A queda do homem e a promessa da salvação

Padre João Marcos

Em Jesus Cristo a vida do homem foi dignificada

Padre João Marcos Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Muitos de nós encontram-se feridos, machucados, por causa do pecado. Neste Acampamento de Oração, Deus quer curar o nosso coração.

O Senhor quer nos dar vida em abundância. Mas por qual motivo muitos não conseguem tocar nas promessas que Deus tem para os Seus filhos? O demônio tem trabalhado para jogar sobre nós os erros do passado, ele quer nos colocar cada vez mais para baixo. Quantos, hoje, sentem-se indignos do perdão de Deus, sentem-se culpados, trazendo dentro de si inúmeras feridas e traumas.

É preciso proclamar “Quem como Deus?” também nessas áreas da nossa vida. Voltemos para o Senhor, Ele mesmo irá nos curar, como afirma o profeta Oséias. Portanto, apresente ao Senhor todas as feridas do seu coração, pois o inimigo jamais será mais forte do que o Senhor nosso Deus.

São Miguel é considerado o guardião do trono celeste. Ele é o chefe do exército celeste e conhecido como o arcanjo da justiça, do arrependimento e grande vencedor das forças do mal.

Nesta pregação iremos falar sobre a queda do homem e a promessa da salvação. Trata-se de um tema bem abrangente. E, neste mês da Bíblia, somos convidados a ler, meditar e amar as Divinas Escrituras. E nós queremos também experimentar a força da Palavra de Deus naquilo que ela nos ensina a respeito desse tema.

Deus criou o homem para dar certo

Em Gênesis 3,1-7 está escrito:

A serpente era o mais astuto de todos os animais do campo que o Senhor Deus tinha formado. Ela disse à mulher: “É verdade que Deus vos proibiu comer do fruto de toda árvore do jardim?”. A mulher respondeu-lhe: ‘‘Podemos comer do fruto das árvores do jardim. Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus disse: ‘Vós não comereis dele, nem o tocareis, para que não morrais’.” “Oh, não! – tornou a serpente – vós não morrereis! Mas Deus bem sabe que, no dia em que dele comerdes, vossos olhos se abrirão, e sereis como deuses, conhecedores do bem e do mal.” A mulher, vendo que o fruto da árvore era bom para comer, de agradável aspecto e mui apropriado para abrir a inteligência, tomou dele, comeu, e o apresentou também ao seu marido, que comeu igualmente. Então os seus olhos abriram-se; e, vendo que estavam nus, tomaram fo­lhas de figueira, ligaram-nas e fizeram tangas para si.

Peregrinos acompanham a pregação durante o evento – Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Deus criou o homem por amor para dar certo e ser feliz. Você foi pensado por Deus para dar certo, meu irmão! Antes da criação do mundo, Deus já lhe desejou. Você foi desejado no coração do Pai. Mas então, por que parece que vivemos tanta luta e sofrimento? Precisamos entender o problema do mal, mas também a graça de Deus que nos eleva.

Meus irmãos, quanto mais rezamos, mais próximos ficamos da luz de Deus, mais íntimos somos do Senhor. É mentira a frase de que diz: “quanto mais rezamos, mais assombração nos aparece”. Isso é uma terrível mentira!

O Catecismo da Igreja Católica, no número 215, afirma que “o princípio do pecado e da queda do homem foi uma mentira do tentador, que o levou a duvidar da palavra de Deus, da sua benevolência e da sua fidelidade”.

O pecado, portanto, tem sua origem numa mentira do diabo. Por isso, precisamos sempre confiar na Sagrada Escritura e não ficar colocando em dúvida a Palavra de Deus. É triste ver pessoas que abandonam a fé em Jesus Cristo e colocam em questão aquilo que Senhor diz.

As pessoas têm sido seduzidas para uma religião sem compromisso para com Deus e com o próximo. É o tal do sincretismo religioso. Nós respeitamos as outras religiões, mas o católico não pode ficar “em cima do muro”. Ele precisa se decidir e não ficar misturando as coisas. A origem do mal está, portanto, nessa escolha errada do homem: ele deixou de ouvir a Deus para ouvir a mentira da serpente. E o homem, na sua liberdade de escolha, faz uma opção equivocada.

É possível recomeçar uma vida nova

O homem errou; o homem pecou. Mas Deus, em Sua infinita misericórdia, envia o Seu próprio Filho para que, todo aquele que n’Ele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Em Jesus Cristo a nossa vida foi dignificada!

Eu e você, por conta própria, não conseguiríamos nos salvar. Por isso, é tão necessário abrirmos a porta do nosso coração para acolhermos a Jesus como o nosso Salvador. É a partir da nossa decisão por Jesus Cristo que a nossa vida cria um novo sentido, afinal, Jesus é o verdadeiro sentido da nossa existência.

Leia mais: 
.:Batalha no céu e a queda dos anjos
.:Consagração da família a São Miguel
.:Quem é como Deus? 

.: Baixe o aplicativo Canção Nova e tenha nosso conteúdo na palma da mão

Hoje, o Senhor está lhe dizendo: “É possível recomeçar uma vida nova”. Não tem como eu e você esquecermos os erros que cometemos no nosso passado, mas não podemos deixar que o demônio fique jogando esse peso de culpa sobre nós. Busque o perdão de Deus! Confesse os seus pecados e permita que a sua vida tome um novo significado a partir desse encontro pessoal com Jesus.

Diante das suas enfermidades, traumas, decepções e feridas, você precisa proclamar: “Quem como Deus?” Sim, ninguém é maior do que Deus na nossa história. Diante das tentações e dos vícios que lhe afetam, proclame que o Senhor é o Deus soberano na sua vida.

::Leve a Canção Nova para sua cidade

Banner do canal PlayCancaonova no Youtube

Transcrição e adaptação: Alexandre Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
LUZ DA FÉ