Em Gurupi (TO), fiéis se reúnem para o encerramento da Semana Missionária

Com uma Missa celebrada no sábado passado, 19, por Dom Romualdo Matias, bispo da Diocese de Porto Nacional, aconteceu o encerramento da Semana Missionária em Gurupi (TO). Com as tradicionais bandeiras das Santas Missões Populares, milhares de católicos de todos os cantos da cidade se reuniram no Ginásio de Esportes para celebrar com alegria o trabalho de evangelização realizado.

Segundo o coordenador geral, Frei Franciscano Júnior, de Goiânia (GO), as Santas Missões tem o objetivo máximo de congregar toda a comunidade num único valor, a vida, “é o centro básico de toda caminhada de uma comunidade. Nós procuramos vivenciar o Evangelho de Jesus Cristo mostrando para as pessoas que elas precisam valorizar a vida, a vida na sua plenitude.”

Ginásio lotado para o evento
Foto: Rodrigo Martins

Para o Frei Júnior, o próximo passo deve ser o de buscar parcerias junto aos órgãos responsáveis para congregar esforços para a preservação da vida. Preocupado com os problemas das drogas em Gurupi, o frei comenta que as Santas Missões vieram para inibir esse tipo de abordagem a crianças e jovens. “Não adianta falar de Deus se você não protege concretamente, a partir dos desejos de Deus, a vida, que é o único fundamento da nossa fé”, afirma.

Terminada a Semana Missionária, a Igreja Católica de Gurupi entra no período de pós-missão, onde deve dar continuidade aos trabalhos já iniciados e enfrentar novos desafios. Um dos primeiros projetos é a realização de um grande casamento comunitário destinado principalmente aos casais que vivem em união estável ou casaram apenas no civil. Para isso, as três paróquias da cidade farão um trabalho de conscientização sobre a importância dos Sacramentos para a vida cristã.

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo