O Espírito do Senhor está sobre mim, porque o Senhor me ungiu

Márcio Mendes
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

A unção do Espírito Santo nos reveste para sermos vitoriosos

Quando o Senhor derrama o  Espírito Santo sobre nós, Ele o faz, primeiramente, para estar em nós, e também para nos incumbir de uma missão.

Quando nos deparamos com a palavra “unção” na Bíblia, nem sempre nos lembramos de que ungir faz parte do dia a dia das nossas cozinhas, pois é o mesmo que untar. Quem nunca untou uma panela? No entanto, a unção do Espírito Santo não simplesmente nos impermeabiliza, mas nos reveste de dentro para fora, promovendo em nós transformação.

Confira as fotos do acampamento

Unção para combater o maligno

No passado, a unção era dada sobre combatentes, pois ela lhe dá força, torna-o mais difícil de ser agarrado. Assim também acontece conosco: a unção do Espírito nos enche de poder e nos protege de sermos agarrados pelo maligno e pelo pecado.

Deus nos unge para sermos combatentes? Sim! Ele nos chama a combater e libertar os oprimidos, os carentes de Sua misericórdia. Contra o que combatemos? Contra este mundo e o maligno! Dia a dia, somos tentados e temos de enfrentar e vencer essa luta, pois, quando somos ungidos, somos revestidos para vencer.

O inimigo arma ciladas para nós todos os dias; ele explora nossos medos, nossas fraquezas e carências. Apesar de tudo, apesar das nossas imperfeições e de nossos pecados, a unção de Deus nos faz capazes de enfrentar e superar as armadilhas do inimigo.

Jesus, o maior o exemplo

Jesus é o maior exemplo de como a unção do Espírito Santo é poderosa. Ele era completamente entregue à vontade de Deus; e sendo Homem, superou todas as tentações e foi perfeito.

Outro ponto no qual devemos tomar Jesus por exemplo é: tudo o que fizermos deve ser na força do Espírito Santo, pois apenas aquilo que é ungido, é revestido pelo poder divino para resistir às investidas do inimigo. Nós precisamos da força de Deus, do poder do Espírito Santo sobre a nossa vida, para cumprir a vontade do Senhor.

A força do Espírito é chamada “dínamo“, que significa movimento, pois a força do Espírito é vida atuante, não passiva! Assim é a unção do Espírito, que nos faz atuantes, pois é impossível ser ungido pelo Espírito e ficar de braços cruzados. Você não procura alguém que faça algo por você, você mesmo faz.

Jesus nos deixou o Consolador, Aquele que nos reveste e nos consola, que nos dá forças quando, por nós mesmos, não temos condições de, sequer, chamar Deus de Pai. Aquele que confia no poder da oração, no poder do Espírito, sabe que rezar é o caminho para alcançar a vitória, independentemente das situações, crente de que será vitorioso.

Se, hoje, você pedir o Espírito Santo sobre sua vida, para receber de Deus uma unção especial, Ele virá sobre você e não falhará.

Assista a um trecho da pregação:

Leia também:
O Espírito Santo nos ajuda a viver o sofrimento
As quatro ideias de Pentecostes

Transcrito e adaptado por Jonatas Passos

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo