os, e infligindo sem demora o castigo direto àquele que o odeia. Observai, pois, as ordenações, as leis e os preceitos que vos prescrevo hoje, e praticai-os.

Se ouvirdes esses preceitos e os praticardes fielmente, o Senhor, teu Deus, guardará para contigo a aliança de misericórdia que jurou a teus pais, amando-te, abençoando-te e multiplicando-te: abençoará o fruto de teu ventre e o fruto do teu solo, teu trigo, teu vinho e teu óleo, as crias de tuas vacas e de tuas ovelhas, na terra que jurou a teus pais dar-te. Serás bendito mais que todos os povos. Não haverá no meio de ti quem seja estéril, macho ou fêmea, tanto entre os homens como entre os animais. O Senhor apartará de ti toda a enfermidade; e não permitirá que te toque nenhuma daquelas funestas epidemias do Egito, que conheceste, mas ferirá com elas todos os que te odeiam” (Deuteronômio 7, 1-15).

Veja a importância da nossa adesão a Cristo. Papa Emérito Bento XVI afirma: “As promessas do Senhor são maiores que as nossas expectativas”. Essa Palavra é viva no meio de nós. A promessa é de bênção! Aquele que se converte e busca o amor de Deus não encontra barreiras paras as promessa do Senhor.

Muitas vezes, fazemos do Senhor um utilitário, como um guarda-chuva que usamos apenas quando chove; do contrário, o deixamos em casa. Buscamos o Senhor somente quando precisamos d’Ele.

“Eu afastarei de ti qualquer enfermidade.” Essa é a Palavra de Deus, a promessa para nossa vida no dia de hoje. Para recebê-las, renunciemos às idolatrias e as coloquemos debaixo da Palavra de Deus.

O Catecismo da Igreja Católica, 2110 e 2111, diz: “O primeiro mandamento proíbe honrar outros deuses, além do único Senhor que Se revelou ao seu povo: e proíbe a superstição e a irreligião. A superstição representa, de certo modo, um excesso perverso de religião; a irreligião é um vício oposto por defeito à virtude da religião. A superstição é um desvio do sentimento religioso e das práticas que ele impõe. Também pode afetar o culto que prestamos ao verdadeiro Deus: por exemplo, quando atribuímos uma importância de algum modo mágica a certas práticas, aliás legítimas ou necessárias. Atribuir só à materialidade das orações ou aos sinais sacramentais a respectiva eficácia, independentemente das disposições interiores que exigem, é cair na superstição.”

Quantos católicos com notas de um dólar na carteira! Quantos elefantes com o bumbum virado para a porta! Quantas ferraduras, quantos trevos de quatro folhas! Quantas pessoas com medo de encontrar um gato preto! Tudo isso é superstição. Eu não tenho fé num patuá, tenho fé em Deus, n’Aquele que prometeu me abençoar onde eu puser as plantas dos meus pés.

Pregação Padre Roger Luís - 800x300

“Não é o terço, mas a presença da Virgem Maria que as protege”, afirma padre Roger Luís.

Quantos católicos usando artifícios da cabala, fazendo novena dos sete arcanjos, correntes para passar para não sei quantas pessoas! Quantas pessoas com medo de passar debaixo da escada! Mas se esquecem do terço e pensam que estão desprotegidas. Não é o terço, mas a presença da Virgem Maria que as protege. Existe até quem pense que, quando uma imagem de santo se quebra, vem uma maldição. Isso não existe, é superstição.

“O primeiro mandamento condena o politeísmo. Exige do homem que não acredite em outros deuses além de Deus, que não venere outras divindades além da única. A Sagrada Escritura está constantemente a lembrar esta rejeição dos «ídolos, ouro e prata, obra das mãos do homem, que «têm boca e não falam, têm olhos e não vêem…». Estes ídolos vãos tornam vão o homem: «sejam como eles os que os fazem e quantos põem neles a sua confiança» (Sl 115, 4-5.8). Deus, pelo contrário, é o «Deus vivo» (Js 3,10) (41), que faz viver e intervém na história” (Parágrafo 2112 Catecismo da Igreja Católica).

Existem pessoas que idolatram o poder, colocam-no no lugar de Deus e pisam nas pessoas. Quantos estão cultuando o prazer, o sexo, a raça, os antepassados, o estado, o dinheiro! As pessoas, muitas vezes, nos acusam de cultuar as imagens, mas se esquecem de que estão cultuando o dinheiro.

“Todas as formas de adivinhação devem ser rejeitadas: recurso a Satanás ou aos demônios, evocação dos mortos ou outras práticas supostamente «reveladoras» do futuro (45). A consulta dos horóscopos, a astrologia, a quiromancia, a interpretação de presságios e de sortes, os fenômenos de vidência, o recurso aos “médiuns”, tudo isso encerra uma vontade de dominar o tempo, a história e, finalmente, os homens, ao mesmo tempo que é um desejo de conluio com os poderes ocultos. Todas essas práticas estão em contradição com a honra e o respeito, penetrados de temor amoroso, que devemos a Deus e só a Ele. (CIC 2116)

Não existem católicos espíritas. Não há compatibilidade entre as duas coisas. Isso não é preconceito com as pessoas, pois estou falando de Doutrina. “Está determinado que o homem morre uma única vez e depois vem o julgamento” (Hebreus 9,27). Eu lhe pergunto: A quem você quer servir?

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo