Como se manter sóbrio?

A sobriedade é a capacidade que a pessoa adquire de cultivar o autodomínio de todo seu potencial, colocando-o a serviço da vida plena e da solidariedade.

As máquinas mais perfeitas podem se transformar em perigo, quando manobradas por pessoas não habilitadas. O mesmo acontece quando uma pessoa se torna extravagante no que pensa e no que faz. Facilmente se excede e não se controla, principalmente no uso do que é nocivo, como o álcool, o fumo, as drogas, a gula, a ganância, o erotismo, a vaidade, o orgulho e o egoísmo…

Quando isso ocorre, torna-se escrava das suas dependências, não acredita mais nem em si mesma e cai no descrédito e na tristeza. E, sem esperança, o hospital, a cadeia e o cemitério a esperam. Se não mata, pelo menos sufoca seus familiares.


Como se sentir sóbrio?

1 – Cultivando o autocontrole e a docilidade à consciência;
2 – Adquirindo o sentido da vida e a alegria de ser competente para servir.
Deus nos colocou no mundo para os outros;
3 – Fugindo das ocasiões perigosas. "Forte tem que ser você e não a bebida";
4 – Caiu no poço? A única saída é por cima.

Aí você encontrará a mão de quem o ama, do Deus misericordioso, do grupo de autoajuda, da Pastoral da Sobriedade, do Amor Exigente, do AA (Alcoólicos Anônimos), entre outros. Só no ano passado 70 mil jovens foram resgatados pela Pastoral da Sobriedade.

E lembre-se: deixar alguém morrer, quando você pode salvá-lo, é tão grave quanto matá-lo. Saia dessa indiferença e una-se a nós da Pastoral da Sobriedade.

Dom Irineu Danelon
Bispo Assessor da Pastoral da Sobriedade – CNBB

De 25 a 27 de outubro de 2013, a Comunidade Canção Nova convida você para celebrar com a Pastoral da Sobriedade os 15 anos de terapia do amor, evangelizando e promovendo a dignidade da pessoa e da família.

Veja mais:
:: Professar a fé na sobriedade
:: A espiritualidade dos 12 passos da sobriedade
:: É Deus quem nos purifica

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo