As cinco qualidades para o casal viver bem o seu chamado

Ascincoqualidadesparaocasalviverbemoseuchamado

Padre Chrystian Shankar. Foto: Arquivo Canção Nova

São cinco as qualidades para o casal viver aquilo para o qual foi chamado

Meus irmãos, estamos celebrando o 17º Domingo do Tempo Comum e as leituras de hoje trazem pérolas para todos os cristãos. No entanto, quero direcionar minha fala para as famílias,  para os casais, a fim de que tenham noção do que Deus lhes pede.

A liturgia nos mostra o que o casal precisa fazer para manter acessa a chama que Deus colocou no seu coração. Começando pela primeira leitura, em 2Rs 4,42, lemos: “Veio também um homem de Baal-Salisa, trazendo em seu alforje para Eliseu, o homem de Deus, pães dos primeiros frutos da terra: eram vinte pães de cevada e trigo novo. E Eliseu disse: ‘Dá ao povo para que coma’”. Deus quer usar você para evangelizar, porque os dias são maus. Ele quer levantar casais proféticos, e ser profeta é anunciar as coisas do Senhor, é denunciar o pecado. Você é chamado a falar de Deus em seu ambiente de trabalho, no grupo do futebol e na sua rua.

Não dê para Deus as suas sobras. Muitos casais não chegam a lugar algum, pois dão o resto para o Senhor. Nas primeiras horas do seu dia, converse com Ele, faça com Deus uma parceria. Domingo é dia de Missa de casal, não é para ir sozinho. O homem precisa dizer em casa: “Hoje é dia de Missa, hoje é dia do Senhor!”. Nenhum evento é superior ao sacrifício de Jesus na cruz. Dê o melhor para Deus, porque Ele dá o melhor para você sempre.

“Vós abris a vossa mão prodigamente e saciais todo ser vivo com fartura” (Salmo 144). Há muitos casamentos que terminam, porque os dois têm fome de amor, de abraço, proteção, carinho e presença. Casamento vazio não para em pé. Seu casamento tem fome de quê? Posição social, apartamento, carro…? Seu casamento precisa ter fome de Deus, vocês precisam rezar mais! A mulher precisa de um esposo que seja de Deus, que seja carinhoso, gentil e cordial. O marido precisa de uma mulher que, antes de ser boa esposa, seja uma mulher de Deus.

Você não pode se cansar de rezar por seu esposo. A sua oração é comida, remédio, amor e sustento para seu esposo. É feliz a esposa que tem um marido que reza por ela! Quem reza é mais feliz.

A Palavra nos diz que o Senhor é justo e bom, e esses são dois grandes atributos de Deus. Seja justo com sua esposa, mas não deixe de ser bom. O amor conjugal é o ponto de equilíbrio; na família, onde há justiça e bondade não há fome.

A segunda leitura nos ensina: “Viva de acordo com a vocação à qual foi chamado!”.

As_cincoqualidadesparaocasalviverbemoseuchamado

“O milagre não acontece na vida de muitas pessoas, porque elas não se entregam totalmente”, disse padre Chrystian. Foto: Arquivo Canção Nova

As cinco qualidades para o casal viver aquilo para o qual foi chamado é humildade, mansidão, paciência, caridade e paz. Não queira ser melhor do que o outro. Seja humilde. É preciso ter mansidão, ser mais tolerante um com o outro. Tenha paciência e perdoe, acolha o outro. Seja inteiro no seu relacionamento. Há muitos casais que são simpáticos na rua, contam caso, mas em casa ninguém suporta a esposa nem mesmo o marido. A caridade começa em casa. Quem não ama o marido ou a esposa vai amar quem? Suportai-vos no amor! O marido tem de ser suporte para a esposa no amor. A paz é tudo de bom, é equilíbrio e doação.

Para finalizar com chave de ouro, o Evangelho. No capítulo 6 de João, que é um capítulo Eucarístico, a criança é como o coroinha na Missa que colabora para que a multiplicação aconteça. Se você não der algo para Deus, não há como Ele multiplicar. É preciso que você dê, pelo menos, cinco pães e dois peixinhos. O problema não está na graça de Deus, mas em nós.

O milagre não acontece na vida de muitas pessoas, porque elas não se entregam totalmente. Deus quer tudo, Ele quer você por inteiro, e quando acontecer a multiplicação, agradeça, não fique reclamando. O Senhor realiza o milagre, mas sempre queremos mais. No entanto, esquecemos de agradecer as graças recebidas. Deus multiplicou o pão e pode multiplicar o amor.

Primeiramente, Jesus fez as pessoas se sentarem, depois pegou os pães, deu graças e o distribuiu. Isso significa que, primeiro, devo sentar mais com meu cônjuge; depois, tomar o que temos, agradecer e distribuir. É assim que Deus fará o milagre no seu casamento. Tudo começa com o sentar-se. Sentem-se um de frente para o outro, olhem-se nos olhos. Coloque dentro de você o que é do outro, a sua história e as suas experiências.

Sentem-se para celebrar o amor, renovem a graça do matrimônio. Peça ao Senhor a graça de sentarem-se como casal para louvar a Deus a caminhada realizada, o progresso feito, as dificuldades vencidas. Escutem com amor e atenção um ao outro, procurem saciar suas necessidades, sentem-se de frente um para o outro para compreender as diferenças e valorizar as qualidades.

É preciso saberem que só por Jesus, só por causa do amor, vocês levarão essa aliança até o fim. Isso precisa estar no seu coração, é preciso seguir até o fim mesmo na dor. “O que Deus uniu, que o homem não separe!”

“Eu e minha casa serviremos ao Senhor!”

Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

contribuicaocn


Padre Chrystian Shankar


Pároco do Santuário Nossa Senhora Aparecida em Divinópolis – MG

Facebook
Twitter
Blog

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo