A fé na Ressurreição é vã?

Quando proclamamos a nossa fé, proclamamos a nossa ressurreição e precisamos acreditar que Ele está vivo

Pe. Bruno Costa
Foto: Paula Dizaró/cancaonova.com

Celebrávamos ontem a morte de Jesus, um amor pleno e total por nós e, hoje, vivemos este sábado da espera, nos questionando; pensativos; mas sabemos o porquê de tudo isso: estamos a um passo da vida nova.

Ressuscitar é voltar à vida plena, cheio de vida e esperança. A ressurreição é o que esperamos, porque estamos no mundo, entretanto, pertencemos ao Céu.

Este tempo que estamos vivendo é o de renovarmos a nossa esperança, é um desejo de vida nova! Temos de estar pautados na ressurreição, porque ela é a verdade fundamental da nossa fé.

A Palavra meditada está em I Coríntios 15, 1-14.

O sepulcro está vazio, Jesus está vivo no meio de nós. A ressurreição faz parte da nossa pregação, daqueles que professam: “Jesus Cristo é o Senhor da minha vida.”

Quando proclamamos a nossa fé, proclamamos a nossa ressurreição e precisamos acreditar que Ele está vivo e que, um dia, estaremos todos juntos no Céu. Precisamos acreditar que os mortos ressuscitarão; precisamos acreditar, confiar e ter a certeza de que a ressurreição nos espera.

Confira o álbum de fotos do Acampamento Semana Santa

Muitos de nós gostamos de ficar “dentro do sepulcro”, gostamos de fazer uma “cova” e nos enterramos nela. E quando, nós, insistimos em ficar somente naquelas palavras: “Eu sou assim! Não tenho jeito!”, então, caímos no sepulcro porque nos vitimamos.

A Quaresma que nós vivemos, as “mortes” que houveram é para que morra o homem velho e nasça uma nova criatura; e precisamos buscar essa vida nova diariamente. Não nos acostumemos com as coisas deste mundo, queiramos a ressurreição todos os dias, queiramos a vida nova todos os segundos.

Neste sábado da espera nós devemos pedir apenas esperança, pois amanhã é dia de vida nova!

Amanhã, primeiro de abril, o mundo pregará a mentira, mas nós pregaremos a verdade, porque Jesus está ressuscitado e vivo entre nós. Precisamos nadar contra a maré, pois será um mês novo e teremos outra oportunidade de recomeçar.

Este Sábado Santo, este dia da espera, não pode ser apenas mais um na nossa vida, que tenhamos uma decisão de vida e não permaneçamos na cova, no sepulcro, pois fomos feitos para a vida.

Não tragamos de volta as coisas velhas que deixamos ir embora na Quaresma. Não podemos chegar na Páscoa com a vida velha que levávamos. Todos os dias temos de entrar no “velório” e dizer: “Fica aí, homem velho.”

Renovemos a nossa fé, saiamos do sepulcro com Cristo!

Confira também:
.:Com a Virgem Maria, cremos na vitória de Cristo sobre o mal
.:Pelo poder do Espírito Santo, sou testemunha da Ressurreição de Cristo

Veja um trecho da pregação:

Transcrição e adaptação: Karina Silva

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo