Jovem evangelizado: aquele que teve um encontro pessoal com Jesus

Em entrevista coletiva, hoje, às 14h30, durante da 44ª Assembléia Geral da CNBB, atenderam a imprensa o Dom Cláudio Cardeal Hummes, arcebispo de São Paulo/SP e Dom Geraldo Lyrio Rocha, arcebispo de Vitória da Conquista/BA.

Durante a coletiva, os entrevistados foram abordados sobre assuntos diretamente ligados ao tema central da assembléia, como também assuntos paralelos.

\”Ainda nesta assembléia faremos uma análise de conjuntura da situação política do país\”. – comenta o Cardeal Hummes – \”Nunca se pode acusar ninguém antes de terminar um processo; enquanto não se prova o contrário, todos são inocentes, porém também não se pode deixar impune os infratores\”.

Dom Geraldo Magella, recebeu na manhã de hoje, 9 de maio, uma carta do Presidente da Repúplica, Luís Inácio Lula da Silva, a qual foi comentada de forma positiva pelo Cardeal Hummes, durante a coletiva: \”Foi muito positiva a carta que o senhor presidente usou para se comunicar com a CNBB.

Ele reconhece que é de direito e dever da Igreja manifestar-se perante a política. O presidente reconhece que as críticas são necessárias. Não estou querendo dizer que a Igreja se faz opositora, ela faz suas críticas e elogios quando são necessários, como por exemplo o projeto bolsa-família, que é um passo que alegra a Igreja, mesmo sendo uma política assistencial, sendo que o necessário e ideal é que o Brasil cresça e ofereça emprego e geração de renda; percebo que esse é o grande desafio deste governo\”.

\”Com relação à evangelização dos jovens, reporto-me à \’V Conferência Geral\’ que acontecerá em Aparecida/SP\” – comenta o cardeal sobre o tema central – \”Percebemos que ainda não estamos sendo suficientemente capazes de evangelizar os jovens católicos, e esta dificuldade é também de toda a América Latina.

Queremos fazer com que Jesus Cristo seja uma Boa Notícia para eles, para isso não vamos esperar que os jovens venham até nós, mas vamos ao encontro deles.

Falando com Bento XVI pessoalmente, ele mesmo escolheu Aparecida, no Brasil, para a \’Conferência da Igreja da América Latina e do Caribe\’, e temos muita esperança neste evento\”.

Em nenhum momento da coletiva, o Cardeal Hummes perdeu de vista que a Igreja vive pela fé: \”O Espírito Santo é Quem guia a Igreja e faz acontecer as maiores novidades nela. Não é uma \’mágica\’ que o Espírito Santo faz, mas se dá através de pessoas que acolhem as revelações divinas e as colocam em prática. Porém, mesmo dependentes do Espírito Santo não podemos abandonar as estratégias\”.

Dom Geraldo Lyrio Rocha esclareceu a verdadeira versão sobre o \”evangelho de Judas\”: \”Independente da história da autenticidade do assim chamado \’evangelho de Judas\’, é importante saber que após os 4 Evangelhos (Matheus, Marcos, Lucas e João), surgiram muitos escritos. Esses escritos podem até trazer informações importantes, mas também são muito fantasiosos.

A Igreja, movida pelo Espírito Santo, soube discernir quais realmente eram autênticos e portadores da Boa Nova da salvação, que comparados com os chamados apócrifos, são totalmente verdadeiros.

Nas proximidades das festas do Natal e da Páscoa, multiplicam-se publicações, artigos, filmes, teatros, em torno da figura de Jesus e em uma perspectiva muito demolidora, para questionar a Sua existência, história e Sua divindade. É algo que confesso que me causa uma certa estranheza.

Percebe-se que após mais de 2000 anos, ainda há manifestações muito fortes que despontam contra a figura e a pessoa de Jesus Cristo\”.

Dom Geraldo Rocha também comentou sobre o tema central da assembléia: \”A opção pelos jovens é uma resposta a uma exigência.

Eu percebo que há muitos passos dados, e já temos muitos frutos colhidos. Estão surgindo movimentos e comunidades que são respostas para os jovens que buscam \’algo a mais\’ para sua vida, mas temos de reconhecer, com todo realismo, que estamos longe de dar a resposta que deve ser dada e por isso optamos por falar sobre o assunto da evangelização do jovem. […]

O perfil do jovem evangelizado é ele mesmo quem o vai traçando. Um jovem evangelizado é aquele que teve um encontro pessoal com Jesus Cristo. Quem vive essa experiência torna-se discípulo e se sente movido a comunicar Jesus aos outros. O jovem também precisa ter a oportunidade de realizar uma experiência forte junto com outros jovens. Uma experiência de fraternidade e solidariedade\”.


Acompanhe cobertura completa da 44ª Assembléia Geral da CNBB aqui


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo