'A vitória sobre todo jugo'

Cada um de nós temos uma vitória única, a grande vitória de Deus, a nossa conversão!

Uma pergunta que me fazia, preparando-me para essa pregação: “Senhor, o que falar?” Então o Espírito Santo me recordou uma passagem e meu interior vibrou. Deus então falou: “Recorde o meu povo dessa passagem, que se passa em Cafarnaum”.

:: Veja mais fotos no Flickr

O Senhor escolheu aquela cidade por uma razão, Ele sabia que fazendo algo ali, chegaria até nós hoje! Assim como Jesus escolheu Cafarnaum para realizar aquela passagem, Ele também escolheu esse local (Centro de Evangelização na Canção Nova) para manifestar a sua glória. E você se tornará uma boa nova.

“Realiza o milagre em mim Jesus!” Sem você perceber, o milagre já começou a acontecer, muitas vezes nós não percebemos, mas Deus já está agindo.

Leia o evangelho de São Marcos, 2, 1-12.

Como sabemos, Jesus morava na casa de Pedro, em Cafarnaum. Irmãos, é este o lugar. Veja, estamos na casa de Jesus, estamos na casa com Ele. Ele os instruía, e é o que está acontecendo aqui pela pregação, pela proclamação da Palavra, pela homilia. Você sai daqui mais instruído.

Os amigos pegaram o paralítico e tentaram de qualquer jeito levá-lo até Jesus. E aqui, entre vocês sei que isso aconteceu também. Muitos aqui vieram por imposição, por chantagem, tentaram te trazer de qualquer maneira. Ou você trouxe alguém até aqui, ou você foi trazido aqui por alguém.

Eu não posso supor! Eu preciso afirmar que esta palavra está acontecendo aqui agora.

Ao ver aquela cena, Jesus se encheu de compaixão. Ele se levantou e foi ao encontro daquele homem, e Ele está indo ao seu encontro agora, Ele está olhando para os seus olhos. Faça silêncio para escutar o que Ele está dizendo agora: “Desde as dificuldades que você teve para chegar até aqui, os teus pecados estão perdoados!”

É claro que na nossa doutrina, nos dogmas da Igreja você precisa do sacramento, da confissão, mas Jesus está dizendo isso, porque nós chegamos aqui cansados, carregados dos nossos pecados e Ele nos alivia.

Ele olha para você e diz: “Eu estou aliviando a sua carga. Os teus pecados te são perdoados”.

Mas, algumas pessoas ficaram incomodadas com esta frase. (Os fariseus). Algumas pessoas não querem que você se sinta aliviado dos seus pecados. Existem pessoas que querem que você permaneça sobre esse julgo, assim, você oferece menos perigo a elas. Mas Jesus quer te livrar de tudo isso. Ele quer que você se sinta, perdoado!

Repita: “Senhor, eu quero me sentir amado, eu quero me sentir querido, não posso sair deste lugar Senhor sem experimentar este amor! Eu te amo Jesus!”

Ele quer trazer você de volta! E nada e ninguém pode nos separar do amor de Deus! A primeira coisa que Ele quer fazer por você é te aliviar dos teus pecados. Deixa os teus pecados aqui!

Na sua opinião o que é mais difícil, mais complexo dizer, os teus pecados te são perdoados ou pega tua cama levanta e anda?

Jesus criou esta expectativa no coração daquelas pessoas, e cria em nós agora também. Porque o que queremos é a segunda opção, e Ele quer fazer as duas coisas. Cura física e cura interior. Talvez Ele já esteja fazendo e nós não percebemos porque ainda não experimentamos sentir o amor que Ele quer que experimentemos.

A intimidade na oração, que Deus quer que você experimente, é a graça de fechar os olhos e vê-lo na sua frente, a graça de estar sozinho e se sentir a sós com Ele, a graça de chorar quando reza, a graça de sorrir com a palavra de Deus. A graça de enfrentar qualquer barreira para chegar num lugar como este, a graça de estar aqui com a sensação de que o tempo parou.

E é aqui que a glória se manifesta!

E Jesus disse: “Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem na terra poder para perdoar pecados – disse ao paralítico – eu te digo: levanta-te, pega a tua maca, e vai para casa!”

Eu não sei você, mas eu Dunga, estou sentido uma aprovação de Deus dizendo: “É isso aí filho, usufrua de cada palavra, de cada pregação. Pensa que em cada momento de pecado de cada um aqui, nas suas lágrimas, Eu estava com eles. E muito antes de tudo isso, eu já os esperava aqui.”

Meu irmão, deixa seu vício aqui. A quanto tempo você quer se livrar do seu vício das drogas, da bebida, do adultério? Hoje, você está sendo aliviado de todos os fardos. E como você está se sentindo? Você continua sentindo o problema? O problema existe, mas Jesus quando carregava a cruz, Ele caiu e chamaram um “tal” de Simão de Cirene e colocaram-no embaixo da cruz com Jesus, e o Mestre sentiu o que é alguém chegar e aliviar o peso de uma cruz. Jesus sabe o que hoje você carrega, Ele te alivia e te ensina a caminhar.

E no seu caso hoje, não é mais cruz, é morte e ressurreição. Jesus quer fazer essa caminhada com você.

O paralítico se levantou e, à vista de todos, saiu carregando a maca. Todos ficaram admirados e louvavam a Deus dizendo: “Nunca vimos coisa igual!”

Vitória! Hosana Brasil! “Nunca vimos coisa semelhante”.

Transcrição e adaptação: Hellen Costa

Assista:

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo