Colocar diante de Jesus o necessitado

Márcio Mendes
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Precisamos levar, diante de Jesus, aquelas pessoas que tanto precisam de uma graça

Quando estamos fracos e abatidos, é importante nos colocarmos na presença de Jesus e aprendermos a também levar os outros até Ele. Deus é para nós um socorro diante da paralisia da nossa vida. Quando temos fé e quando recorremos a Ele, os milagres acontecem. Nosso Senhor não encurtou Seu braço nem deixou de estar juntos de nós.

Como fazemos para experimentar, em nossa própria vida, o milagre de Deus? Precisamos levar, diante de Jesus, aquelas pessoas que tanto precisam de uma graça. Precisamos nos colocar na presença do Senhor.

Onde há o povo do Senhor há tribulação e perseguição. Há tribulações que nos alcançam quando estamos perto do Senhor, mas também há aquelas que nos abatem quando estamos longe d’Ele, como se esperassem estarmos longe do Senhor para nos atacarem.

Basta acreditarmos para a graça acontecer? Sim! Mas precisamos acreditar de verdade. Deus é simples e Suas coisas também o são. Gostamos de coisas complicadas! Se algo for simples, não acreditamos e não fazemos.

Sem fé, não iremos a lugar nenhum. Com fé, não teremos vida fácil, mas uma vida feliz com Jesus. A fé é indispensável ao ser humano. Todo relacionamento é um ato de fé ou de não fé. Nós treinamos a confiança em Deus também tendo fé nas pessoas, confiando que o outro pode ser melhor, pode mudar.

Precisamos também acreditar em nós mesmos, no amor que Deus tem por nós. O diabo nos diz que não somos importantes. Se não nos convencermos da importância que temos diante de Deus, vamos gastar a vida inteira perseguindo coisas, fama e posição. Precisamos ter convicção do que queremos para não fazermos tudo de qualquer jeito.

Acreditemos em Deus, nas pessoas e em nós mesmos!

Confira um trecho da pregação:

Leia mais:
Tenha sede de Deus mesmo diante das dificuldades
Perdoar para ser perdoado e atendido

Transcrição e adaptação: Renata Santiago


Márcio Mendes


Missionário da Comunidade Canção Nova, teólogo e escritor

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo