Celiane e Mazinho partilham sobre suas vitórias no 'Hosana Brasil 2013'

Neste início de tarde do Acampamento “Hosana Brasil 2013”, o casal da Comunidade Canção Nova Celiane e Mazinho subiu ao palco do Centro de Evangelização Dom João Hypolito de Moraes para testemunhar as vitórias que o  Senhor realizou na vida deles em 2013.

Em janeiro deste ano, a missionária descobriu, por intermédio de exames realizados anualmente, que estava com câncer de mama. Ela partilhou que, ao receber o diagnóstico, foi um momento muito difícil, mas que, junto com sua família,  começou a pedir a intercessão e a força do Senhor para enfrentar esse momento de dor.

Mazinho e Celiane proclamam as vitórias do Senhor no “Hosana Brasil”
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

“”Foi um momento em que tivemos que nos apoiar um num outro, em nossas filhas e familiares e, acima de tudo, nos agarrar a Deus. Depositamos a nossa fé em Jesus, porque, só estando ao lado d’Ele, é possível passar por uma situação de enfermidade. Contamos com o apoio de toda a Comunidade Canção Nova, da qual somos membros, com orações e as intenções na Santa Missa”, disse Mazinho.

Celiane destacou que foram muitas as horas de tristeza, mas que nunca se esqueceu de que “Deus é mais! É o consolo e a força para superarmos as barreiras para, depois, proclamarmos o grito de ‘Hosana Brasil'”. Pois, neste ano de 2013, além de enfrentar o tratamento contra o câncer, a consagrada passou por uma grande perda com o falecimento do pai.

“Passamos por duas dores, pois faz quatro meses que o meu pai faleceu. Vou dizer a vocês que é só Jesus para nos manter de pé. Só sendo da estirpe de Nossa Senhora para nos mantermos de pé, porque a dor maior no meu coração foi a perda do meu pai e não o câncer. Esta enfermidade, diante da separação do meu pai, foi muito pequena, pois a dor de estar distante dele, mesmo crendo na ressurreição, sabendo que nós vamos nos encontrar e, mesmo alegre, sabendo desta realidade, foi um momento bem doloroso para nós. Mas eu não tirei o sorriso do meu rosto graças a Deus e permaneci na alegria, na esperança, deixando me surpreender por Deus neste ano”, testemunhou Celiane, emocionada.

Mazinho reforçou que, mesmo diante do sofrimento, é preciso confiar em Jesus sem questionar, porque, apesar de confiarem nos médicos, a oração foi o melhor remédio.

“Na nossa oração, na minha oração, nos momentos de angústia, de tristeza e de lágrimas, eu dizia: ‘Jesus, eu confio em Vós!’. Esta frase não pode nos abandonar!”, afirmou o consagrado.

Ouça, na íntegra, o testemunho de Celiane e Mazinho:

[xyz-ihs snippet=”CelianeMazinho2″]

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo