Como devo me preparar para o Acampamento de Cura e Libertação?

No dia a dia, vamos adquirindo pequenas e grandes feridas. Pequenas machucaduras vêm e vão sem até mesmo percebermos. Alguns ferimentos pedem um tratamento especial, com uma equipe especializada, em centros médicos de referência.

A Canção Nova é um “centro médico de referência”, com uma equipe gabaritada para tratar de todo tipo de ferida. Em especial, as mais profundas, as mais antigas, as mais difíceis, as espirituais…


:: Os perigo do Ministério de Libertação

O nosso Acampamento de 14 a 17 de novembro, o principal do ano na temática da cura e libertação, é como uma grande intervenção cirúrgica. E cirurgias de grande porte pedem uma preparação que, em tudo, as favoreça. Antes de uma cirurgia, costuma-se fazer jejum… Depois delas, geralmente uma dieta especial é prescrita.

Você, que vem ao nosso Acampamento “O Senhor, nosso Deus, é o único Senhor” (Dt 6,4-5), deve vir de coração aberto, colocando no Senhor toda a sua expectativa e desejoso de viver uma vida nova, sob o senhorio d’Ele.

Para o procedimento cirúrgico da graça acontecer, nada melhor do que optar por uma vida na graça! Isso quer dizer fazer jejum do pecado. Um jejum que gere renúncia consciente, alegre e irrevogável a tudo o que enfraquece e adoece nosso corpo, mente, alma, relacionamentos e ministério.

Buscar a sagrada confissão é um excelente meio de cura. É um modo sem igual de você se submeter ao Doutor Jesus Cristo, médico de nossos corpos e almas (cf. Catecismo da Igreja Católica, 1421), e à equipe d’Ele.

Dentre os meios ordinários de cura e libertação, os sacramentos são os mais eficazes. Por intermédio de uma amorosa e frequente vida sacramental, o cristão passa a ser eficiente em tudo aquilo em que precisa ter eficácia. No mesmo Catecismo, no número 1420, está escrito: “Sacramentos de Cura: Reconciliação (Confissão) e Unção dos Enfermos”.

“Há muitos adoentados e fracos em nosso meio”, foi enfático o apóstolo São Paulo. Alguns porque nunca se confessam. Outros porque se confessam mal. Uns porque nunca comungam. Outros porque comungam em pecado (cf. 1 Cor 11,27-33).

Padre Gabriele Amorth, o mais famoso exorcista da nossa Igreja, sempre ensinou: “Os maiores exorcismos acontecem na confissão”. O Papa João Paulo II, que será canonizado no Domingo da Misericórdia do ano que vem, confessava-se toda semana. Santa Teresinha do Menino Jesus e Santo Antonio de Pádua também faziam o mesmo. São Pio de Pietrelcina o fazia todos os dias!


Assista: "Até aqui nos ajudou o Senhor", com Irmã Maria Eunice



Quanto mais nos confessamos, tanto mais sentimos a necessidade de nos confessar. Ao passo que quanto menos confessamos, menos consciência temos do pecado. Fica-se anos sem se confessar e o “câncer” do pecado vai tomando a pessoa, a sua consciência fica entorpecida e ela já não é mais capaz de discernir o que é certo do que é errado, o que é bom do que é mau. Dessa forma, tudo passa a ser permitido e tudo se torna um relativismo total. Mais dia, menos dia, a alma em estado de putrefação adoece o corpo…

Em um duelo entre São João Maria Vianney e o diabo, este lhe contou por que muitas pessoas, já estando na fila de confissão, a abandonavam: “Na hora de pecarem, justamente para que pequem, eu tiro a vergonha das pessoas. Quando querem se confessar, eu lhes devolvo a vergonha, para que desistam de procurar o padre para a confissão” .

Segundo São Jerônimo, o fiel que esconde de Deus o seu pecado, ocultando-o ao sacerdote, não pode ter saúde, pois é como um doente que tem vergonha de mostrar sua ferida ao médico. A medicina não pode curar aquilo que ignora.

Uma boa preparação para a grande cirurgia! Nós nos encontraremos no grande Acampamento de Cura e Libertação, aqui na Canção Nova. Venha, com sua família e amigos, proclamar que nosso Deus é o único Senhor!

Padre Márlon Múcio
Missão Sede Santos

Veja Mais:
:: Aprendendo mais sobre os anjos
:: Preciso de ajuda! A quem procurar?
:: Deus, a Oração e o Tempo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo