Mulher liberta do maligno na Canção Nova

Gláucia Aparecida de Souza, da cidade de Cruzeiro (SP), testemunha a libertação em um dos eventos conduzidos pelo padre Rufus – renomado pregador da Palavra de Deus e exorcista – na Comunidade Canção Nova, e convida você para participar do próximo Acampamento de Cura e Libertação – de 13 a 16 de setembro – , na sede da comunidade, em Cachoeira Paulista (SP), que também vai contar com a presença dele.

“Graças a Deus eu fui liberta, no ano de 2000, em um Aprofundamento de Cura e Libertação de que participei com o padre Rufus. Eu era espírita e praticava coisas abomináveis como a umbanda, quimbanda, candomblé, magia negra, feitiçaria e bruxaria. Pois, naquele tempo, eu não conhecia o verdadeiro Deus. Eu andava nas trevas.

Ouça este testemunho na íntegra


Eu vim para a Canção Nova, não conhecia ninguém, não sabia nada… nem sabia onde ficava, pois a minha vida era completamente oposta. Quando cheguei à comunidade, a primeira pessoa que encontrei foi a Luzia Santiago, então gritei: “Luzia, por favor, me ajude!” Eu não sei como a força de Deus me levou até ela, e no momento em que cheguei nela eu caí e não vi mais nada. De repente, eu me vi em uma imensa escuridão, num profundo abismo, aí eu vi uma moça. Essa moça me estendeu a mão. Era Nossa Senhora. Ela me acolheu e Jesus me carregou em seu colo e me disse: “Vem, eu te amo. Eu te resgato e te lavo no meu sangue”. Ali eu conheci o verdadeiro Jesus, a verdadeira libertação.

Foram três dias de orações e renúncias de todo o mal que pratiquei, de tudo aquilo que eu fiz que não vinha da parte de Deus. Graças a Deus, o mundo e as pessoas, que vivem nesse mundo de trevas, podem conhecer – através da Canção Nova – que existe um Deus que nos ama e nos chama de filhos. Através da Canção Nova, eu tive a graça de chegar até aqui e o padre Rufus orar por mim. Foi a minha libertação, e eu a assumo com toda a força do meu coração, pois com a graça de Deus fui levada para a luz.

Comecei a ir para a igreja, fiz a minha primeira comunhão, aqui, na Canção Nova, pelas mãos do padre José Augusto. Eu disse a ele : “Padre, eu não quero comer mais carne de bode nem beber sangue de bode, nem carne oferecida aos demônios. Eu quero o Corpo e o Sangue de Cristo!” E ele me deu. Com os meus 37 anos, eu comunguei pela primeira vez o Corpo e o Sangue de Cristo.

Deus é maravilhoso! Deus é bom e compassivo! Ele espera o filho dele mesmo na lama, mesmo no fundo do poço. Nós temos o direito de ser livres, porque Jesus, um dia, deu a vida d’Ele na cruz por nós.

Hoje, através dessa libertação que eu recebi, eu quero passar para as pessoas a coragem de vir até aqui pedir ao Senhor, mesmo sem O conhecer, a cura e a libertação, como eu fiz. Por isso, hoje, graças a Deus, eu vivo uma vida digna. Vou à Santa Missa, adoro o Senhor. Todos temos perseguições, principalmente porque deixamos os erros para seguir a verdade que é Jesus. Ele também foi perseguido. O que precisamos é ter o Senhor como nossa meta, pois sem Ele não vamos a lugar nenhum.

Eu convido a você a vir para este acampamento, sem medo, sem receio. Se você freqüentou umbanda, quimbanda, candomblé, magia negra, feitiçaria, bruxaria, messiânica, seicho-no-ie, não tenha medo! Não tenha medo, pois um dia eu participei de tudo isso, e hoje, pela graça de Deus, não participo mais. Não tenha medo de entregar seu coração e vir para o acampamento. Aqui, você terá a reposta que sempre procurou e não encontrou: Jesus. Esteja você como e onde estiver, venha não tenha medo! Você irá ver a glória de Deus se realizar em sua vida!”

Não perca esta oportunidade de também alcançar a sua libertação. Venha e participe do Acampamento “Quem como Deus?” pois o Senhor tem muitas maravilhas reservadas para sua vida.

Se você também tem um testemunho de cura e libertação – alcançadas por intermédio de uma das pregações do padre Rufus –, escreva-o no espaço “comentário”. Testemunhemos juntos ao mundo a glória de Deus.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo