Agradecimento do padre Donizete Heleno

“Como é grande ó Pai a Vossa misericórdia!”

Louvo a Deus pelo dom da vida e por me dar a graça de ser servo de seu Filho Jesus.

Agradeço a algumas pessoas que são sinais visíveis da misericórdia de Deus na minha vida: Dom Alberto meu bispo, pai e amigo; Monsenhor Jonas meu fundador e pai no carisma; Diácono Nelsinho meu pai e mestre. Agradeço aos meus formadores desde o pré-discipulado até a teologia com padre Aluísio. E aos formadores e professores do nosso seminário Inter-diocesano de Palmas (TO).

Agradeço ao conselho da nossa comunidade que acredita em nós e investe na nossa vocação: Padre Wagner, Luzia, Eto e os demais membros. Agradeço meus pais: José e Isabel que me deram caráter, o amor a Deus e ao próximo. Aos meus irmãos, irmãs e demais parentes e amigos que estão acompanhando pela TV Canção Nova, de maneira especial os que vieram aqui vindos de: Redenção e Conceição do Araguaia, Formoso do Araguaia, Palmas, com carinho a Paróquia de São Cristóvão, Mauá, Indaiatuba, Guarujá, Rio de Janeiro, Brasília, João Pessoa, Areias, Valença na Espanha.

E de modo especial ao meu povo mineiro de Rio Pomba que está aqui, das minhas paróquias de origem.

Agradeço aos padres, diáconos e seminaristas amigos aqui presentes de modo especial da Arquidiocese de Mariana (MG) e de Palmas e da diocese de Lorena (SP).

Minha gratidão à querida comunidade Canção Nova que rezou por nós durante esse tempo de formação, nossos irmãos da missão de Palmas que viveram conosco estes anos de caminhada, de modo especial à nossa turma de noviciado que se dedicou na preparação desta ordenação.

Padre Donizete Heleno Ferreira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo