“Família: Inspirada em Jesus, Maria e José”

Pregação com Paulo Sérgio Eleutério - 269x329

Paulo Eleutério – Foto: Daniel Mafra

Para esse evento Canção Nova Sertaneja acontecer, muitas foram as lágrimas e as entregas; grande foi o trabalho, porque é o povo de Deus que está conosco hoje.

Na Canção Nova, nós partilhamos aquilo que vivemos, cada um do seu jeito. E a proposta do Canção Nova Sertaneja é dar às pessoas, ao povo sertanejo, seja das grandes capitais, dos litorais e principalmente do sertão, de norte a sul do país – afinal, quem não tem um pezinho na roça, né? – a oportunidade, como filhos desse Pai das Misericórdias, a voltar para essa grande família, que é o povo de Deus! Não sei em qual situação que você chegou aqui, não sei qual o ódio e o rancor que tomam conta do seu coração. Não conheço seus pecados nem sei o que você viveu. O que eu posso lhe dizer é que o seu pecado já foi perdoado pelo Sangue de Jesus na cruz. Não foi à toa que Ele morreu na cruz; foi para nos resgatar.

Não guarde no baú do seu coração, que é morada do Espírito Santo, os seus pecados. Reconheça-se pecador, dobre seus joelhos diante de um sacerdote e se confesse. E na hora em que o padre olhar para você e lhe disser: “Eu o perdoo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”, é vida nova! E se Deus o perdoou, quem é você para não se perdoar?

Pregação com Paulo Sérgio Eleutério - 595x420

Povo sertanejo acompanha pregação de Paulo Eleutério  – Foto: Daniel Mafra

Em Gênesis 22,2-5 lemos:

“Deus disse: ‘Tome seu filho, o seu único filho Isaac, a quem você ama, vá à terra de Moriá e ofereça-o aí em holocausto, sobre uma montanha que eu vou lhe mostrar’. Abraão se levantou cedo, preparou o jumento, e levou consigo dois servos e seu filho Isaac. Rachou a lenha do holocausto, e foi para o lugar que Deus lhe havia indicado. No terceiro dia, Abraão levantou os olhos e viu de longe o lugar. Então disse aos servos: ‘Fiquem aqui com o jumento; eu e o menino vamos até lá, adoraremos a Deus e depois voltaremos até vocês’.”

Abraão selou seu jumento e saiu para sacrificar Isaac. Uso muito essa Palavra para os tropeiros que passam pela Canção Nova. Da mesma forma que Deus falou para Abraão, Ele falou para você lá na sua casa, na sua cidade: “Vá para a Canção Nova neste encontro ‘Família, pai e mãe: porteira da vida’”. Abraão foi um dos primeiros tropeiros. E Deus, hoje, chama vocês cavaleiros e tropeiros para se encontrar com Jesus.

Você ouviu Deus e veio para as montanhas, porque a Canção Nova fica num dos pontos mais altos da cidade, fazer uma experiência com o amor d’Ele. Você está num local dedicado ao Pai das Misericórdias. Você deu o primeiro passo. A centralidade do Canção Nova Sertaneja é o altar, é Jesus ressuscitado, que se dá a nós em Eucaristia. Todo restante é adereço.

Por isso, reze comigo: “Senhor Jesus, pelas mãos de Maria, quero entregar esse carreiros, carreteiros e cavaleiros. Senhor Jesus, quero Lhe entregar a minha família, o meu passado, toda a minha vida. Quero voltar à roça, às minhas origens, porque a família é a porteira da vida. Quero, Senhor, proclamar sobre todos aqueles que convivem comigo a Sua bênção. Quero, como Jesus, colocar-me no colo de Maria e dar liberdade para que o Senhor cure o meu coração de toda saudade do meu avô e do meu pai que partiu.

Senhor, realiza uma obra nova na minha vida, no meu coração. E passe agora curando toda minha família, liberando-a de todas as palavras malditas. Quero que o Seu amor possa curar o meu coração e sarar as minhas feridas. Quero recomeçar a minha vida com a certeza de que a minha família é de Deus, que eu sou cidadão do céu. Hoje, quero proclamar: Vem, Senhor Jesus!”

Transcrição e adaptação: Michele Mimoso


Paulo Sérgio Eleutério


Missionário da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo