Em sintonia no casamento

Para viver em sintonia, o casal precisa se conhecer, pois, desta forma, a família será funcional

Em sintonia no casamento

Diácono João Carlos e Maria Luiza. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Nós não escutávamos ninguém falar sobre sintonia no casamento, mas, de um tempo para cá, verificamos que precisa existir entre o casal um relacionamento de harmonia e sintonia. O livro do monsenhor Jonas Abib, “Homem e mulher em sintonia”, fala sobre viver isso no relacionamento.

Não é o relacionamento diário que traz problema para o casamento, mas sim o que vivemos antes do matrimônio, ou seja, aquilo que trazemos da nossa memória e da nossa convivência com a nossa família.

A sua história de vida pode impactar dentro do seu casamento, ou seja, muitas vezes, seus problemas pessoais podem atrapalhar o seu relacionamento. Para que este esteja em sintonia, é preciso que o casal se compreenda e saiba o que está acontecendo, porque, ao diagnosticar os problemas, os dois poderão entendê-lo e juntos procurar uma solução.

O que é diagnóstico? É conhecer, entender e procurar uma solução para o problema que estão vivendo, ou seja, não existem culpados, mas sim responsáveis.

Os dois precisam dar uma solução para o problema, porque juntos eles conseguem diagnosticar o que está atrapalhando o relacionamento. O casal é arquiteto da família, porque, quando estão bem, toda a estrutura familiar vai bem.

Não é fácil a convivência, mas é preciso aprender a brigar com elegância. A família disfuncional destrói o relacionamento, assim, aos poucos, um vai se afastando do outro. Vejam onde vocês se encontram.

Leia mais:
.: O homem e a mulher em sintonia
.: Amar é doar-se

Os pais precisam passar para os filhos o valor da família, não devem se sentir inferiores eles, mas capacitados para formá-los. Deus deu ao casal todas as qualidades e carismas para capacitar os filhos, é função dos pais é nutri-los, informá-los e controlá-los.

Nós precisamos assumir nossas dificuldades e acreditar no outro, porque isso é casamento.

Transcrição e adaptação: Alessandra Borges


Diácono João Carlos e Maria Luiza


Casal de psicólogos

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo