13 grupos se apresentam na 1ª noite da 'Mostra de dança competitiva'

A primeira noite da "Mostra de dança competitiva", nesta sexta-feira, dia 21, durante o II Festival de Artes Canção Nova que acontece em Cachoeira Paulista (SP), teve abertura com o Ministério de Dança da Canção Nova e contou com a apresentação de 13 grupos em diversos gêneros.

Ministério de Dança da Canção Nova
Foto: Renan Félix / Fotos CN

function open_gl(param){window.open(\’http://www.cancaonova.com/portal/canais/galerias/index.php?id=\’+param,\’\’,\’width=537, height=478, toolbar=no, status=no, menubar=no, scrollbars=no, resizable=no\’);}

Para avaliar as coreografias, a mesa de jurados foi composta por grandes nomes da arte católica: Luís Carvalho (Coordenador do Ministério das Artes da RCC e fundador da Comunidade Recado), Priscila Ladurick (Escola de dança sacra – EDANÇAS – Joinville/SC), Lígia de Castro (bailarina, atriz e coreógrafa – São Paulo/SP), Andréa Penteado (formada em balé clássico – membro da Comunidade Canção Nova) e Anselmo José (Assessor Nacional de Teatro da RCC).

A coordenadora do II Festival, Marlúcia Carvalho, relatou: “Neste segundo Festival a gente está colhendo os frutos do primeiro, mas muito mais do que isto, é um grande evento de evangelização, onde a gente vê o crescimento dos grupos na parte técnica e espiritual. A gente percebe que eles dão um show. É um espetáculo da arte Católica acontecendo aqui na Canção Nova..

O cancaonova.com também entrevistou alguns integrantes dos grupos que se apresentaram nesta noite:

"O Festival todo, a dança a pregação, os workshops, está sendo muito bom para todo o ministério, porque nós trouxemos aquele que fazem parte do ministério mas que hoje não vão se apresentar, mas que estão aqui para a formação, não somente técnica mas principalmente a formação espiritual, acho muito importante ter este espaço, este momento de formação onde a gente pode parar e buscar a nossa formação para estar aprimorando o nosso grupo.
Para mim eu achei muito forte a pregação do Dunga, falando de quando as luzes apagam para onde a gente vai, justamente a gente que está lá na frente sempre exposto, não adianta a gente querer fazer a nossa arte sozinhos, escondidos. Porque a gente querendo ou não estamos expostos e isso foi muito forte, a gente ter para onde voltar, o que fazer quando acabamos de servir com o nosso ministério, a gente ter o nosso porto seguro que é a nossa casa, onde não somos artistas e simplesmente pessoas normais".
Belisa Maia Monis Simas, RJ – Ministério Dance in Deus

"Nós viemos aqui neste Festival de Artes pela primeira vez participar. É com grande alegria que a gente se encontra aqui, realizando em nossas vidas um milagre de Deus. Para nós, para cada um, Deus tem um plano particular, mas pelo grupo inteiro é uma transformação de vida, e a realização de um sonho nosso que era o de estar aqui, porque o outro que teve [festival] nós estávamos assistindo e a gente sonhou um dia estar aqui, e a gente falou ‘nós vamos estar lá no próximo’, e foi um sonho realizado".
Aline, Itambé/PE – Grupo de Teatro e Dança Crux Sacra

Ministério 'Dance in Deus'
Foto: Renan Félix / Fotos CN
"Para nós está sendo maravilhoso, está sendo também uma oportunidade que Deus está nos dando, porque a gente veio aqui para fazer aquilo que é o chamado d’Ele na nossa vida que é de evangelizar, e daquilo que é o dom que Ele nos deu através da arte da dança e do teatro, isso aqui para nós e para nós darmos o melhor para Deus, e estamos aqui querendo mesmo aprender, partilhar com os nossos irmão, e também ressaltar a presença de Maria em nossas vidas".

Laine dos Santos Barbosa, MG – Grupo de Evangelização Fonte de Vida

"É uma experiência acho que única, acho que a primeira que o grupo está participando assim num evento tão grande, a gente decidiu quase que de ultima hora participar do Festival, nós tivemos pouco tempo para ensaiar, correndo com figurino, ensaios, só de chegar aqui para nós já foi uma grande vitória".

Aline Ariane dos Santos Romualdo, Itaquera/SP – Ministério ‘Um só coração’

Ministério 'AMARTE'
Foto: Renan Félix / Fotos CN
"È a primeira vez que a gente vem para dançar, eu estou muito ansiosa, com muita vontade de chegar lá em cima e evangelizar, dançar fazer o meu melhor para Deus para que as pessoas possam sentir a presença de Deus através da gente".

Roberta Bertelli, Petrópolis/RJ – Grupo de dança Expressão de Louvor

"É maravilhoso, mesmo com tanto trabalho porque a gente batalhou bastante para estar aqui, é muito importante estar aqui, além de conhecer gente nova, conhecer outros ministérios".
Fernanda Iana Silva Gomes, RJ – Ministério de Dança Pax Domini

"Para mim é muito importante, porque eu sou recém convertida, e eu vim da experiência da dança no mundo secular, eu vim de experiência muito sofridas na dança, e só agora eu estou muito feliz de estar aqui e dançando dentro da Igreja, e isso é para mim é muito importante como ser humano, de estar saindo de um meio em que eu estava sofrendo muito e agora eu estou me sentindo muito bem dentro da Igreja Católica".

Eliete Cristina dos Santos, São José dos Campos/SP – Grupo Imagem e Semelhança

Ministério 'Um só coração'
Foto: Renan Félix / Fotos CN
"Uma benção, está sendo maravilhoso, cada instante aqui a gente está aproveitando, participando de toda a programação.
O mais importante não é vir aqui para competir, mas de mostrar o trabalho do jovem brasileiro na arte na dança, dentro da Igreja, que a gente não está brincando como muitas pessoas acham. A coisa mais importante é a busca, a troca de experiência com outros grupos com outras realidades de outras cidades, e as palestras, a Missa, essa formação espiritual que às vezes falta para a gente por causa de tantos ensaios, da correria, para que as coisas aconteçam. A primeira Missa de hoje deixou muito forte para a gente que ‘onde está o nosso coração está o nosso tesouro’, que a gente deixe as riquezas do mundo e busque os tesouros de Deus, busque concentrar o nosso coração neste dom maravilhoso que Deus nos deu, realmente assumir o dom em prol da evangelização de toda a humanidade".

Natália, Natal/RN – Yeshua Ministério de Dança

"A experiência está sendo ótima, graças a Deus, com uma segurança um pouco maior, uma experiência um pouco maior não só em questão de técnica de dança, mas em questão de unção, de unidade, e da certeza que o único objetivo nosso é de levar Jesus aos corações das pessoas que estão assistindo".

Simon Lopes Gomes, Guarulhos/SP – Ministério: Movidos a louvor

"Está sendo uma maravilha, uma experiência nova, porque o grupo nunca participou de um festival grande, neste estilo, está sendo muito bom poder transmitir aos jovens, evangelizar através da dança".

Priscila de Moura de Aguiar, Duque de Caxias/RJ – Ministério Filhos de Davi

Comunidade 'Aliança de Misericórdia'
Foto: Renan Félix / Fotos CN
"É uma experiência muito gratificante em todos os sentidos, primeiro por estar na Canção Nova que é uma grande referencia para nós, e por ter a oportunidade de estar evangelizando através da arte. para nós da Missão Atos II e acredito que também para todos os outros grupos, nós enxergamos como um momentos de evangelização através da arte, muitas pessoas que talvez não se abrem para a pregação ou para a oração mas vem a se abrir através da arte".

Tiago de Souza Morgado, Suzano/SP – Missão Atos II

"Uma experiência nova que eu pude viver com Deus esse dias agora pela providencia por ele nos ter feito chegar até aqui, e quando chegamos a felicidade de ter chegado, porque a gente lutou muito, só Deus sabe o quanto, e quando a gente montou a coreografia nós apresentamos pela primeira vez para os filhos que são os acolhidos lá na nossa casa e eles disseram que era para a gente vir que todos iriam ver uma experiência de Deus através da música e não nossa, mas de Deus".

Rafael Rodrigues, SP – Missionário da Aliança de Misericórdia

Veja também:
Participe da promoção 'Por Hoje não deixe de dançar'

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo