O Amor é atualizado no Mistério

O Senhor nos ensina o sentido do amor, precisamos saber vivê-lo

Padre Bruno Costa
Foto: Paula Dizaró/cancaonova.com

Hoje, celebramos um grande mistério: a Eucaristia. O que vamos viver não é teatro, não é encenação; é atualização de uma prova de amor. Precisamos ter fé para entrar neste mistério e mergulhar nele.

A entrega de Cristo é uma prova de amor incondicional, sem trocas e sem reservas. É uma prova de quem nos ama e entregou-se na Última Ceia!

Não pode ser mais uma Missa

Esta Missa precisa ser única! Isso não é repetição, é atualização! Você foi salvo por Cristo Jesus! Como é bom sempre nos lembrar de que: “Ele morreu para nos salvar; a morte não foi o fim, foi o começo, ela nos deu a salvação. E dentro da Eucaristia, Jesus é presença real, é presença viva!”.

Hoje, é o dia da entrega, o dia da oferta, de oferecer-se; é dia de entregar-se, de submeter-se. Quantas coisas neste mundo têm nos entregado sem o valor devido! Jesus entregou-se, e nós, também, precisamos nos entregar, nos ofertar. Ainda estamos longe de sermos como o Cristo que nos amou incondicionalmente, mas, precisamos nos entregarmos sem reservas!

O gesto que vamos viver, o Lava-pés, é o gesto de doar-se, de oferecer-se, é o gesto da entrega, do serviço.

No amor é possível

 “Eu vos dou um novo mandamento: que vos ameis, uns aos outros, assim como eu vos amei!”.

Hoje, somos convidados a atualizar o amor! Nós falamos que amamos, mas não queremos sofrer pelo outro. Amar é ofertar-se, amar é silenciar. Nós precisamos saber viver o verdadeiro amor.

O passo que precisamos dar neste Tríduo Pascal é o de poder “crucificar”, o de colocar na Cruz: toda a falta de amor. No Domingo Pascal precisamos desejar que sejamos novas criaturas. A Quaresma foi para isto: fazer morrer o desamor e darmos passos na fé.

Aqui está o sentido de tudo o que estamos vivendo; o sentido desta entrega, desta oferta; é assim que, O Senhor, nos ensina o sentido do amor.

Em Colossenses 3,13, Ele nos pede: “suportai-vos uns aos outros” (…).

Vamos pedir, ao Senhor, a graça de recomeçar; de dar o passo, dar o perdão, fazer diferente. A graça de dar o passo para uma vida nova; isso é Páscoa!

Páscoa é passagem! Precisamos, na Cruz, morrer com Cristo, para ressuscitarmos com Ele, e sermos totalmente novos.

Somente no amor seremos santos; precisamos amar. Que o Senhor desperte em nós o amor verdadeiro. O amor que tudo espera, que tudo suporta; amar é sacrifício, é entrega, porém, vale a pena!

Confira as fotos do Acampamento de Semana Santa

Assista a um trecho da pregação:

Leia também:
Cristo Jesus: a Verdade que salva
Semana Santa: tempo de consagração

Transcrito e adaptado por Thatiane Kédma

 


Padre Bruno Costa


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo