Família, pai e mãe: a porteira da vida

Diácono Nelsinho Corrêa. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com.

Diácono Nelsinho Corrêa. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com.

Essa é a grande graça que estamos refletindo nestes dias: “Família, pai e mãe: a porteira da vida”.

Farei uma pergunta a você: a galinha para botar o ovo precisa do galo? Não! E para o pintinho nascer, a galinha precisa do galo? Sim! Deus fez a natureza, é a criação d’Ele! O sexo segundo a Lei de Deus não tem nada de sujo, de impuro e precisamos dar mais valor a isso.

A Palavra de Deus está em Gêneses 1,25-28: “Deus fez os animais selvagens segundo a sua espécie, os animais domésticos igualmente, e da mesma forma todos os animais, que se arrastam sobre a terra. E Deus viu que isso era bom. Então Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem e semelhança. Que ele reine sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos e sobre toda a terra, e sobre todos os répteis que se arrastem sobre a terra.”Deus criou o homem à sua imagem; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e a mulher. Deus os abençoou: “Frutificai, disse ele, e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a. Dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra.”

Deus quis que o homem e a mulher participassem dessa graça “ser pai, ser mãe”. Você que tem problemas em sua família, quer trocá-la por uma sem problemas, uma família perfeita? Precisamos valorizar as nossas histórias de família, contá-las para as pessoas.

Gostaria de lhes contar uma história: certa vez, um menino sofreu um acidente e foi internado, pois estava com uma forte hemorragia. Este menino passou por onze cirurgias e ficou um longo tempo internado. Um dia sua mãe conversava com o médico e ele ouviu quando diziam que não teria mais jeito, que ele não aguentaria.

No hospital, o garoto sempre escutava uma música e se emocionava muito, mas não entendia a razão pela qual escutava aquela canção. Depois de tantas cirurgias e tantos dias internado os médicos decidiram que ele voltaria para a casa. No caminho para a casa, resolveu fazer uma promessa, iria à Missa todos os dias. Ele estava firme indo às Missas, até que um dia, foi convidado a participar de um grupo de oração; foi neste mesmo grupo que o garoto descobriu que a canção que escutava no hospital era a voz de Jesus e de Maria, que estavam ao seu lado, eram a sua força.

Peregrinos acompanham a pregação com diácono Nelsinho Corrêa. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com.

Peregrinos acompanham a pregação com diácono Nelsinho Corrêa. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com.

Precisamos acreditar que para Deus tudo é possível; até mesmo quando os médicos disserem que “não tem jeito”, acredite, se abra para a graça de Deus.

A família é a porteira da vida! É possível ser feliz, ter uma família, mas para isso é preciso haver o perdão, é assim que Deus quer!

Deus quer transformar o seu coração! Leve este mandamento de Deus para a sua vida: a família vem de um homem e de uma mulher; só tem vida se houver os dois!

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida 


Diácono Nelsinho Corrêa


Cantor e Missionário da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo