Estrangeiros testemunham sua experiência no Congresso

A Canção Nova acolheu centenas de pessoas vindas de outros países, dentre os participantes do 12º Congresso Mundial das Novas Comunidades.
Todas pregações, testemunhos e missas do foram traduzidos simultaneamente em quatro idiomas (italiano, francês, espanhol e inglês) para os estrangeiros presentes no Centro de Evangelização. Confira depoimentos de alguns deles:

Harriett McBrite
Alleluia Community – EUA

“Este congresso foi realmente muito bom, aprendi muita coisa aqui. É muito bom ver pessoas de outros países que fazem – em cada família, em cada pessoa. Jesus disse que ama a todos, não importa o que façamos. Percebo muita alegria nos membros da Canção Nova, que são muito ativos e responsáveis.” 


Dom Mario Paciello
Bispo de Altamura-Gravina-Acquaviva delle Fonti
Conselheiro Episcopal da Comunità di Gesù, Itália
“É a primeira vez que estou aqui em Cachoeira Paulista, também estive em Lavrinhas, no I Encontro Internacional de Bispos ligados às Novas Comunidades da RCC. Um encontro com este aspecto é muito interessante, pois reuniu bispos de todas as partes do mundo.Eu participei da Conferência anterior, realizada em Fiuggi na Itália, mas não foi tão grande como esta. Reconhe-se aqui uma parte da Igreja Universal, acredito que o próprio fato de encontrar-se numa assembléia, nos faz sentir a força e a presença do Espírito Santo na Igreja. Estou convicto de que o Espírito Santo, como pessoa da Santíssima Trindade, merece todo louvor, adoração e respeito.” 

Julia Helena Torres 
Comunidad de Jesús – Buenos Aires, Argentina

“Tem sido um verdadeiro presente de Deus ver tanta gente em tantas comunidades. A presença e ação do Espírito Santo é tão forte que me sinto realmente privilegiada por estar aqui, na Canção Nova.”

 

 

 

Rutilio Alberto
Comunidade Palabra de Dios 
Cidade do México

“O encontro foi maravilhoso, muito bonito. O Espírito Santo está presente, podemos sentir um Deus vivo que as comunidades refletem. O trabalho da Canção Nova é muito dinâmico, muito forte. O que Deus realiza em cada um de vocês me faz levar para o México um novo ânimo. Escutei as músicas do Flavinho pela primeira vez no show, me parecia mexicano. Vivo na fronteira onde sentimos a necessidade de ter mais músicas católicas.”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo