Acredite: Você nasceu para dar certo

 

Entre os dias 22 e 24 de julho, na Canção Nova, no Auditório São Paulo, em Cachoeira Paulista (SP), aconteceu o Aprofundamento Revolução Jesus.

O encontro, que tinha por objetivo formar jovens líderes de comunidades e grupos, reuniu jovens de todas as partes do Brasil. O tema do aprofundamento foi: “Nasci pra dar certo”, título do recém-lançado livro do missionário, Adriano Gonçalves, um dos pregadores do evento.

Além dele, o evento também contou com a presença de Guilherme Rosa, especialista em Teologia do Corpo; padre Silvio César (SDB); Magda Ishikawa e Fernanda Soares, missionárias da Canção Nova.

"O mundo nos dá ídolos, mas nós precisamos de ícones"
Foto: Luciana Munhoz

Durante o fim de semana, batemos um papo com Adriano Gonçalves. Confira abaixo a entrevista:

Durante todo o fim de semana você provocou os jovens a apresentar a figura de Deus, perguntando-lhes sobre quem é Deus para eles. E para você, quem é Deus?
É a resposta de todo o anseio que eu trago no meu coração, de algo definitivo, eterno e que me leva a uma plena realização. Deus, para mim, é isso.

Como foi seu encontro pessoal com Deus? Quando você se deu conta que nasceu para dar certo?
Meu encontro pessoal com Deus foi em 1999. No livro "Santos de Calça Jeans" eu falo bem disso, foi o dia em que eu cheguei bêbado em casa e a minha mãe me acolheu, quando tinha tudo para me condenar. No outro dia, levantei muito tarde e a minha mãe estava lá, fazendo a comida de que eu mais gosto: frango com quiabo e angu. Quando eu olhei aquela comida no fogão, Deus falou no meu coração: "Quando você tem tudo para ser condenado, Eu apareço e faço tudo para te salvar". E foi nesse momento que eu pensei: "O que eu estou fazendo com a minha vida?" Foi nessa hora que eu procurei a Igreja, e percebi que Deus, quando eu tenho todos os méritos de condenação, Ele me chama para o banquete, me chama para reconciliação. É um Deus cheio de misericórdia, que sempre vai além.

O livro “Nasci pra dar certo” nos apresenta uma figura de santidade possível de ser alcançada. Mostra que é possível ser jovem e ser santo. Você acredita que é possível alcançar essa santidade?
Com certeza, pois a proposta do Revolução Jesus é justamente isso, a proposta de um encontro pessoal com Jesus. Procuramos mostrar que é possível ser santo sem deixar de ser jovem. Eu não preciso deixar de ser jovem para viver uma santidade, pelo contrário, é vivendo bem a minha jovialidade que eu vou ser santo. Praticar esportes, buscar a pureza nos relacionamentos, namorar, frequentar a faculdade, assistir a bons filmes, fazer boa seleção de músicas, isso tudo me faz santo.

Alguns psicólogos e especialistas já falam da geração Z, que seria, basicamente, a convergência entre a geração X e a Y. Você acha que a evangelização se torna mais difícil, levando-se em conta que há tanta informação e tão pouco filtro para essa geração que nasceu a partir do século XXI?
Eu não diria difícil, mas sim um desafio. A geração Y já é um grande desafio de evangelização, a Z vai ser um desafio maior ainda. A geração do "Ctrl C" e "Ctrl V", eu faço e posso voltar, mas na vida há muitas coisas que fazemos que não têm volta, e mesmo que tenha, traz uma série de consequências. Por exemplo, uma sexualidade totalmente desregrada pode ter como consequência uma gravidez indesejada, uma doença sexualmente transmissível, feridas na alma, feridas no corpo, muitas das quais deixarão sequelas para o resto da vida. Então, essa geração precisa entender que nem tudo que pode ser refeito vai ter um final feliz. O nosso desafio é mostrar isso, em um mundo de informação, dar formação.

Deixe uma mensagem para a geração Y que não pôde estar no aprofundamento.
Posso dizer que vocês perderam, foi muito bom. Mas posso dizer também que você pode ter todo esse material ligando para o DAVI (Departamento de Audiovisuais CN) no seguinte número de telefone: (12) 3186 2600. Também podem adquirir o livro “Santos de Calça Jeans” e “Nasci pra dar Certo”. O bom da geração Y é que eles não perdem nada, podem ir atrás e ter todo material de primeira. Com tudo isso, você também pode entender que nasceu para dar certo.

por Gustavo Souza

 

 
Veja também a pregação de Guilheme Rosa sobre a Teologia do Corpo

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo