Confira como foi o Acampamento "Quem como Deus"

Com o tema “Defendei-nos no combate”, aconteceu, neste fim de semana, o Acampamento Quem Como Deus, na sede da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP).

O evento teve início na sexta-feira, 6, com a Santa Missa presidida pelo padre Roger Luís. Durante a homilia, o sacerdote da Comunidade "El minuto de Dios", padre Alberto Linero, falou do sentido que se deve ter pelo jejum: "Você jejua para ter a consciência de que necessita de Deus; o sentido do jejum é a oração, pois ele nos remete à liberdade que Cristo nos concedeu.
 

Ironi Spuldaro e padre Alberto Linero
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

No segundo dia do acampamento, padre Linero continuou com suas pregações. Na primeira palestra – “Somente sua escolha pode levá-lo para Deus” – o sacerdote abordou três pontos para que possamos escolher o Senhor:

:: Primeiro: Deus fez boas todas as coisas. Você e eu confessamos o Senhor da vida como sendo o nosso Criador;
:: Segundo: Ele
 quer que sejamos livres, não quer que estejamos ao lado d'Ele obrigado, como se fôssemos um robô:
:: Terceiro: A força do Espírito Santo nos assegura viver em Deus. 

 

 


Assista à pregação: "Todos necessitam da misericórdia de Deus"

 




Por conta da Vigília de Oração com o Papa Francisco, com cobertura diretamente da Praça São Pedro, no Vaticano, a parte da tarde do Acampamento 'Quem Como Deus' não foi transmitida.

À noite, padre Alberto Linero, padre Roger Luís e Ironi Spuldaro conduziram a adoração ao Santíssimo Sacramento.

Pela manhã do último dia, os missionários da Comunidade Canção Nova Alexandre de Oliveira e o padre Arlon Cristian rezaram diante de Jesus Eucarístico. Foi um momento de cura e libertação, no qual os peregrinos apresentaram suas intenções.

Em seguida, o membro do Conselho Nacional da RCC Ironi Spuldaro ministrou em sua pregação, cujo título foi 'Quem como Deus', momentos de oração e falou da importância de saber discernir a voz de Deus e a voz do inimigo: “A voz do mal, desde a criação do mundo, quer nos enganar, apresentando-se a nós de maneria sutil, conduzindo-nos a um caminho contrário ao caminho de Deus.”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo