Eu faço parte dos 30 anos da Canção Nova, afirma Julio Brebal

Julio Brebal
Foto: cancaonova.co,

Eu ajudei a construir esta obra. A Canção Nova foi, na verdade, edificada em 1978, mas conheci o monsenhor Jonas anterior a esta data. Eu era um moço tão jovem e o monsenhor Jonas tinha vindo de São Paulo (SP) para fazer um tratamento em Campos do Jordão (SP), onde o conheci. Ele foi meu professor na faculdade, depois eu passei a ser professor do Colégio São Joaquim e a minha amizade, meu relacionamento com o monsenhor foi se edificando. Começaram os encontros em Lorena (SP), que tinham a estrutura do 'Construindo' que o sacerdote já fazia, anteriormente em São Paulo (SP), com os jovens e tudo aquilo foi acontecendo também na minha vida.

O monsenhor Jonas, no final do ano de 1972 , fez apenas uma experiência de uma tarde com o padre Haroldo Hans e, naquele momento foi lhe apresentado a grande pessoa do Espírito Santo. A partir daí, o monsenhor foi tomado por uma unção tão grande – ele era padre salesiano –, que desejou ouvir a voz de Deus e Suas ordens; começava, então, os primeiros passos da Canção Nova.

Neste meio tempo, eu queria dizer uma coisa muito importante, a Lu [Luzia Santiago],  que esteve sempre bem próxima do monsenhor Jonas, procurou-o para fazer a inscrição para o encontro de jovens; ele então pediu que ela me procurasse. A partir dali, nasceu uma grande amizade em nossas vidas. São tantas pessoas que fazem parte desta história: dona Santa, que acompanhou muito de perto toda história da construção da Canção Nova; o Eto [Wellington Jardim]; o professor Felipe Aquino, a Vilma, o Paulo da Silva. Quantos foram os jovens daquela década de 70 que estiveram naquele momento da construção da Canção Nova.

A Canção Nova é obra de Deus. Vocês não imaginam os sacrifícios, as dificuldades pelas quais o monsenhor Jonas e aquela equipe passaram para mostrar ao mundo uma nova forma de viver aquilo que é proposta de Jesus. "Eu vim para que todos tenham a vida, e a tenham em abundância". Ter uma vida em abundância significa também estar disposto e predisposto aos sacrifícios, às lutas, a dispor-se, entregar-se. Então, por que ser Canção Nova? O ser Canção Nova significa assumir Jesus Cristo na sua vida, viver o Evangelho e tornar-se um proclamador da Palavra de Deus, ser um evangelista dos tempos, deste novo milênio! Esta proposta realmente tomou o coração de muitos jovens naquela oportunidade. Hoje, quando a Canção Nova faz 30 anos, percebemos o quanto a nossa vida, nossa estrutura de vida mudou. Muitas pessoas são casadas, têm filhos, já são avós, edificando o ser pessoa, o ser cristão, o tomar posse da graça da Palavra de Deus. O "ser" realmente alguém que pertence ao Reino de Deus.

Julio Brebal
Membro da Comunidade Canção Nova

 

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo