Jornada fortalece fé de católicos chineses

A cidade de Sidney tornou-se um movimentado mar aberto de bandeiras de todas as nações acima das cabeças dos 150 mil peregrinos que vieram de diferentes lugares do planeta para celebrar a Jornada Mundial da Juventude 2008.

Entre as bandeiras há a da China. Cerca de 60 peregrinos chineses estão participando dessa grande festa da Igreja Católica na Austrália. Entre eles, há sacerdotes que não estão registrados oficialmente como tal para o governo chinês e, pela primeira vez, usam o colarinho branco e preto, o qual os identifica como padres católicos.

Eles se dizem encantados por estarem em Sidney. "Nós podemos sentir o Espírito Santo trabalhar em nós. Todos os nossos jovens sentem a mão de Deus que se desloca sobre eles, curando-os e tornando-os mais fortes", afirma uma jovem.

O padre Li Jinxing disse que durante os primeiros 20 anos de sua vida nunca havia encontrado um sacerdote. "Sacerdotes eram figuras heróicas; tinha ouvido falar sobre eles, mas nunca os via", declara o sacerdote. Ele acrescenta ainda que a fé católica era praticada secretamente em sua casa sob a ameaça de perseguição governamental. "Os meus pais e avós mantiveram a fé forte".

O sacerdote revela também que hoje na China "as coisas estão melhorando um pouco", mas muito ainda depende da tolerância das autoridades locais e provinciais de saber se a Igreja tem um perfil legítimo. "O governo permite poucos seminários para treinar o número de padres na 'igreja oficial', de modo que a 'Igreja subterrânea' está longe de se parecer com a Igreja oficial", conclui.

.: Flickr:  Fotos da Jornada Mundial da Juventude 2008

:: Veja todos os vídeos postados no cancaonova.com sobre a JMJ 2008
:: Veja todos os vídeos da JMJ exibidos na TVCN

Acesse: hallel.cancaonova.com

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo