Florianópolis terá Memorial à visita do Papa João Paulo II

Na tarde desta quinta-feira, dia 18, foi lançada a pedra fundamental da construção de um Memorial à visita do Papa João Paulo II à Florianópolis, em 1991. Nas imediações do Terminal Central de Passageiros da capital, Dom Murilo Krieger, arcebispo de Florianópolis, Dario Berger, prefeito municipal, membros da Sociedade Polonesa Catarinense, dentre outras autoridades comemoraram.

Na época de sua visita, João de Deus beatificou Madre Paulina e um ano depois a declarou como a primeira santa brasileira, no Vaticano.

O monumento terá base de alvenaria, revestida de mosaico retratando as histórias de vida de Santa Paulina e do Papa João Paulo II – do nascimento à morte. Será feito com concreto, cerâmica e aço, devendo chegar a 27 metros de altura, segundo Antônio Rozicki, artista plástico escolhido para idealizar a obra.

function open_gl(param){window.open(\’http://200.168.231.201/portal/canais/galerias/index.php?id=\’+param,\’\’,\’width=537, height=478, toolbar=no, status=no, menubar=no, scrollbars=no, resizable=no\’);}.: Veja galeria de FOTOS desta solenidade

Com o memorial será construida uma praça de 6.000 m2 para \”criar um entorno\” à arte, segundo a arquiteta municipal, Vanessa dos Santos. Ela espera que o local seja \”mais um atrativo turístico de Florianópolis, agora com enfoque religioso\”.

A construção será feita com parceria entre o Governo do Estado de Santa Catarina, Prefeitura Municipal de Florianópolis e Sociedade Polonesa. Em dezembro deste ano, a obra deve ficar pronta.


O vereador Francisco Rzatki é o autor do projeto para a construção do monumento.

Declarações
Dom Murilo Krieger, na solenidade, lembrou as últimas palavras de João Paulo II em terras catarinenses, afirmando que para termos justiça e solidariedade, \”o Brasil precisa de santos, de muitos santos\”. Disse ainda que \”Santa Paulina veio mostrar que a santidade é um sonho muito próximo de cada um de nós\”.

O prefeito municipal ressaltou que \”o projeto nasceu de um clamor da sociedade de Florianópolis\” e deseja que a obra traga sempre a lembrança da visita do Papa. Lembrou também que, coincidentemente, se estivesse vivo, João Paulo II completaria, hoje, 86 anos. Na ocasião, os presentes entoaram um \”parabéns pra você\”.


.: Site sobre o Papa João Paulo II

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo