Jovem com leucemia vê na fé força para superar o tratamento

Por Alessandra Borges
Da Redação

No “Hosana Brasil”, muitas pessoas vêm para agradecer as vitórias alcançadas durante o ano, como a cura de alguma doença, uma graça recebida e outras situações. Neste ano, a missionária da Comunidade Canção Nova Débora Vieira Silva, de 30 anos, casada há 2 anos e 11 meses, vai agradecer o resultado negativo do exame de leucemia. Há quatro anos a consagrada faz tratamento contra essa enfermidade e, embora não possua mais células cancerígenas no organismo, ela terá que tomar uma medicação durante toda a vida.

A jovem descobriu, aos 26 anos, por meio de um exame de sangue de rotina, que estava com leucemia. Na época, ela estava noiva e cheia de expectativas quando recebeu a notícia de que, a partir daquele momento, teria que passar por um difícil tratamento.

Para a consagrada, os primeiros instantes, após descobrir que estava doente, foi de entregar-se totalmente a Deus por meio das orações de familiares e amigos, os quais, juntos, intercediam por sua cura. Débora relata que sofreu com os efeitos colaterais da medicação, mas segurou nas mãos de Deus para ter forças e superar, a cada dia, as fases do tratamento.

“Vivi uma experiência de total abandono em Deus, pois Ele poderia realizar o impossível, e também nos médicos que estavam cuidando de mim. Apoiei-me nas orações dos familiares, do meu noivo na época, de irmãos de comunidade, pois eu não tinha forças para rezar sozinha, apenas podia esperar que, de alguma maneira, Jesus mudasse aquela situação. Tive medo, senti dores, inúmeros efeitos colaterais por causa da medicação, mas a intercessão e a esperança moviam o meu coração para não desanimar e acreditar que sairia daquela doença. Entendi que a minha cura aconteceria com um acompanhamento médico, um profissional que Deus mesmo permitiu que estivesse em meu caminho”, testemunhou a jovem consagrada.

Débora e seu esposo, Marco Antônio
Foto: Arquivo Pessoal

Em razão do período em que ficou internada e do tratamento que fazia, a missionária pôde testemunhar o sofrimento de muitas pessoas que também pediam a cura para Deus. Ela ressaltou que aprendeu a ver aquele sofrimento como um caminho para se tornar uma pessoa melhor, pois o momento não era de questionamentos, mas sim de aceitação e fé.

“Não era a hora de questionar: ‘Deus, por que comigo?’, mas sim perguntar: ‘Deus, o que posso fazer com tudo isso que vivo?’. Foi possível perceber que a Providência Divina rege todas as coisas e fui acostumando o meu coração a agradecer ao Senhor por cada momento que vivi. Aprendi a valorizar as coisas que não passam e também aprendi que a saúde é um grande presente de Deus Pai para nós. Hoje, vivo um dia de cada vez e confio que a cada dia basta o seu cuidado. Vivi a simples e profunda experiência de que o Senhor me ama, de que Ele é bom e a minha enfermidade não era um castigo”, declarou Débora.

Diante de situações como essa, as pessoas, inicialmente, questionam-se sobre o fato de possuírem alguma enfermidade, e muitas se revoltam contra Deus. No entanto, o momento não é de inquietação, mas sim de interiorização. É diante de momentos assim que precisamos buscar forças na fé e acreditar, sem contestar, que Deus é mais.

“Pergunte-se: ‘Em que este sofrimento pode me ajudar a ser melhor, mais humilde, mais de Deus?’. Treine o seu coração para enxergar este tempo com os olhos da fé e, assim, aprenda a olhar para o lado, pois existem muitas pessoas que também sofrem e dependem da sua esperança”, aconselhou a missionária.

Neste “Hosana Brasil 2013”, siga o exemplo de Débora, que continua fielmente pedindo ao Senhor que interceda na vida dela, transformando tudo em milagres, pois, mesmo estando curada,  ela ainda precisa continuar com a medicação.

“Quero agradecer a Deus pela minha saúde, pelo dom da vida. Continuo fazendo o meu tratamento, pois ele é permanente; no entanto, a leucemia já não existe mais em meu organismo. Louvo ao Pai por ser casada e feliz, por ter uma família abençoada e por estar na Comunidade Canção Nova. Louvo a Jesus, porque Ele é o Senhor de todas as coisas. Sei que nada acontece sem o cuidado da Divina Providência”, glorificou a missionária.

Assista ao testemunho que Débora concedeu à WebTVCN:

[xyz-ihs snippet=”debora5″]

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo