Batalha no céu e a queda dos anjos

Padre Serginho

Declare guerra ao mal a partir do seu amor a Deus

Padre Serginho Farias Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Nesta pregação, o nosso objetivo é o de proclamarmos o senhorio de Jesus. O relato sobre a batalha no céu e a queda dos anjos não é uma lenda, não se trata de algo inventado, pois está na Palavra de Deus.

Esse tema é extraordinário, meus irmãos! E o Senhor quer nos instruir através dele.

O livro de Gênesis, logo no capítulo primeiro, nos revela o início da criação do céu e da terra. E, já no início da criação, Deus criou o céu e “tudo o que nele há”, ou seja, no início Deus criou também os seres conhecidos pelo nome de “anjos”.

Veja: dentre esses anjos, Deus criou um ser de luz chamado Lúcifer. E, esse ser, Lúcifer, possuía um grande poder de persuasão sobre os anjos. Lúcifer rebelou-se contra Deus, porque ele não aceitava o plano salvífico do Senhor, ou seja, o fato de Deus encarnar-se no ventre de uma mulher para resgatar a humanidade do pecado.

Pela força de sua persuasão, Lúcifer não quis servir a Deus. Lúcifer começou a seduzir os outros anjos para que também se revoltassem contra Deus. Afinal, para Lúcifer, era algo inadmissível Deus assumir uma humanidade, encarnando-se. E o que ele faz? Ele acaba seduzindo um terço dos anjos do céu! Esses anjos tornaram-se anjos decaídos, anjos que dizem a Deus: “Não mais O serviremos!”.

No livro do Apocalipse, no capítulo 12, vemos a batalha que ocorre no céu contra a Mulher, aquela que geraria o Verbo de Deus para o mundo. Nós também somos da descendência dessa Mulher! E esses anjos decaídos se rebelaram contra a Mulher e a sua descendência. A revolta no céu começou por conta dessa descendência. Os anjos se rebelaram por causa de Jesus, o Verbo de Deus encarnado.

Peregrinos presentes no Acampamento “Quem como Deus?” – Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

São Miguel, o anjo adorador de Deus

No meio daquela rebelião, daquela luta, já no princípio da criação de Deus, um anjo adorou a Deus, um anjo compreendeu o plano salvífico do Senhor e, no meio de toda aquela rebeldia, esse anjo se levantou e disse: “Quem como Deus!”, declarando o senhorio de Deus sobre toda a criação.

A Sagrada Escritura nos traz este relato:

Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anjos tiveram de combater o Dragão. O Dragão e seus anjos travaram combate, mas não prevaleceram. E já não houve lugar no céu para eles. Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos. Eu ouvi no céu uma voz forte que dizia: “Agora chegou a salvação, o poder e a realeza de nosso Deus, assim como a autoridade de seu Cristo, porque foi precipitado o acusador de nossos irmãos, que os acusava, dia e noite, diante do nosso Deus. Mas estes venceram-no por causa do sangue do Cordeiro e de seu eloquente testemunho. Desprezaram a vida até aceitar a morte. Por isso alegrai-vos, ó céus, e todos que aí habitais. Mas, ó terra e mar, cuidado! Porque o Demônio desceu para vós, cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta” (Ap 12,7-12).

De alguma forma, os anjos no coração do Altíssimo contemplaram a vitória de Jesus sobre o mal. E Lúcifer rebelou-se contra isso. Então, ele acaba sendo decaído e perde sua posição no céu. E agora, com fúria, esse anjo decaído se volta contra a terra, ou seja, ele se volta contra nós. Por isso, devemos resistir a ele, sendo firmes na oração.

Leia mais: 
.:Oração a São Miguel Arcanjo para alcançar libertação
.:Consagração da família a São Miguel
.:Quem é como Deus? 

.: Baixe o aplicativo Canção Nova e tenha nosso conteúdo na palma da mão

Nós estamos aqui, na Canção Nova, para proclamarmos que “Jesus Cristo é o Senhor para a glória de Deus Pai”. No céu temos a nossa garantia. O amor nos espera no céu. E só vencerá aquele que adorar a Deus. Então, meu irmão, se você quer vencer na sua vida, adore a Jesus Cristo e declare o Seu senhorio sobre a sua existência.

Levante a sua cabeça! Venha fazer parte desse exército de adoradores. Faça parte desse exército formado por aqueles que combatem na oração. Se você quer realmente declarar o “Quem como Deus” na sua vida, se você deseja fazer essa declaração de amor a Deus, então, volte-se ao amor divino, declare guerra ao mal a partir do seu amor a Deus. A vitória virá através do amor que temos a Jesus Cristo.

::Leve a Canção Nova para sua cidade

Banner do canal PlayCancaonova no Youtube

Transcrição e adaptação: Alexandre Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
LUZ DA FÉ