Igreja Doméstica que gera vida

O casal é como a terra preparada, onde Deus joga a semente e brota o dom da vida

Padre Junior Periquito. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Padre Junior Periquito. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A Palavra do Senhor está em Gênesis 2, 24: “Por isso o homem deixará o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne”.

A Palavra de Deus é bem clara, porque hoje a família está sendo mirada pelo inimigo que quer destruir as famílias. Estamos sendo alvejados pelo inimigo e, todos os dias, ele nos ataca para acabar com o dom que Deus nos deu.

Temos que ter coragem de combater as insídias do inimigo contra nós. Somos chamados por Deus a gerar vida, e quando Ele diz: “O homem deixará o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne (Gênesis 2,24); é porque Ele tem um plano, é sábio e, em Sua sabedoria, tem preparado somente coisas boas para nós.

Porém, muitas vezes, atrapalhamos os planos de Deus com o nosso orgulho, por acharmos que sabemos e podemos tudo. Quem obedece o que Deus pede tem vida plena, mas aquele que não obedece não volta nunca mais.

Deus quer uma Igreja que gera vida e não a morte, desânimo… A comunidade e a família precisam gerar vida!

A família precisa ter carinho, delicadeza e gestos de amor. O casal é como a terra preparada, onde Deus joga a semente e brota o dom da vida.

A carta ao Efésios 5, 28 diz: “Assim os maridos devem amar as suas mulheres, como a seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo”.

595x420

Peregrinos participam do Acampamento “Canção Nova Sertaneja” na Canção Nova. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

O amor é a base da vida! Um casal que não se ama não gera vida. Muitos casais estão há tempos tentando gerar filhos e não conseguem. Pode ser que muitas mágoas estejam atrapalhando a geração dos filhos. O casal que não vive bem, só gera tristezas e mortes.

O Salmo 2,7 diz: “Vou publicar o decreto do Senhor. Disse-me o Senhor: Tu és meu filho, eu hoje te gerei”. Além de sermos um dom de Deus, somos filhos amados pelo pai e pela mãe.

A mãe gera em seu ventre um dom de Deus; os filhos são o maior dom do casamento, a alegria e a luz. Entretanto, quantos casais por aí, vem dizendo que preferem ter cachorros do que filhos, quantas moças têm matado a vida ainda em sua geração por falta de amor, por não reconhecerem que são dom do pai e da mãe.

Você é pai, é mãe?

Imaginamos a figura do pai como aquele homem forte e bom que derrama seu suor para criar seus filhos. A mãe é aquela trabalhadora, que além de fazer os serviços de casa ainda cuida dos filhos. Que os filhos valorizem seus pais, porque a vida é feita de cuidados contínuos!

A sua família é o melhor que Deus poderia te dar. Alegre-se porque Ele te ama tanto que mandou estes para estar ao seu lado.

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida

Confira um trecho desta pregação:

Para adquirir esta pregação completa ligue para: (12) 3186-2600

contribuicaocn1


Padre Junior Periquito


Celebra missa para cultura sertaneja

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo