Oferecer-te-ei sacrifícios de louvor e invocarei o nome do Senhor

Eu creio na Palavra anunciada pelo profeta Daniel, São Miguel combate à nossa frente e nos trás a vitória.

Padre Serginho Farias - Foto: arquivo cancaonova.com

Padre Serginho Farias – Foto: arquivo cancaonova.com

Rezemos: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.

Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Salvação aqui tem Nome, é uma pessoa com características humanas e divinas. Sabemos que ao invocar o nome do Senhor Jesus somos profundamente curados, impulsionados a fazer a diferença no mundo.

A nossa salvação tem uma identidade específica que entrou na história humana, nossa salvação é Jesus. Vivemos, respiramos por este nome que nos mantém de pé.

São Miguel é um testemunho de amor a Deus, amou sem importar se Deus apresenta de forma divina ou humana. O que importa é que Ele é Deus, por isto, Miguel o serviu até o fim sem importar-se com a aparência.

Quando trata-se do testemunho deste arcanjo, quando destruiu o mau, satanás foi derrotado, fala-se de adoração, reconhecer Deus como Deus, a glória é sempre Dele. a graça da salvação só acontece quando eu o adoro.

Em algum momento da vida podemos perder o foco, todos somos pecadores e por isto queremos ir atrás de coisas que nos preencha. Algumas vezes vamos atrás de coisas que não são Deus, querendo nos preencher e nos tornamos ainda mais vazios.

Se nos lembrarmos do sistema solar, ele consiste em planetas que orbitam em torno de uma estrela central. Assim é a vida do cristão, quando Deus não é o centro da gravidade da nossa fé, nos perdemos buscando outros Deuses. É na adoração que encontramos sentido para nossa vida, ela move todas as coisas.

Na Bíblia encontramos diversos relatos do povo de Deus adorando ao Senhor. Deus se revelou aos poucos, até a sublime revelação que é Jesus Cristo.

Podemos adorar a Deus no silêncio do nosso coração em nossas casas. Através da Palavra também podemos adorar ao Senhor. Não se trata aqui, porém, de uma adoração que está em nossa imaginação e em alguns atos, adorar a Deus é mais do que palavras. A Igreja valoriza o culto da Palavra que tem o poder de transformar as nossas vidas. Muitas pessoas se converteram e tiveram sua experiência com Deus através da Palavra de Deus.

Não podemos nos esquecer que a nossa Igreja é a dos santos mistérios, aqui falo da adoração a Deus intimamente ligada a uma entrega, a um sacrifício que é o sacrifício perfeito de santidade que o próprio Jesus se deu, a Santa Missa.

A adoração na Santa Missa é o maior culto de adoração a Deus. Não tem como gritar: “Quem como Deus”, sem viver o mistério da Eucaristia.

“A presença do verdadeiro Corpo e do verdadeiro Sangue de Cristo neste sacramento, ‘não a apreendemos pelos sentidos, diz São Tomás, mas só pela fé, que se apoia na autoridade de Deus’. É por isso que, comentando o texto de São Lucas 22, 19 ‘Isto é o Meu corpo que será entregue por vós’, São Cirilo de Alexandria declara: ‘Não vás agora perguntar-te se isso é verdade; mas acolhe com fé as palavras do Senhor, porque Ele, que é a verdade, não mente’. (Catecismo 1381)

Quando compreendemos que a Igreja pela Palavra nos leva a Jesus, e Este nos leva a seu amor,  convida a experimentar o mistério do calvário. O mesmo calvário que Jesus deu a própria vida. Durante a Santa Eucaristia vemos o maior culto de adoração a Deus da face da Terra. Quando o sacerdote consagra o pão que se torna carne e o vinho que se torna sangue, não é um teatro, não é uma encenação, mas o Filho de Deus que entrega-se ao Pai em favor de cada homem. É um sacrifício de Deus para Deus por cada ser humano.

Você não é qualquer um, porque você entra na Santa Missa e comunga do corpo e sangue de Nosso Senhor. Nossa postura não pode ser de qualquer jeito no santo sacrifício.

A devoção a São miguel não é apenas questão de cura contra o mal, de luta no mundo espiritual. Mas ser um adorador de Cristo na Eucaristia.

Quem quer cura, libertação e milagre?

Adore o Santíssimo Sacramento que você tem tudo junto. Tem Católico que passa diante da Igreja, de capelas e “male, male” fazem o sinal da cruz. Muitas vezes, desleixamos diante dos sagrados mistérios. Adorar Jesus é nada mais que você olhar para Ele, Ele olhar para você. A postura de quem ama, muitas vezes, não exige palavras.

Quem adora ao Senhor possui paz. Quanta gente vem rezando pela conversão de sua família, pela conversão das pessoas, está brigando contra a própria carne para dar o seu melhor a Deus, ainda que você não encontre resposta permaneça fiel, porque a sua paz não vem do mundo, mas ela vem do coração de Jesus. Quem adora ao Senhor não precisa de respostas, apenas, da presença do amado Jesus Cristo.

“Quem como Deus”, é o grito da adoração das adorações. Este grito é perpetuado na Santa Missa.

Católico, encha seu coração de adoração agora. A força da adoração é a mais extraordinária de todas as orações. Não tenha medo de adorar a Deus, e reconhecê-lo como Senhor.

Adore-o verdadeiramente, já que você é devoto de São Miguel. Não tem sentido a sua devoção aos anjos, se não adorar quem Eles adoram. Durante a Santa Missa vemos que Deus em seu sacrifício torna nossa vida santa.

O próprio Arcanjo nos conduz à verdadeira adoração. A diferença é que não precisamos ir até uma montanha para adorar, a própria montanha vem aos adoradores. É o Senhor quem vem na Eucaristia para nos resgatar.

Quando você olhar para Jesus na Eucaristia, que seu coração seja uma labareda de adoração. Que todos percebam a presença de Deus em você por causa da Eucaristia.

Lúcifer era um ministro da liturgia eterna, seu coração encheu-se de revolta porque Deus compreendeu que os homens precisavam Dele para se salvar. Não quis servir a Deus, porque o Senhor quis se fazer homem quis se fazer igual às criaturas.

Deus fez o homem e a mulher e viu que era bom, Ele não falhou. Você não é uma falha, quando alguém apontar o dedo para você e dizer que você é uma falha, saiba que quem olhou assim para você foi Satanás. Deus acreditou em você a ponto de querer fazer-se um como você.

Abale as estruturas do inferno com sua adoração a Deus.

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair 

Adquira esta pregação pelo telefone: (12) 3186 – 2600


Padre Serginho Farias


Sacerdote da Comunidade Voz dos Pobres e Diocese de Campo Limpo

Facebook

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo