Batalha espiritual na intercessão

Cyril John

Batalha espiritual na intercessão - Cyril john

Cyril john – Foto: Wesley Almeida / cancaonova.com

Todas as vezes que começa a interceder, você trava uma batalha.

Para que Jesus veio? 

“Depois que João foi preso, Jesus dirigiu-Se para a Galileia. Pregava o Evangelho de Deus, e dizia: ‘Completou-se o tempo, e o Reino de Deus está próximo; fazei penitência e crede no Evangelho’” (Marcos 1,14-15).

Ele veio para instaurar o seu Reino e, nessa passagem, Ele fala sobre isso. Logo depois, ouvimos Jesus falar sobre outro reino, o de satanás. 

“Penetrando nos seus pensamentos, disse-lhes Jesus: ‘Todo o reino dividido contra si mesmo será destruído e seus edifícios cairão uns sobre os outros. Se, pois, satanás está dividido contra si mesmo, como subsistirá o seu reino? Pois, dizeis que expulso os demônios por Beelzebul. Ora, se é por Beelzebul que expulso os demônios, por quem o expulsam vossos filhos? Por isso, eles mesmos serão os vossos juízes! Mas se expulso os demônios pelo dedo de Deus, certamente é chegado a vós o Reino de Deus’” (Lucas 11,17-20).

Nossa batalha espiritual é contra o reino de satanás 

A partir daí sabemos que existem dois reinos, o de Deus e o de satanás. O nome de satanás é mencionado, no novo testamento, pelo menos 25 vezes. Ele é identificado por vários nomes diferentes. E qual é o trabalho do mau? O tempo todo ele está trabalhando contra o Reino de Deus.

O capítulo 17 de Apocalipse, nos diz que o demônio estabeleceu uma guerra contra aqueles que cumprem os mandamentos, aqueles que decidiram seguir a Deus. Podemos ver isso bem claro no livro de Gênesis: Deus declara sobre toda a criação que tudo era muito bom. Logo depois de toda a criação, o maligno entra em ação, aproximando-se de Adão para que, assim, o homem se perdesse.

Tudo o que Deus criou é muito bom, porém, o inimigo de Deus foi apoderando-se de algumas coisas. Sabe como ele fez isso? Lentamente! Satanás tenta tomar aos poucos o controle das pessoas, cidades e organizações. 

Existem 54 cidades nos Estados Unidos com nome de santos: Sain Louis, San Francisco, San Gabrielle, Los Angeles… São cidades consagradas a santos. Porém, quando vamos a essas cidades, podemos perceber o quanto são ateias.

O orgulho nos impede de ouvir o Evangelho 

Em 1966, em São Francisco, foi estabelecida a primeira igreja de satanás. O que quero dizer a vocês com essa informação é que muitas das nossas cidades são consagradas a Deus, mas o demônio, aos poucos, quer apoderar-se delas.

Participantes do Acampamento No Combate da Oração – Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Algumas cidades, organizações e até países estão sob o governo do maligno, nós precisamos pedir de volta a Deus essas cidades e países. 

No ano passado, estava escalado para fazer um retiro no meu estado, na Índia. Cheguei no meu estado três dias antes do retiro. Um dia antes do retiro, recebi uma ligação dizendo que o retiro havia sido cancelado, porque havia uma epidemia que se espalhava na cidade. Depois do evento ser cancelado, ali numa cidade próxima, organizaram uma intercessão pela epidemia. Quando começamos a rezar, o Senhor nos disse que todos os anos aquele estado tinha uma epidemia parecida, e que teve início desde que começou uma adoração a satanás. 

Em Crônicas 1, diz que satanás se levanta contra Israel, e influencia Davi para tomar uma decisão errada. Isso desagradou a Deus e Ele começou a punir Israel. Por causa disso, naquele tempo, 70 mil pessoas perderam a vida.

Precisamos ter em mente que o maligno quer tomar o poder das nossas cidades, do nosso país. Cidades que são muito violentas, que existem muitas máfias criminosas tudo isso são influenciados por satanás. Quem vai libertar essas cidades? Você com sua intercessão! Por isso, precisamos ter consciência do nosso combate e intercessão. 

Leia mais:

.: Um intercessor que serve a Deus diariamente
.: Você sabe o que é intercessão profética? 
.:  A intercessão é um ato de amor 
.: A oração pode mudar o destino de uma nação

Existem espíritos territoriais que bloqueiam determinadas regiões. Esses espíritos bloqueiam as pessoas de ouvirem o Evangelho e serem libertas dos seus males físicos e espirituais. Nós, como intercessores, precisamos interceder para que esses espíritos sejam vencidos. 

Certa vez, na Argentina, havia um grupo que gostaria de  realizar um retiro para jovens. Eram 200 jovens que se dividiram para ir em cada ponto da cidade para levar a Palavra de Deus. Quando novamente se reuniram para avaliar o que tinham feito, perceberam que não havia acontecido nenhum impacto na vida das pessoas. Eles decidiram rezar, então, em oração, Deus disse a eles que havia um espírito de orgulho que tomava conta daquela cidade. Parece bobo que um espírito de orgulho tome conta de uma cidade, porém, o orgulho não permite que as pessoas sejam tocadas pela Palavra de Deus. 

O que Deus disse àquele grupo de jovens é que se eles se humilhassem no lugar do povo daquela cidade. Os jovens foram para o centro da cidade, lojas, mercados e lugares públicos; eles prostravam-se por terra, e, quando as pessoas os viam prostrados, juntavam-se a eles. Então, somente assim, eles pregavam a Palavra de Deus e, desse modo, as pessoas convertiam-se.

Podemos ver muitos lugares em que o suicídio, o alcoolismo, a prostituição dominam, sabemos que há espíritos que dominam a esses lugares. Nós, os intercessores, precisamos entrar em combate e intercessão para esses espíritos irem embora e para que esses lugares sejam libertos. 

Quero te dizer que podemos libertar, com nossa oração, as nações que estão sob o poder do maligno! 

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair 

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
Livro - E Se Nós Orarmos?