Como viver o Sábado Santo

Após a celebração da Paixão do Senhor na Sexta-feira Santa, iniciamos o Sábado Santo, e com ele toda a expectativa da grande solenidade da Vigília Pascal, na qual todos celebrarão o mistério da Ressurreição de Nosso Senhor Jesus. As horas que antecedem o ápice da fé cristã: a Páscoa, a Ressurreição de Cristo, são marcadas por algumas características peculiares, pois as lágrimas da Paixão do Senhor ainda não secaram, mas o sorriso provocado pela certeza da ressurreição já começa a brotar em nossos lábios. É um dia de muitas emoções, de gratidão a Jesus, de renovação de nossa fé.

Justamente essa foi a definição dada a esse momento por Katiane, Gabriela, Shirlley, Adriana e seus amigos, todos de Brasília (DF), que vieram viver este grande momento no Acampamento da Semana Santa na Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP).

Amigos de Brasília (DF) testemunham como vivem o Sábado Santo na Canção Nova
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

Segundo os peregrinos da capital do Brasil, após um longo período de Quaresma, o dia de hoje é especial por já viverem a expectativa da vida nova que o Senhor lhes trará com a Sua Ressurreição. Para eles, o Sábado Santo é o dia no qual se recordam todas as situações dolorosas, difíceis, enfrentadas no dia a dia, momento de lembrar as dores vividas no trabalho, nos estudos, com a família, mas também é um tempo especial no qual todas as dificuldades se transformam em esperança. Eles afirmam que desejam ser renovados pela Ressurreição de Cristo e, assim, renovar  todos os ambientes frequentados por eles. Para isso é necessário vivenciar bem cada momento de dor e de alegria, tendo como ponto certo a certeza do amor do Senhor, manifestado em Sua Páscoa.

Padre Paulinho, sacerdote da Comunidade Canção Nova, afirmou que hoje – Sábado Santo, é o dia no qual se vive uma espera confiante na Ressurreição do Senhor, dia que se recorda a descida de Jesus à mansão dos mortos. Isso significa que Cristo vai ao encontro daqueles que estão no seio da terra, das ovelhas perdidas. Jesus faz questão de visitar aqueles que estão mergulhados nas trevas e na sombra da morte. Desta forma, Cristo nos testemunha que ninguém foi criado para as trevas, por isso chama todos à luz da vida e nos convida a levantarmos de todas situações de morte, para com Ele ressuscitarmos para a vida nova.

O Sábado Santo é, portanto, o dia no qual o Senhor destruiu as prisões da morte. É o momento da espera da grande manifestação do amor do Pai por intermédio da Ressurreição do Seu Filho Jesus. Com Cristo Ressuscitado todos são convidados a renovar sua esperança na vida nova que Ele nos dá. Dessa forma, recordando as dores da Paixão e o amor de Deus por nós, esperamos alegremente a Páscoa do Senhor na certeza da ressurreição que virá em nossa história.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo